asdasdasdasd

Confusão na Casa Plínio Amorim: vereadores batem boca e sessão é encerrada

por Redação Nossa Voz 16 de Fevereiro de 2017 às 14:38
categoria: Política

A quinta sessão ordinária, realizadana manhã de hoje, dia 16, acabou no maior bate boca entre os vereadores Ronaldo Silva e Cristina Costa. Tudo começou quando o parlamentar culpou o partido dos trabalhadores de corrupção e que eles são os culpados pela crise econômica que o Brasil enfrenta. Cristina Costa não gostou da afirmação do colega de bancada e pediu direito de resposta, mas teve o microfone cortado e foi então encerrada a reunião pelo secretário da mesa, Manoel da Acosap, com quem a parlamentar se envolveu em uma confusão no início deste ano. Foi ai que começou o maior bate boca.

Depois de ter o microfone desligado, a vereadora Cristina Costa disse que Manoel da Acosap encerrou a sessão para provocá-la, tendo em vista que ela move um processo contra ele por agressão, chamando a atitude do parlamentar de machista. Ela disse estar indignada com por ter o direito de resposta negado, já que Ronaldo Silva havia pronunciado o nome do partido do qual ela faz parte, o PT. Ela garantiu ainda que vai se manifestar na próxima sessão ordinária e dará uma resposta à altura ao vereador Ronaldo Silva.

Procurado pela nossa reportagem, o vereador Ronaldo Silva reafirmou o posicionamento de que o PT é um partido corrupto e disse ainda que não retira uma única palavra do seu pronunciamento contra o partido dos trabalhadores. Ele afirma está preparado para rebater qualquer discurso da vereadora Cristina Costa.