asdasdasdasd

Projeto da Facape faz doação de computadores para ONG que atende mulheres

por Redação Nossa Voz 15 de Dezembro de 2016 às 08:29
categoria: Tecnologia

Para contribuir com o desenvolvimento social e a inclusão digital, a Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape), vem desenvolvendo, através do projeto ‘Lixo Eletrônico’, uma importante ação no Vale do São Francisco com a doação de equipamentos recuperados pelo projeto. Cinco computadores restaurados por participantes do programa de extensão da Facape foram doados  ao projeto ‘União das Mulheres’, que atende mulheres oferecendo oficinas, capacitações, apoio psicológico entre outros serviços. A sede da União das Mulheres fica situada no bairro Quidé em Juazeiro.

A coordenadora da União, Francisca da Costa Cunha, falou sobre a importância da doação para a realização dos trabalhos desenvolvidos dentro do projeto. “Isso é um sonho que está sendo realizado, com esta doação iremos montar nosso laboratório e promover cursos com acesso à internet e tudo mais que os computadores podem oferecer para a comunidade”.

Para o professor e coordenador do projeto ‘Lixo Eletrônico’, Eduardo Brito, a inclusão digital é uma necessidade de todo indivíduo e o trabalho de extensão desenvolvido na Facape pode facilitar essa inclusão. “O projeto vem contribuindo com a comunidade através da doação desses equipamentos, permitindo que telecentros e laboratórios sejam montados, possibilitando a comunidade menos favorecida acesso a tecnologia, proporcionando inclusive o crescimento profissional das pessoas”, declarou o coordenador. Além da recuperação de dispositivos eletrônicos a Facape também oferece cursos de informática básica para inclusão digital.      

Doações

O projeto de reciclagem do Lixo Eletrônico da Facape recebe todo tipo de equipamento eletrônico e tem um foco em recuperação de  dispositivos de informática, através de técnicas vistas em sala de aula nos cursos de Ciência da Computação e Gestão de Tecnologia da Informação.

O professor Eduardo explicou que na doação de computadores ao projeto União das Mulheres foram recuperados várias doações feitas por empresas ou pessoas, “Em um único computador recuperado pode ter equipamentos/dispositivos de várias doações recebidas”.