asdasdasdasd

Tradicional espetáculo ‘A Crucificação’ será encenado amanhã em Petrolina

por Adriana Rodrigues 13 de Abril de 2017 às 17:20
categoria: Religião

Um dos momentos mais marcantes da história do cristianismo, a Crucificação de Cristo, será encenada nesta sexta-feira (14), em Petrolina. O espetáculo será feito pelo grupo de teatro Guterima com apoio da Prefeitura e acontecerá às 20h30, na Concha Acústica da cidade.

A peça tem direção geral de José Geraldo e uma equipe de cerca de 200 pessoas, entre atores, figurantes, equipe técnica e produção. Há 39 anos, o espetáculo narra os últimos momentos de vida de Jesus, sua prisão, crucificação e ressurreição.

O espetáculo começa na lateral da Catedral com as cenas: ‘Tentação de Cristo’; ‘Convocação dos Apóstolos’; ‘Última Ceia’; ‘Agonia e Prisão’. Em seguida em frente à Catedral acontece a cena ‘Sinédrio de Caifas’. O cortejo prossegue para a Concha Acústica onde acontece as cenas finais de ‘Pilatos’; ‘Caminhada para o Calvário’; ‘Ressurreição’ e ‘Ascensão de Cristo’. A entrada é gratuita.


'A Semana Santa não é comemoração, é contemplação', enfatiza Bispo Dom Manoel

por Redação Nossa Voz 13 de Abril de 2017 às 09:42
categoria: Religião

A Catedral e as paróquias de Petrolina prepararam uma programação especial para o período da Semana Santa, que deve seguir até o domingo, dia 16. Segundo o Bispo Dom Manoel, a Igreja Catedral terá momentos de confissões, missas, procissão entre outras celebrações. Entretanto, o Reverendíssimo alerta que o momento não é de comemoração e luxuria e sim de adoração e reflexão. “A semana Santa não é comemoração, é contemplação. É o convite de quem sofreu por nós na Cruz. Ovo de páscoa, bom vinho e ceia farta é secundário perante o momento de um Deus que vem ao nosso encontro”, destacou.

O Reverendíssimo ainda fez uma reflexão sobre a atual situação do país e disse que é lamentável as pessoas amarem mais ao dinheiro do que a Deus. “A maior crise que o Brasil passa não é ética, é a moral. A base está em adorar o 'bezerro de ouro'. Amam mais o dinheiro do que a Deus e isso é secundário. Isso é triste e lamentável”, disse, fazendo referência a uma passagem bíblica, no livro de Êxodo 31:18 – 32:1-35, que discorre sobre a história do povo de Israel que cometeu um pecado muito grave: adorar uma imagem.

“Os serem humanos estão se destruindo. Ou aprendemos a viver juntos como irmãos, ou morremos como loucos. Isso é a cegueira espiritual pelo apego desnecessário e exagerado pelas coisas espirituais”, concluiu o Bispo Dom Manoel.

Confira a programação da Semana Santa na Catedral de Petrolina

Quinta-feira (13) - Tríduo Pascal.

9h - Confissões individuais na Catedral

17h - Ceia do Senhor, com lava pés e translado do Altíssimo na Igreja Catedral.

19h - Adoração ao Santíssimo das 19h às 23h.

Sexta-Feira (14)

5h - Procissão do Encontro. A imagem do Senhor dos Passos sairá da Catedral conduzida por homens e a imagem de Nossa senhora das Dores sairá da Igreja Matriz conduzida por mulheres. Ambas vão se encontrar no Hospital Dom Malan, no Centro de Petrolina. 

6h - Ofício Divino nas comunidades.

8h - Adoração Silenciosa a Jesus Sacramentado, meditação e confissões individuais.

9h - Celebração pentecostal na Capela São José.

16h30 - Celebração da Paixão do Senhor na Catedral.

Sábado (15)

6h - Ofício da Imaculada e devoção das sete dores de Nossa Senhora.

20h - Glorioso Anúncio da Ressurreição do Senhor. Neste momento os fiéis podem levar água para benzer e devem ir vestidos com roupas brancas.

Domingo (16)

7h30 - Missa na Catedral.

7h30 - Missa na Capela São José.

9h - Missa na Catedral.

17h - Missa na Catedral.

19h30 - Missa na Catedral.


Campanha da Fraternidade 2017 será debatida em Juazeiro no dia mundial da água

por Redação Nossa Voz 17 de Março de 2017 às 08:35
categoria: Religião

Na natureza tudo é interligado. Uma vida só pode existir porque outra lhe dá as condições. Por isso quando essa rede não é respeitada os desastres afetam a todos. Infelizmente no Brasil, tão rico em fauna e flora, os riscos de exploração e destruição em cada um de seus biomas é algo preocupante.

Com o objetivo de despertar a atenção da sociedade para o problema, a Igreja católica lançou em todo o país a Campanha da Fraternidade 2017, com o tema “Biomas brasileiros e defesa da vida”. Em território nacional a campanha segue até a Páscoa, mas conta com iniciativas que visam perdurar no tempo (confira no final do texto).

Em Juazeiro, a Diocese fará no dia mundial da água – 22 de março, quarta-feira – uma coletiva sobre a campanha a nível local, através de uma coletiva de imprensa. Estarão presentes o bispo Dom Beto Breis e Roberto Malvezzi (Gogó), especialista no tema, membro da Comissão Pastoral da Terra e um dos autores do texto-base da CNBB sobre os biomas. O evento acontecerá às 9h na Catedral N. Sra. das Grotas.

A caatinga será um dos principais assuntos. Bioma essencialmente brasileiro, mas que em diversos locais passa por um avançado processo de desertificação, e onde muitas populações ainda sofrem pela pobreza extrema, a caatinga ainda carece de ser mais bem conhecida e preservada. Um dos principais desafios ainda é o preconceito que impede de ver o potencial da região quando se aprende a conviver com o semiárido.

O Brasil é oficialmente composto por seis biomas: caatinga, Amazônia, cerrado, pantanal, mata atlântica e pampa. Cada um sendo caracterizado por uma rede de seres vivos que dividem uma mesma região, com vegetação própria, clima uniforme e uma história comum. A defesa de cada bioma passa por mudanças de atitude individuais e coletivas que toda a sociedade é chamada a empreender.

Campanha sugere ações concretas para cuidado com os biomas:



1 – Incentivar a criação de um projeto de lei que impeça o uso de agrotóxicos;

2 – Apoiar os povos tradicionais nas mobilizações e nas lutas por direitos e regularização de seus territórios;

3 – Fortalecer as iniciativas como as cooperativas, baseadas no agroextrativismo;

4 – Promover a conscientização quanto ao descarte adequado dos resíduos sólidos e esgotos sanitários para preservar os rios, lagoas e igarapés.

5 – Fomentar ações relacionadas a despoluição e revitalização das bacias hidrográficas e baías;

6 – Incentivar o desenvolvimento de projeto de preservação e valorização das frutas e ervas medicinais;

7 – Desenvolver a captação de energia solar descentralizada, como fonte de renda para as famílias e produção de energia;

8 – Reformular e ampliar a rede de captação de água de chuva para beber e produzir;

9 – Fortalecer as políticas públicas para melhoria do saneamento básico e transporte público de qualidade;

10 – Reforçar a Rede Panamazônica (Repam), como espaço de articulação e intercâmbio das várias redes eclesiais que atuam em conjunto na sociedade amazônica;


Paróquias de Petrolina celebram nesta quarta-feira início da Quaresma e da Campanha da Fraternidade 2017

por Simone Marques 1 de Março de 2017 às 09:40
categoria: Religião

“Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e o lema “Cultivar e guardar a criação”. Esse é o tema da Campanha da Fraternidade que se inicia hoje (01), quarta-feira de cinzas e é marcada pelo empenho de todos em favor da solidariedade e fraternidade, sempre abordando temas atuais, que a cada ano propõe uma transformação social e comunitária, seja em desafios sociais, econômicos, culturais e até mesmo religiosos, onde toda a população envolvida na Campanha da Fraternidade é convidada a ver, julgar e agir.

Nesta quarta-feira também se inicia a Quaresma, ou seja, dos quarenta dias que a igreja chama os fiéis a converter-se e a preparar-se verdadeiramente para viver os mistérios da paixão, morte e ressurreição de Cristo durante a semana santa. 

Padre Antônio Moreno disse ser uma alegria cristã, pois começa o tempo de penitência que a igreja católica começa os quarenta dias dedicados à busca da conversão, renovação e transformação da vida espiritual."Começa com o rito das cinzas que é um gesto que teve início com a igreja primitiva, era e continua sendo sinal de penitência, humildade e desejo de se converter. Então hoje em todas as nossas paróquias em Petrolina como no interior há a celebração eucarística na qual se impõe as cinzas, e o Padre ou Ministro diz: Tu és pó e ao pó há de voltar".

"Jesus propõe pra nós os três exercícios quaresmais que é o Jejum, a esmola e a oração. A oração para que busquemos mais ligação com Deus, a fraternidade, solidariedade para a relação com nosso irmão e o jejum é abster-se de algumas coisas para que cresça a liberdade no ser humano e a gente possa cuidar da natureza e da criação que Deus fez para todos nós", explicou.

Ainda sobre a programação de missas durante todo o dia desta quarta-feira (01) nas igrejas da Diocese de Petrolina, Padre Antônio explicou que se iniciou logo cedo às 06h25 da manhã na igreja da Matriz, às 17h na Catedral e a noite bairro São José. O Padre lembrou que em todas as paróquias celebram o início da Quaresma e a Campanha da Fraternidade, pois é o começo pela busca da conversão, aprofundamento e reflexão.  

   

       


Juventude Católica de Juazeiro realiza ato em defesa da vida neste domingo (18)

por Redação Nossa Voz 16 de Dezembro de 2016 às 09:49
categoria: Religião

A juventude católica de Juazeiro promove neste domingo (18), uma caminhada orante e silenciosa em defesa da vida, saúde, educação, contra o aborto, extermínio de jovens, violência e outras causas divergentes ao projeto do reino de Deus e da família.

A concentração será na Praça da Misericórdia, Centro da cidade, às 17h, onde haverá momentos de reflexão e oração. De lá, os participantes seguem para a Catedral-Santuário Nossa Senhora das Grotas, culminando com a Santa Missa às 19h30.

O ato é organizado pelo Setor Diocesano da Juventude e dezenas de pessoas são aguardadas para participar da mobilização. A orientação é que todos devem estar vestidos de branco.

Atualmente, ao menos dois Projetos de lei tramitam na Câmara Federal com novas regras para tentar impedir a legalização do aborto.

“Nossa ideia é defender a vida desde o primeiro momento até o último segundo. A vida precisa ser respeitada, bem como os direitos básicos de educação e saúde, os quais na ausência ferem a dignidade humana”, disse o referencial do Setor da Juventude, Diácono Diego Monteiro.


Igreja arrecada bíblias para doações no natal

por Redação Nossa Voz 5 de Dezembro de 2016 às 12:40
categoria: Religião

Com o Natal chegando, diversas instituições estão promovendo ações solidárias em Petrolina. Uma delas, é a Igreja Pentecostal Casa de Oração Nova Aliança. Eles estão recebendo roupas, alimentos não perecíveis e, principalmente, bíblias novas e usadas. Todo o material será doado à pessoas, abrigos e centros de recuperação da cidade.

Em entrevista ao Nossa Voz, o pastor Guilherme Ferreira, que está a frente da campanha, explicou como surgiu a ideia da campanha."Nas nossas andanças, vimos que as pessoas não querem apenas roupas e comida. Eles também pedem para ler a bíblia e Deus tocou o nosso coração em fazer essa campanha. Além do alimento, distribuímos também a palavra de Deus", comenta.

Os interessados em ajudar podem fazer a doação na própria igreja, que fica localizada na Rua Ataulfo Alves, nº 19, Bairro Ouro Preto, até o dia 22 de dezembro. A igreja também disponibiliza um voluntário para receber os materiais em qualquer lugar da cidade. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (87) 98871-7568.

Por Gabriela Canário 


Santa Maria da Boa Vista abre festejos da Padroeira Nossa Senhora da Conceição

por Adriana Rodrigues 30 de Novembro de 2016 às 08:47
categoria: Religião

Foi aberta nesta segunda (28) a festa em honra à Nossa Senhora da Conceição (padroeira de Santa Maria da Boa Vista).

Uma carreata concentrou-se na Capela São José e saiu pelas principais avenidas da cidade em direção a Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, onde vários fiéis aguardavam a imagem de Nossa Senhora da Conceição.

O Padre convidado para abertura do evento religioso que é uma tradição de mais 200 anos na cidade foi o Pe. Erasmo da diocese de Salgueiro.

Entre as novidades da festa aconteceu o anúncio de que um dos filhos da terra, o Diácono, Júnior Bedôr será ordenado Padre pelo Bispo Dom Manoel em Fevereiro de 2017, na Cadetral de Petrolina. Também como novidade da noite o Pe. José Guimarães (Pároco de Santa Maria da Boa Vista) mudou uma tradição e realizou o levantamento da bandeira de N.S da Conceição antes da celebração, o que só ocorria após a celebração de abertura da festa. Segundo o Pe. José Guimarães “eu preferir fazer no início com esse sentido... com essa simbologia de que, a gente está abraçando a causa”.

O novenário de Nossa Senhora da Conceição em Santa Maria da Boa Vista tem como tema este ano “ Maria, mãe da Eucaristia ensina-nos a viver a comunhão em família”, e vai até o dia 07 de dezembro. No dia 08 de Dezembro acontecerá a primeira comunhão com mais de 70 crianças em missa solene celebrada por Dom Manoel. (Com informações Carlos José BVFM)


Comunidade Petrolinense vive preparativos para o Novenário de Nossa Senhora Rainha do Anjos

por Adriana Rodrigues 6 de Julho de 2016 às 12:01
categoria: Religião

A comunidade católica de Petrolina já vive os preparativos para o Novenário em homenagem à padroeira da cidade, Nossa Senhora Rainha dos Anjos. Para divulgar a programação foi realizada na manhã desta quarta-feira (06), uma coletiva de imprensa.

A festividade começará no dia 6 de agosto e se encerrará no dia 15, quando ocorrerá a grande festa em homenagem à padroeira. O tema deste ano é:"Rainha dos anjos porta santa da misericórdia intercedei por nós", a justificativa do tema é que a santíssima virgem foi a porta através da da qual a misericórdia de Deus por Jesus Cristo, entrou no mundo...

"Extasiados por tão grande graça, celebremos louvores à mãe de Deus, nossa senhora rainha do anjos, padroeira de Petrolina e da diocese. Participemos fervorosamente!", convite foi lançado pelo Vigário Geral Mons. Milton Porfírio dos Santos e o Dom Manoel dos Reis de Farias, Bispo Diocesano. 

Dom Manoel informou também que todos os recursos arrecadados na novena deste ano, serão revertidos para a reforma da Igreja Matriz, que precisa de reparos, principalmente no telhado. Não há ainda uma previsão de custos, mas, por ser um templo histórico, a reforma precisará ser cuidadosa e demandará o esforço coletivo de toda a Diocese, salientou o bispo diocesano.

Dia 05 será realizada carreata de traslado da Imagem Peregrina da Capela São José (Bairro São José) para Igreja Matriz com o seguinte roteiro: Saída às 19h da Capela São José, Rua Zélia Mathias, Av. Cardoso de Sá (Orla), Av. Joaquim Nabuco, Rua Aristarco Lopes-Igreja Matriz. As novenas seguirão até o dia 14. Já no dia 15, data da celebração da Rainha dos Anjos, haverá procissão pelas ruas de Petrolina com saída às 17h da da Igreja Matriz, Rua Aristarco Lopes, Av. Joaquim Nabuco (sentido Orla), Av. Cardoso de Sá (Orla), Rua Zélia Mathias, Avenida Integração, sentido Monunmento da Integração e finalizando com uma grande missa na Catedral.


Campanha da Fraternidade Ecumênica será lançada oficialmente nesta quarta

por Neya Gonçalves 9 de Fevereiro de 2016 às 12:32
categoria: Religião

A Campanha da Fraternidade Ecumênica (CFE) 2016 será lançada, oficialmente, no dia 10 de fevereiro. O tema da Campanha é “Casa Comum, nossa responsabilidade”. O lema bíblico é “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca”. (Am 5.24)

O objetivo chamar atenção para a questão do direito ao saneamento básico para todas as pessoas, buscando fortalecer o empenho, à luz da fé, por políticas públicas e atitudes responsáveis que garantam a integridade e o futuro da Casa Comum, ou seja, do planeta Terra.

A Campanha da Fraternidade Ecumênica é realizada pelo Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC) e assumida pelas igrejas-membro: Católica Apostólica Romana, Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, Episcopal Anglicana do Brasil, Presbiteriana Unida do Brasil e Sírian Ortodoxa de Antioquia. Além dessas igrejas, estão integradas à Campanha a Aliança de Batistas do Brasil, Visão Mundial e Centro Ecumênico de Serviços à Evangelização e Educação Popular (CESEEP).

Este ano, a CFE terá dimensão internacional, pois será realizada em parceria com a Misereor – entidade da Igreja Católica na Alemanha que trabalha na cooperação para o desenvolvimento na Ásia, África e América Latina.

Contextualização – O Brasil é um dos países com o índice mais alto de pessoas que não possuem banheiro com quase 7,2 milhões de habitantes, de acordo com o Progress on Sanitation and Drinking-Water, 2014. Cerca de 35 milhões de pessoas não contam com água tratada em casa e quase 100 milhões estão excluídas do serviço de coleta de esgotos, como aponta publicação, de 2015, do Instituto Trata Brasil. (Com informações do Conic)

Ainda de acordo com o Trata Brasil, a cada 100 litros de água coletados e tratados, em média, apenas 67 litros são consumidos. Contudo, 37% da água no Brasil é perdida, seja com vazamentos, roubos e ligações clandestinas, falta de medição ou medições incorretas no consumo de água, resultando no prejuízo de R$ 8 bilhões. A soma do volume de água perdida por ano nos sistemas de distribuição das cidades daria para encher seis sistemas Cantareira. Eis o porquê de se falar desse assunto, uma vez que afeta a saúde pública, a dignidade humana, a sustentabilidade do planeta e, também, a economia.


CELPE corta energua de assentamentos e famílias fecham Trevo de Ibó

por Karine Paixão 18 de Dezembro de 2015 às 10:06
categoria: Religião



Cerca de 2 mil trabalhadores e trabalhadoras rurais atingidos pela Barragem de Itaparica, e que estão assentados no Projeto Fulgêncio, em Santa Maria da Boa Vista, estão ocupando, neste momento, as BRs 428 e 116, nas proximidades do Trevo do Ibó, em Cabrobó.  Eles cobram que seja reativada imediatamente a energia pois o corte tem impossibilitado o bombeamento de água para consumo humano e a produção, prejudicando cerca de 15 mil pessoas. Houve também desligamentos de energia nos assentamentos Manga de Baixo, em Belém do São Francisco, e Icomandantes, em Petrolândia, todos integrantes do Sistema Itaparica.

 

Representando as famílias atingidas, a coordenação do Polo Sindical dos Trabalhadores Rurais do Submédio São Francisco e a Fetape disseram já ter feito contato com a Codevasf, com a Chesf e com a Secretaria Nacional de Irrigação para que o problema seja resolvido, já que a Celpe alega que a suspensão da energia ocorreu por falta de pagamento. Os manifestantes garantem que só irão liberar as rodovias quando houver o religamento.

 

Está não é a primeira vez que as famílias sofrem com essa situação. Este ano, outros protestos já ocorreram pelo mesmo motivo. No entanto, havia um compromisso do Governo Federal  com os assentados de que esse problema não se repetiria.

 

Para entender

 

A área inundada pela usina, o lago de Itaparica, que se estende por 150 km e cobre uma superfície de 83.400 hectares dos estados da Bahia e de Pernambuco, resultou no reassentamento de Itaparica, a fim de compensar o impacto causado sobre, aproximadamente, 10,5 mil famílias que moravam na localidade, das quais 4,6 mil (cerca de 21 mil pessoas) na zona urbana e 5,9 mil (cerca de 19 mil pessoas) na área rural, entre essas 200 famílias indígenas da tribo Tuxá.

 

Desde o início da criação do reassentamento de Itaparica, em 1987, ficou definido pelo Governo Federal que, após a implantação dos projetos de irrigação, a empresa pública que assumiria o controle e o acompanhamento de suas operacionalizações seria a Codevasf. Isso foi decidido em função da empresa ser órgão do governo que atua no desenvolvimento da região, e por ter foco e experiência na implantação e administração em Perímetros Públicos de Irrigação. 

 

Pela mesma razão, a participação da Codevasf na administração, operação e manutenção dos perímetros irrigados de Itaparica, após as suas construções e implantações, foi uma exigência do Banco Mundial para a liberação dos financiamentos e prontamente atendida, na época, pelo Ministro Extraordinário da Irrigação.

 

O primeiro convênio foi assinado em 1990. Nele, coube à Codevasf assumir a operação e manutenção da infraestrutura de irrigação e drenagem, como forma de apoio ao convênio. A Chesf, por sua vez, ficou responsável por garantir o suporte econômico-financeiro ao convênio, transferindo todos os recursos necessários para a execução das ações previstas. De lá para cá, foram três convênios. 

 

No entanto, em um Plano de Mobilização dos Reassentados/as, há relatos de situações de precariedade em torno da  infraestrutura de assistência técnica e extensão rural, irrigação, serviços de operação e manutenção, dentre outros. (Ascom)