Apple fecha unidade de inteligência artificial e pode demitir até 100

0
565

Apple anunciou que está encerrando as atividades de um grupo que atuava com inteligência artificial em San Diego, nos Estados Unidos

Foto colorida. Uma mão está segurando um celular. A tela está preta com a logo da Apple na cor branca - Metrópoles

A Apple, um dos gigantes de tecnologia do mundo, anunciou que está encerrando as atividades de um grupo que atuava com inteligência artificial em San Diego, nos Estados Unidos.

A equipe de Anotações de Operações de Dados do assistente de voz Siri, composta por mais de 100 profissionais, será extinta. A companhia decidiu fundir as operações da unidade com o grupo que está em Austin, também nos EUA.

Os funcionários da unidade de San Diego têm até o fim de fevereiro para decidir se aceitam se transferir para Austin, de acordo com informações da Bloomberg. Aqueles que não aceitarem serão demitidos até o fim de abril.

A unidade de inteligência artificial da Siri também conta com escritórios em China, Índia, Espanha e Irlanda.

Em comunicado, a Apple afirmou que está “profundamente comprometida com San Diego”, cidade na qual “cresceu significativamente”.