asdasdasdasd

Com alta oferta, pequenos produtores de Ponta da Serra sofrem com queda no preço das frutas

por Gabriela Canário 3 de Dezembro de 2018 às 12:40
categoria: Agricultura

Com o aumento da oferta de algumas frutas em Petrolina, pequenos produtores de frutas estão sendo obrigados a suspender a colheita de culturas como coco, acerola e banana porque não está havendo a saída destas produções, que teve uma queda de cerca de 40% no preço com relação ao início do ano.

De acordo com o Presidente da Associação dos Produtores Rurais de Ponta da Serra, Jonicélio Coelho, o mercado está saturado e, com isso, os preços baixaram bastante, gerando prejuízos para os agricultores da comunidade. A queda de preços está sendo desenfreada. Uma caixa de acerola que era vendida a 28 reais, hoje vale apenas 16.

Ponta da Serra possui 23 lotes e o mesmo número de famílias que vivem exclusivamente da produção. “A gente trabalha numa área de pequenos produtores e precisa de muito apoio. A produção é grande e estamos tendo com dificuldade porque tem umas frutas que estão com dificuldade de preço e a gente tem custos altíssimos para manter a Associação. A gente teve muita acerola derramada e outra desperdiçada por falta de mercado”, relatou o presidente em entrevista ao Nossa Voz.

Adutora danificada

Outro problema enfrentado pelos agricultores de Ponta da Serra está relacionado ao abastecimento de água. Jonicélio conta que a tubulação na localidade é de cano de ferro. A garantia, ele conta, era de sete anos. Mas já se vão 20 desde a inauguração. De lá para cá, 23 vazamentos tiram o sossego de quem precisa plantar e colher. Os canos estão cheio de ferrugem. Quando tira de um ponto estoura em outro”, explicou o presidente. Sem respostas, a Associação pretende entrar com uma ação contra a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (CODEVASF) junto ao Ministério Público Federal.