asdasdasdasd

Prefeitura fecha parceria com a Monsanto para a implantação do Programa Horta Brasil

por Milena Pacheco 23 de Fevereiro de 2015 às 17:16
categoria: Agricultura

Foi realizada na manhã desta segunda-feira (23) na sede da prefeitura de Petrolina, a Solenidade de assinatura do Termo de Parceria com a Monsanto, através da Inmed Brasil, para a implantação do Programa Horta Brasil, que tem o objetivo de fortalecer a segurança alimentar, nutrição e colaboração multisetorial por meio da construção de uma horta comunitária no município. Estiveram presentes o prefeito Julio Lossio, o Secretário Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, Geraldo Junior, diretora-presidente da Inmed Brasil, Joice Capelli, Gerente de assuntos corporativos da Monsanto Brasil, Andréa Aragon, Gerente de Biotecnologia da Monsanto Brasil, Adolar Fedagui, Secretário de Ciência e Tecnologia do município, Nilton Matsumotto, dentre outros.

O Programa visa mobilizar os cidadãos, governo e empresas locais para fornecer produtos frescos a famílias de baixa renda, que compartilharão a manutenção da horta, ficando com uma parte da colheita. Entre as atividades desenvolvidas pelo projeto estão, treinamento para horteiros voluntários em sustentabilidade e monitoramento de hortas e utilização dos produtos hortícolas, treinamento em nutrição e segurança alimentar, monitoração e recebimento das sementes, plantio e colheita, além de monitorar a produção da horta e a distribuição de legumes para a comunidade.

O Secretário Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, Geraldo Júnior abriu a solenidade, onde explicou do que se trata o convênio. “Esse termo de parceria entre a Inmed e a Monsanto, tem o objetivo de viabilizar mais ainda atenção àquelas populações que possuem fragilidade alimentar. É o instrumento que as famílias terão, para além de ter uma melhor capacidade alimentícia no seu lar, mas também como um instrumento de geração de emprego e de renda, tendo em vista que nós estaremos beneficiando mais de 200 pessoas ao longo desses doze meses. Nos primeiros doze meses nós teremos apoio técnico, suporte administrativo, e todas as condições de infraestrutura para que essa horta comunitária possa funcionar e beneficiar aquelas famílias carentes que ali residem”, esclareceu o secretário.

Joice Capelli, diretora-presidente da Inmed Brasil falou da importância da união de programas que visam a prática de sustentabilidade e agradeceu ao município de Petrolina a disponibilização de um local para o desenvolvimento do projeto. “Eu acho que esses programas que colocam junto o apoio do governo, empresa privada, organizações não-governamentais, é um tripé muito importante porque juntos a gente consegue mudanças e sustentabilidade. A Inmed já está há 21 anos atuando aqui no Brasil, nós temos programas em quinze estados, mais de sessenta municípios e o nosso foco sempre foi levar pra comunidades mais vulneráveis uma possibilidade de programas que possam tá beneficiando elas. Eu só tenho a agradecer todo o empenho que o município de Petrolina fez, tá destinando um local pra que a gente possa tá fazendo a montagem dessa horta, agradecer a Monsanto do Brasil e a Fundação Monsanto, por estar patrocinando todas essas ações”, disse.

Na ocasião, a gerente de assuntos corporativos da Monsanto Brasil, Andréa Aragon esclareceu sobre a necessidade de apoio a projetos desse porte, agradecendo a parceria com a prefeitura. “A Monsanto é uma multinacional que está no Brasil há mais de cinquenta anos, voltada para encontrar soluções sustentáveis para a agricultura, sendo importante também a colaboração da sociedade”, pontuou.

Após a assinatura do Termo de Parceria, que tem vigência de um ano, o prefeito Julio Lóssio falou da importância do projeto. “Nós queremos poder ser parceiro de tudo de bom que acontece aqui na cidade. Nós hoje tamo fazendo essa parceria com a Monsanto. As pessoas quando tem motivação, seja ela econômica, ou não, elas fazem. Então a gente quer criar essa motivação nas pessoas. A ideia é estimular as comunidades a produzirem para o consumo delas, mas se houver uma produção em excesso, nós vamos poder fazer a aquisição disso através dos programas municipais. A prefeitura hoje tem uma série de programas que fortalece a agricultura familiar”,finalizou Julio Lossio.