asdasdasdasd

PRF aumenta fiscalização no feriado de carnaval em rodovias em Petrolina

por Simone Marques 24 de Fevereiro de 2017 às 14:00
categoria: Regional

Com o aumento do fluxo de veículos nas rodovias durante o feriado do carnaval, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, vai intensificar as fiscalizações da 'Operação Rodovida', na BR-428 e BR-407. O objetivo é garantir a segurança nas estradas e evitar aumento no número de acidentes.

A 'Operação Rodovida' começou em dezembro de 2016 e segue até o dia 5 de março, após o carnaval. Na região atendida pelo posto da PRF de Petrolina, cerca de 41 policiais participam das fiscalizações. De acordo com o inspetor da PRF, Moacir Gomes, essa é a primeira fez que Petrolina participa da ação. O principal intuito da operação é reduzir o número de acidentes e minimizar a gravidade dessas ocorrências.

“O foco será nas ultrapassagens, no excesso de velocidade, no uso de assento para crianças, no cinto de segurança e na alcoolemia, que é sempre um fator que agrava o acidente”, destaca.

Como Petrolina não tem histórico de receber turistas para o carnaval, a partir desta sexta-feira (24), as fiscalizações serão direcionadas para quem vai pegar a estrada para curtir a folia em outras cidades.

“A operação durante esse período é voltado sobretudo para aquelas pessoas que vão se deslocar para o carnaval. A fiscalização ocorre nas saídas de acesso para Recife, Salvador e Piauí”, destacou o inspetor da PRF. Ainda segundo Moacir, as ações são realizadas de forma positiva, organizada e direcionada, de forma simultânea nos pontos mais críticos para o tipo de fiscalização.

De dezembro de 2016 até o dia 23 de fevereiro foram fiscalizados sete mil veículos e oito mil pessoas foram abordadas. Foram realizados 3.204 testes de alcoolemia, 42 acidentes registrados, com três mortes e 27 feridos.

“Conforme os números levantados, houve uma redução significativa no número de óbitos e vítimas decorrentes de acidentes. Saímos de um número bastante expressivo e por isso que fomos incluídos na 'Operação Rodovida', mas conseguimos reduzir o número de mortes”, ressaltou o inspetor.(Com informações do G1)


Mutirão de saneamento conclui obra no bairro Dom Avelar em Petrolina

por Adriana Rodrigues 23 de Fevereiro de 2017 às 18:00
categoria: Regional

Um antigo problema que tirava a paciência dos moradores da Rua da Oração, no bairro Dom Avelar, zona Leste de Petrolina, finalmente chegou ao fim. É que agora o esgoto que escorria pela via, bem em frente às casas das pessoas, passou a ter a destinação correta. Isso só foi possível graças a uma obra realizada no local em parceria entre a Compesa e a Prefeitura de Petrolina. A partir da articulação da Secretaria de Infraestrutura, Habitação e Mobilidade, foi construída a rede de saneamento na Rua da Oração. Dessa forma, em vez da via, o esgoto agora percorre uma tubulação até chegar a estação elevatória do bairro.

100 DIAS

A obra no bairro Dom Avelar integra um conjunto de ações inseridas no projeto do prefeito Miguel Coelho que pretende transformar a paisagem da cidade dentro dos primeiros 100 dias de governo. O secretário de Infraestrutura, Habitação e Mobilidade de Petrolina, Heitor Leite, lembra que saneamento básico é uma das prioridades da atual gestão municipal. “O prefeito Miguel Coelho nos deu a missão de resolver as principais demandas de esgoto existentes em vários bairros da cidade. A tarefa não é simples, mas não estamos medindo esforços para trabalhar forte e dialogar com a Compesa para que toda a população seja atendida. Afinal, nenhum cidadão merece conviver com esgoto diariamente”, destaca Heitor Leite.


Praia brasileira é eleita a melhor do mundo

por Adriana Rodrigues 23 de Fevereiro de 2017 às 18:00
categoria: Regional

O arquipélago de Fernando de Noronha é mesmo exibido. E acaba de ganhar mais um motivo para sê-lo.

Destino capaz de colocar um sorriso fácil em qualquer um que desembarca ali, Noronha acaba de ser eleita o endereço da melhor praia do mundo, segundo resultados do prêmio Travellers’ Choice 2017, divulgado pelo TripAdvisor.

O título considera as melhores avaliações dos usuários do site nos últimos 12 meses. Nesta edição, a Baía do Sancho ficou em primeiro lugar, antes de outros destinos cobiçados como Turcas e Caicos e Cuba.

Está é a quarta vez consecutiva que o Sancho lidera a lista das 10 melhores praias do mundo. Em 2016, a atração ficou em segundo lugar.

Além de cenográfica, a Baía do Sancho é uma das praias com melhor acesso de toda essa ilha, a pouco mais de 540 km de Recife, em Pernambuco.

A trilha de acesso, que também leva visitantes a Baía dos Porcos, é feita com madeira biossintética e conta com estrutura como sanitário, lanchonete e loja de souvenir.

A caminhada de 320 metros de extensão até a Praia do Sancho termina em um mirante de madeira sobre uma falésia, de onde se tem vista panorâmica da praia.

Para descer até a praia é necessário encarar dois lances de escadas verticais, por uma fenda na rocha, ou tomar um dos passeios de barcos que fazem parada para banho na entrada da baía do Sancho.

Quem segue por mais 282 metros de caminhada chega a outro cenário impactante, a Baía dos Porcos, onde se localiza o clássico Morro Dois Irmãos. (Com informações do Blog do Magno)


Mendonça liberou R$ 4 mi para modernização na Univasf

por Adriana Rodrigues 23 de Fevereiro de 2017 às 15:58
categoria: Regional

O Hospital Universitário da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf) tem promovido melhorias significativas na área de centro cirúrgico com a aquisição de equipamentos de ponta. Administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC), o hospital já recebeu, desde 2016, mais de R$ 4 milhões para a compra de equipamentos cirúrgicos.

Os recursos foram liberados pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, através da Ebserh. “Recentemente, a equipe de neurocirurgiões passou a ter à disposição um aspirador ultrassónico, utilizado na remoção de tumores cerebrais e do sistema nervoso central”, anunciou Mendonça Filho. O HU-Univasf é o único hospital da região detentor do aparelho que, através de um feixe de ultrassom, desprende apenas o tecido lesado, e com o sistema de sucção, remove o tumor de maneira minimamente invasiva.

As melhorias no aparato tecnológico do bloco cirúrgico já contribuíram para o número expressivo de 388 neurocirurgias realizadas em 2016. Somente em dezembro, foram 49 cirurgias. Esses números se tornam mais significativos quando se considera o alto grau de complexidade desses procedimentos, já que, em média, uma neurocirurgia leva no mínimo quatro horas para ser concluída.

De acordo com o chefe da Unidade Neuromuscular, Ricardo Brandão, a disponibilidade desses equipamentos é importante tanto para os pacientes quanto para os profissionais. “Ajuda muito a equipe, pois proporciona um conforto maior para quem está operando, aumentado a margem de segurança do neurocirurgião. O tempo cirúrgico e o tempo anestésico são abreviados, o que diminui todas as complicações que poderiam advir disso”, disse.

Ricardo Brandão ainda destacou que a aquisição dos aparelhos oportunizou a realização de procedimentos de alta complexidade sem a necessidade de transferir pacientes para centros maiores, como Recife ou Salvador. “Hoje, 95% dos casos neurológicos que nos chegam são atendidos localmente. Toda a equipe do HU está empenhada em promover uma saúde pública de qualidade. Temos tentado fazer o melhor possível pelos nossos pacientes”, afirmou o neurocirurgião.

Ao longo de 2017, novos equipamentos reforçarão a estrutura do bloco cirúrgico do hospital, conforme afirmação do chefe do Setor de Infraestrutura Física, Carlos Henrique Melo. “Em 2016 foi investido mais de R$ 1 milhão na modernização do centro cirúrgico. Além disso, foram investidos mais de R$ 3 milhões na compra de equipamentos que chegarão nos próximos meses. As seis salas no bloco cirúrgico estão sendo preparadas para terem porte para grandes cirurgias, após sete anos. Anteriormente, havia apenas duas com capacidade para estes procedimentos”, explicou.


Patrões recuam e trabalhadores da hortifruticultura do Vale têm direitos assegurados

por Simone Marques 23 de Fevereiro de 2017 às 14:00
categoria: Regional

Com a decisão, na semana passada, dos trabalhadores rurais da hortifruticultura do Vale do São Francisco em Pernambuco e Bahia de deflagrarem uma greve geral por tempo indeterminado, a classe patronal resolveu recuar. Não mais serão retirados direitos da categoria.

Foram assegurados itens como pagamento das horas in itinere (percurso de casa para o trabalho e vice-versa); remuneração de hora-extra; pagamento de salário no segundo dia útil; e transporte gratuito. Com isso, as entidades representantes da categoria encaminharam, em reunião, na tarde de ontem (22), suspender a greve.

Confederações, Federações e Sindicatos dos trabalhadores dos dois Estados comemoraram, pois além dos direitos assegurados, conquistas importantes foram registradas, a partir do que foi reivindicado na 23ª Campanha Salarial da categoria, iniciada em janeiro deste ano. Entre os avanços destacam-se a reposição integral da inflação, o que significa um piso salarial de R$ 973,07, e a concessão de botas de couro, ao invés das que são utilizadas hoje, em PVC (que trazem prejuízos à saúde) para todos os trabalhadores das fazendas.

 “A greve foi deflagrada com o objetivo de impedir a retirada de direitos assegurados em lei e na convenção. Então, o recuo da classe patronal representou a aceitação do pleito dos trabalhadores, o que motivou a suspensão da paralisação. Essa foi uma grande conquista para os assalariados, que ocorreu a partir de uma forte mobilização das bases, realizada pelos Sindicatos e pelos delegados sindicais. Por isso, o resultado foi muito positivo, até porque avançamos em vários pontos”, avalia o diretor de Assalariados Rurais da Contag, Elias D’Angelo.

O secretário geral da Confederação Nacional dos Trabalhadores Assalariados e Assalariadas Rurais (Contar), Everaldo Nazário Barreto, destacou a importância de os estados tomarem essa decisão de forma conjunta. “Foi um posicionamento muito maduro das entidades que representam a categoria, sabendo resistir no momento certo, e também negociar, quando necessário“, ponderou.

Campanha Salarial

Dados apontam que mais de 100 mil homens e mulheres atuam nessa área, sendo responsáveis pela produção de diversas culturas, que são comercializadas dentro e fora do país, promovendo o desenvolvimento da região. A última greve da categoria ocorreu há 13 anos.

A 23ª Campanha Salarial 2016/2017 dos Trabalhadores da Hortifruticultura Irrigada do Vale do São Francisco em Pernambuco e Bahia conta com a participação de Sindicatos dos Trabalhadores Rurais (STRs) de Belém do São Francisco, Inajá, Petrolina, Santa Maria da Boa Vista e Lagoa Grande (em Pernambuco); e de Abaré, Curaçá, Juazeiro, Sento Sé e Sobradinho (na Bahia); Federação dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Assalariados Rurais de Pernambuco (Fetaepe); e Federações dos Trabalhadores Rurais na Agricultura do Estado de Pernambuco (Fetape) e da Bahia (Fetag-BA), com o apoio da Contar, Contag, CUT, CTB e Dieese.(Ascom)

 

 


Nova atração: Maciel Melo se apresentará neste sábado no Carnaval de Petrolina

por Simone Marques 23 de Fevereiro de 2017 às 14:00
categoria: Regional

Os foliões de Petrolina terão um motivo a mais para se animar para o carnaval que se aproxima. É que além das atrações que já estavam confirmadas, os petrolinenses também poderão contemplar a musicalidade do cantor e compositor, Maciel Melo que se apresenta no próximo sábado (25).

A presença do músico pernambucano foi confirmada, nesta quarta-feira (22), após reunião entre o prefeito Miguel Coelho, o secretário estadual de Cultura, Marcelino Granja e a secretária municipal de Cultura, Turismo e Esportes, Maria Elena.

Nascido em Iguaraci, interior de Pernambuco, Maciel destacou-se na história da música nordestina com o clássico Caboclo Sonhador, sucesso nas interpretações de Flávio José e Fagner. Recentemente, o artista também deu destaque à musicalidade pernambucana através de participações especiais na novela Velho Chico.  Maciel se apresentará no sábado (25) às 22h30.(Ascom)


"Dívida de R$ 20 milhões da previdência é o maior calo de sua gestão", diz prefeito de Cabrobó

por Adriana Rodrigues 23 de Fevereiro de 2017 às 10:04
categoria: Regional

O novo prefeito da cidade de Cabrobó, Marcílio Calvalcante (PMDB), que enfrentou impasse quanto à homologação do resultado das eleições em 2016, saiu vitorioso quanto ao processo e teve seu cargo validado pelo TRE-PE.

Ao programa Nossa Voz desta quinta-feira (23), o peemedebista fez uma avaliação do primeiro mês de gestão. Para ele, a maior dificuldade é a crise econômica. "Como todas as prefeituras, o maior desafio é o financeiro, mas estamos confiante que vamos recuperar as finanças da prefeitura", disse.

As prioridades para o gestor, é saúde, eduação e limpeza urbana. "O processo da licitação é burocrático , mas a gente está fazendo isso com carinho pra que não tenhamos problema no Tribunal de Contas. O prefeito relatou que na cidade tem 139 professores fora da sala de aula, o que para ele constitui um aumento de folha, por precisar substituí-los. Segundo ele, o motivo dessa ausência, é apadrinhamento político e encostamento pelo INSS. 

De acordo com Cavalcante, ficou dinheiro em caixa do FNE e na Ação Social, porém há uma dívida de R$ 600 mil com transporte escolar. "O dinheiro que ficou só pode ser usado em suas respectivas áreas, por serem recursos carimbados", explicou.

Marcílio disse que a pior situação  é do INSS. "Hoje mesmo estamos negociando R$ 20 milhões da previdência privada de Cabrobó, isso é um calo para todo mundo, enquanto outras cidades tem recurso em caixa. E a gente aportou R$ 600 mil na previdência esse mês. Estamos encarando isso de frente, acaba com a estabilidade financeira. Jesus está na frente, as dificuldades estão sendo enfrentadas", garantiu.

Sobre os servidores, Marcílio adiantou que o pagamento da folha dos inativos está sendo efetuado hoje. 


Helder Barbalho: “Faltam apenas 4% para conclusão das obras do Projeto São Francisco”

por Adriana Rodrigues 22 de Fevereiro de 2017 às 17:26
categoria: Regional



Após sobrevoar e vistoriar trechos do Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco, o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, assegurou que faltam apenas 4% de execução física das estruturas para a conclusão das obras necessárias à passagem da água no maior empreendimento hídrico do País. “A água chegará ao estado da Paraíba até o início de março. Nós conseguimos em dez meses estabelecer um prazo e estamos cumprindo. Estamos com 96% de conclusão, falta muito pouco”, destacou. Acompanhado do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, o ministro verificou nesta quarta-feira (22) o funcionamento de estruturas em Floresta, Custódia e Sertânia, em Pernambuco, e das bombas flutuantes cedidas pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), responsáveis pela antecipação da chegada da água à região em aproximadamente 45 dias.

 

De acordo com Helder Barbalho, a previsão é de que já no dia 6 de março seja realizada a entrega da água no açude Poções, permitindo que o ‘Velho Chico’ chegue ao estado paraibano. “Em seguida, a água segue para o açude Camalaú, pelo rio Paraíba,  abastecendo toda a região, em especial a área metropolitana de Campina Grande. Essa parceria com o governo de São Paulo garantiu o enchimento do reservatório de Braúnas, antecipando o prazo de passagem da água. E agora, mais uma vez, as bombas estão sendo fundamentais para que não tenhamos que esperar o reservatório de Copiti estar todo cheio e prosseguir com a integração do São Francisco”, ressaltou o ministro.

 

Os quatro conjuntos de motobombas estão operando neste momento no reservatório de Copiti, em Custódia, e têm acelerado o enchimento das estruturas. Segundo o governador Geraldo Alckmin, as bombas - cedidas em dezembro do ano passado - foram utilizadas em 2014, durante a seca prolongada que atingiu a região metropolitana de São Paulo, no Sistema Cantareira. “São superbombas, potentes. Permitem que a água chegue com mais celeridade a quem necessita. Estou vendo aqui o funcionamento das bombas agora servindo a Pernambuco, a Paraíba, no Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco”, ressaltou.

 

A comitiva também vistoriou três estações de bombeamento (EBV-3, 5 e 6), estruturas responsáveis por elevar a água do rio São Francisco de um terreno baixo para outro mais elevado. Com 217 quilômetros, o Eixo Leste vai beneficiar os estados de Pernambuco e da Paraíba. São seis estações de bombeamento - quatro delas já em operação -, além de cinco aquedutos, um túnel, uma adutora e 12 reservatórios, dos quais sete estão cheios.

 

A água do ‘Velho Chico’ avançou por mais de 117 quilômetros nos canais deste eixo. “A água chega, já amanhã, à quinta estação de bombeamento, que está pronta e testada. Em seguida, segue pela estação número 6, que é a última do eixo, e continua o curso até o Túnel Giancarlo, já na divisa com estado da Paraíba”, detalhou Helder Barbalho.

 

Eixo Norte - Com 94,5% de obras físicas executadas, o Eixo Norte está previsto para ser concluído no segundo semestre deste ano, após finalização de serviços necessários à passagem da água do rio. As etapas 2N e 3N desse Eixo estão em ritmo final de construção. O edital de licitação da primeira etapa (1N), referente à contratação de uma nova empresa para dar continuidade às obras não executadas pela Mendes Júnior, foi publicado em janeiro deste ano. Atualmente, o Ministério da Integração Nacional analisa as propostas e a documentação da construtora que ofertou o menor preço. A previsão é de que o contrato para as obras seja assinado até o mês de março.

 

Para garantir o abastecimento de água a outras regiões da Paraíba, que serão atendidas pelo Eixo Norte do Projeto São Francisco, o ministro Helder Barbalho assegurou que o Governo Federal destinará recursos da Defesa Civil para a implantação de adutoras de engate rápido, enquanto prosseguem as obras naquele trecho. “Receberemos da companhia de saneamento do estado da Paraíba o projeto para uma adutora de engate rápido do reservatório Corema Mãe D’agua até Patos e, assim, minimizar os efeitos da seca na região, beneficiando o mais rápido possível cerca de 100 mil paraibanos”, acrescentou.

 

Garantia de água - Quando totalmente finalizado, o Projeto São Francisco irá beneficiar mais de 12 milhões de pessoas em Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. A obra contemplará 390 municípios nestes Estados que, após atender a prioridade de abastecimento, poderá impulsionar o desenvolvimento socioeconômico com a geração de renda das famílias por meio do aproveitamento da água dos reservatórios locais.


Miguel Coelho recebe secretário estadual de Cultura e define últimos detalhes do Carnaval

por Adriana Rodrigues 22 de Fevereiro de 2017 às 15:47
categoria: Regional



 A poucos dias da abertura do Carnaval de Petrolina, o prefeito Miguel Coelho reuniu-se com o secretário estadual de Cultura, Marcelino Granja, para discutir os detalhes finais da folia na capital do São Francisco. O encontro ocorreu na sede da Prefeitura e contou ainda com a presença da secretária municipal de Cultura, Turismo e Esportes, Maria Elena Alencar.  

 

A novidade definida durante o encontro foi a confirmação de uma atração extra no polo principal, na Orla, o cantor Maciel Melo. Além do cantor, o palco à beira do São Francisco receberá 16 atrações durante os dias 25 e 28 de fevereiro com apoio cultural do Governo do Estado. O evento ainda terá um palco montado na Praça 21 de Setembro com orquestras e bandas de frevo.   

 

Na conversa com Miguel, o secretário de Cultura garantiu fortalecer a parceria para a folia em Petrolina nos próximos anos. "Já foi uma conquista importante transformar nosso Carnaval num polo oficial do Governo de Pernambuco. Mas nosso objetivo é consolidar e ampliar o evento nos próximos anos, e o secretário nos assegurou que o Governo do Estado vai priorizar ainda mais nossa cidade a partir de agora", destacou o prefeito Miguel Coelho após o encontro.      

 


Codevasf dá continuidade a ação que garante água para comunidades do semiárido pernambucano

por Simone Marques 22 de Fevereiro de 2017 às 14:00
categoria: Regional

Cerca de 1,2 mil pessoas que convivem, no semiárido pernambucano, com os efeitos das estiagens prolongadas, terão seu acesso a água assegurado este ano. Investimento de R$ 4,5 milhões está sendo destinado pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf) à perfuração e instalação de 98 poços artesianos mais a montagem de equipamentos hídricos – que incluem, entre outros itens, catavento, motobomba, caixas de água e bebedouro para animais.

A ação tem parceria com a prefeitura de Petrolina, que vai cadastrar, validar e auxiliar no acompanhamento da execução das obras. Os recursos federais integram o programa Água para Todos e vão beneficiar, entre outras, as comunidades de Cristália, Simpatia, Rajada, Pau-Ferro, Uruás, Cruz de Salinas, Caititu, Baixa Alegre, Aranzel, Almas, Ponta da Serra, Atalho e Primazia. 

“Com isso, a Codevasf dá seguimento a uma ação voltada para regiões de seca que, em 2016, melhorou as condições de vida de quase 3 mil famílias rurais moradoras do sertão e agreste pernambucano”, destaca o superintendente regional da Codevasf em Pernambuco, Aurivalter Cordeiro.

Foram perfurados e instalados no ano passado 280 poços em comunidades de 30 municípios de Pernambuco inseridos na atuação da 3ª Superintendência Regional da Codevasf - um investimento de mais de R$ 9 milhões.

Os recursos aplicados foram oriundos do Orçamento Geral da União, destinados à Codevasf por emendas parlamentares, e também do Ministério da Integração Nacional por meio do programa Água para Todos. Cada poço possui um reservatório individual com capacidade para 10 mil litros, e cada reservatório é dotado de três torneiras e um bebedouro para animais.

José Antônio Barboza, 49 anos, é morador do sítio Icó de Né Gomes, zona rural de Petrolina, onde produz e vive com uma família grande: esposa, cinco filhos e quatro netos. Um poço perfurado e instalado pela Codevasf está garantindo a dessedentação dos pequenos animais criados por dez famílias da comunidade que antes, assim como seu José, eram obrigadas a comprar água em carros pipa a cada duas semanas para assegurar a sobrevivência das criações.

“Se não fosse o poço, eu tenho certeza que esses bichos daqui da região já teriam morrido. A seca tá muito grande, faz tempo que não chove, mas o poço garante água pra nós”, atesta o produtor familiar.

As comunidades já beneficiadas pela Codevasf em Pernambuco com a perfuração e instalação de poços estão localizadas nos municípios de Afogados da Ingazeira, Afrânio, Águas Belas, Araripina, Arcoverde, Belém do São Francisco, Bodocó, Buíque, Carnaíba, Carnaubeira da Pena, Custódia, Floresta, Iati, Ibimirim, Inajá, Ipubi, Itacuruba, Jatobá, Manari, Orocó, Parnamirim, Pesqueiro, Petrolândia, Petrolina, Santa Cruz da Baixa Verde, São José do Egito, Serra Talhada, Tacaratu, Trindade e Tuparetama.

Os poços perfurados e instalados pela Codevasf no semiárido são uma tecnologia de convivência com a seca que se divide em dois tipos: poços sedimentares e cristalinos.

Os sedimentares são perfurados nos locais que possuem manchas de sedimentos (arenito, calcário), escavados a profundidades que podem variar de 100 a 200 metros, e fornecem grandes volumes de água oriunda do lençol freático. A captação da água é feita por meio de motobombas de alta potência.

O poço tubular em áreas cristalinas é perfurado e instalado em regiões de subsolo rochoso, entre 50 a 80 metros de profundidade, e a água é captada das fendas nas rochas, onde se acumula água. O volume é menor, e a captação é feita por catavento ou por bomba submersa.

A perfuração e instalação de poços oferecem alívio para a população que vive e produz em áreas onde a ausência de água encanada é agravada pela seca prolongada.(Ascom)