asdasdasdasd

Fórum de Mulheres avalia resultados e planeja novas estratégias para os próximos anos

por Adriana Rodrigues 12 de Abril de 2017 às 18:21
categoria: Sertão do Araripe

As avaliações de resultados e assuntos atuais relacionados aos direitos e deveres das mulheres foram realizados em Ouricuri durante um encontro de grupos e Fóruns, na sede da ONG Caatinga. Para a coordenadora do Fórum no Sertão do Pajeú, foi uma reunião diferente, onde foi possível mostrar umas às outras as dificuldades que existem em cada região. “A gente conseguiu chegar aqui em uma outra região pra fazer um trabalho legal com um bom número de mulheres, a empolgação que elas têm e a força de vontade de está particiando de uma forma expressiva de falar, de dar opinião e trazer opções de açoes e avaliações para que a gente possa realizar novas estratégias para os próximos anos, isso é muito válido. Muitas vezes a gente é criticada de que não tem o que fazer, deixa casa e marido, mas na verdade, estamos numa luta que não é só nossa, mas de todas as mulheres e nossa esperança é que futuramente tenhamos mais mulheres nessa luta por nossos direitos”, disse Fátima.

Eliane Nascimento coordena o Fórum na Mata Sul ela comenta que mesmo com as críticas, os resultados tem sido proveitosos, que existe uma esperança de conquistar mais mulheres para esse objetivo que existe contra a perca de direitos. “Hoje estamos montando essas novas estratégias, é uma bandeira de luta que a gente não perde nunca, desde quando estruturamos esse movimento que foi baseado na violência contra a mulher, infelizmente isso vem aumentando em nosso estado, queremos estratégias mais agressivas na luta pelo fim da violência e também pensamos em estratégias imediatistas, porque eu espero que essa bandeira de golpe e falta de estrutura politica em nosso páis atualmente e que vem tirando nossos direitos não dure”, lamenta Eliane Nascimento.

As estratégias elaboradas no encontro serão debatidas na próxima reunião, além dos debates, as mulheres participaram de momentos de lazer e cultura. (Com informações Cidinha Medrado/Fotos: Fórum de Mulheres PE)