asdasdasdasd
Superação
Por Ariane Lino

Dificuldades para retomar os hábitos saudáveis depois das festas de fim de ano?

por Milena Pacheco 18 de Janeiro de 2016 às 09:02
categoria: Ariane Lino

As confraternizações de final de ano assim como a festa natalina e o Réveillon fazem com que a gente aumente a indisposição para a atividade física, exagere na alimentação e faça a ingestão de mais bebida alcoólica do que o comum. Mas, iniciado o novo ano é necessário voltar à rotina dos exercícios, assim como a manter uma alimentação saudável. É sempre bom lembrar que não adianta correr atrás do prejuízo escolhendo dietas radicais e nem exagerando na academia. Nesse momento é preciso paciência e é claro, muita força de vontade.

1 - Que tal começar procurando um Nutricionista e um Educador Físico? Eles saberão o melhor para você nesse momento. Você será avaliado e tanto o seu plano alimentar como sua planilha de treino serão elaboradas de acordo com o seu retorno e seus objetivos.

2 -Água sempre! Aumente o consumo, tente beber em torno de 2 a 3 litros de água todos os dias, principalmente com as temperaturas elevadas do verão.

3 - Evite a ingestão de alimentos gordurosos, empanados e fritos. Escolha opções leves, alimentos integrais, fibras e utilize carnes magras como peixe e frango assados, grelhados ou cozidos.

4 - Estabeleça metas. A cada semana tente fazer um progresso. Na primeira, tente ir à academia pelo ou menos três vezes, alimente-se de forma mais natural possível; na segunda, passe para cinco dias e assim vá se readaptando ao que já era de costume.


Para retomar as atividades pós-fim de ano, é necessário ir mais devagar com exercícios mais leves, aumentando gradativamente. É preciso reorganizar o dia a dia. Dietas muito restritivas ou excesso de treino podem prejudicar o corpo e fazer você perder nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo, assim como podem prejudicar o seu desempenho e fazer você correr o risco de fraturas ou lesões musculares.

Faça tudo com moderação. Assim poderá iniciar o 2016 com saúde, disposição e muito bom humor.

 


Use a criatividade e traga mais saúde para sua alimentação

por Milena Pacheco 11 de Novembro de 2015 às 09:11
categoria: Ariane Lino

Você pode não saber, mas existem diveras formas de aproveitar melhor os nutrientes que os alimentos nos oferecem. Talos, folhas e cascas por exemplo, são na maioria das vezes, tão nutritivos quanto as partes dos alimentos que estamos habituados a comer. Porém, por uma questão simplesmente cultural, acabamos jogando fora uma grande quantidade de vitaminas, sais minerais e proteínas.

Você sabia que a casca de banana tem três vezes mais vitamina C que a fruta? Que os talos de couve, agrião, beterraba, brócolis e salsa contém fibras e podem ser reaproveitados como recheios de tortas, patês ou simplesmente para incrementar aquele delicioso prato? Que as folhas da cenoura são ricas em vitamina A e a casca da laranja tem quarenta vezes mais cálcio do que os gomos e pode ser caramelizada, para ser servida com café? Não jogue sua saúde no lixo. Pratique o aproveitamento integral dos alimentos.

A água do cozimento da beterraba pode ser utilizada para o preparo de gelatina vermelha, assim você a torna nutritiva. Também pode cozinhar o arroz que ficará colorido e atrativo para as crianças. A casca da batata inglesa, mandioquinha, cenoura e da própria beterraba podem ser assadas e servidas como aperitivo. Com as cascas das frutas pode-se preparar sucos no liquidificador. Este suco pode ser reaproveitado para substituir ingredientes líquidos no preparo de bolos.

Não perca a oportunidade de aproveitar os alimentos integralmente: Use a criatividade e traga mais saúde para sua alimentação! 


A Hidroginástica e seus benefícios

por Milena Pacheco 5 de Novembro de 2015 às 12:08
categoria: Ariane Lino

A hidroginástica é um exercício aeróbico feito em piscinas que tem como objetivo a manutenção profilática da saúde. Melhora a capacidade aeróbica, a resistência cardiorespiratória, a resistência física, a força muscular e a flexibilidade. Dentro da educação física, um dos esportes mais completos é a natação. Muitos médicos indicam a prática da atividade física inclusive para crianças, visto que o mesmo desenvolve o ser humano não só fisicamente, mas também mentalmente. Não sendo diferente, a hidroginástica também é uma ótima opção. Trabalhar com a água é vital e traz grandes benefícios, em especial para quem precisa de tratamento para alguma patologia.  

"Trabalhar na água oferece menos risco de impacto e acidente, o aluno não corre muito risco de  sofrer lesões. Toda patologia, pessoas com problema de hipertensão, obesidade, cardiopatas, gestantes e pessoas que sofrem com alguns tipos de lesões, terão muito mais facilidade em trabalhar dentro da água que fora", enfatiza o educador físico Fernando Fernandes, professor de hidroginástica da HidroRio (Rio Fitness).

Paulo Emídio que é professor no mesmo espaço, lembra que na água é diminuído em noventa por cento a questão do impacto; ou seja, se uma pessoa tem cem quilos, é como se na água ela tivesse apenas dez, o que facilita a prática dos exercícios e não sobrecarrega o corpo e sua musculatura. "Se a pessoa tem problemas articulares, hérnia de disco, artrose, artrite, idosos, não precisa ter receio; todos podem fazer aula, inclusive crianças com média de altura em 1,40m no caso dessa piscina". A contraindicação é para pessoas epiléticas que não possuem controle da epilepsia, que sofrem com incontinência urinária e fecal, visto a qualidade da água e bem-estar dos demais.

Perca de peso, fortalecimento muscular e leve hipertrofia, também são alguns dos benefícios da hidroginástica. A depender do grupo que esteja na aula, os professores estimulam a musculatura e dão aquele up no treino, respeitando a individualidade biológica de cada um e trabalhando com muita cautela, levando em conta que os exercícios na água são completos, trabalhando respiração, toda a parte cardiovascular e muito mais.

A prática da atividade pode levar a menor esforço nos movimentos e sensação de conforto causada pela água. A hidroginástica é também indicada como atividade anaeróbica, pura e simples. Vale salientar que no outro dia a gente sente bem o efeito do treino; as "gostosas" dores musculares não diferem em nada dos treinos feitos na academia. É muito bom... Vale a pena experimentar!


Bacon, presunto e salsichas são enquadrados no mesmo grupo de risco de câncer do cigarro

por Milena Pacheco 27 de Outubro de 2015 às 13:21
categoria: Ariane Lino

Agora é oficial. A informação é da ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE (OMS), junto com a IARC (International Agency for Research on Cancer), ligado à OMS.

Salsicha, linguiça, bacon, presunto, carne enlatada, carne seca, hamburgueres, e todas as carnes processadas e as carnes bovina, de vitela, de porco, de cordeiro e carneiro, todas elas têm carcinogenicidade (capacidade de provocar tumores).

A agência vinculada à OMS passa a classificar o bacon, a linguiça, o presunto, hamburgueres e outras carnes processadas como produtos do Grupo1 (grupo de produtos que podem causar câncer colorretal). Este grupo também inclui o cigarro.

Segundo especialistas da agência, uma porção diária de apenas 50 gramas dessas carnes aumenta em 18% o risco de câncer colorretal. Esta quantidade muitas vezes pode ser consumida em um único misto quente.

A carne vermelha não processada não ficou de fora da lista negra. Ela foi classificada no Grupo 2A, produtos que podem causar câncer colorretal, pâncreas e próstata.

A IARC analisou mais de 800 estudos que investigam associações de mais de dez tipos de câncer com o consumo de carne processada ou de carne vermelha.

O Professor Tim Key, epidemiologista da Universidade de Oxford, endossa a pesquisa da IARC: O Instituto UK de pesquisa de câncer  apoia as informações da IARC e reforça que existem enormes evidências para classificamos carne processada e carne vermelha como prováveis causas de câncer”. (Fonte: VegGo).


Pesquisas apontam que 5 entre 100 cânceres podem ser prevenidos através da manutenção de uma dieta saudável

por Milena Pacheco 16 de Outubro de 2015 às 09:29
categoria: Ariane Lino

Japonesas possuem menor taxa de câncer de mama quando comparada às mulheres americanas, porém quando as japonesas se mudam pros EUA as taxas aumentam, apontando fatores ambientais (estilo de vida) como possíveis modificadores.

Qual a relação entre nutrientes e câncer de mama, já pesquisados?

INDÍCIOS FORTES NA PREVENÇÃO DO CÂNCER DE MAMA: usar menor quantidade de gorduras de origem animal e trocá-las pelas de origem vegetal .

NÃO HÁ CERTEZA, PORÉM PODE AJUDAR: comer uma razoável quantidade de frutas e legumes, ter uma dieta rica em cálcio, comer pelo menos 25g de fibra por dia e ter uma alimentação rica em ômega 3 .

ALIMENTOS APONTADOS COMO BENÉFICOS POR SUAS PROPRIEDADES: salsa, aipo, quiabo, espinafre, sardinha, salmão, brócolis, rúcula, repolho.

FONTE: CANCER RESEARCH UK (cancerresearchuk.org).

Por Dr. Klaus Morales, médico em São Paulo, pós-graduando em Nutrologia.


Um mês sem álcool e açúcar

por Milena Pacheco 8 de Outubro de 2015 às 10:23
categoria: Ariane Lino

Você conhece a história do holandês Sacha Harland? Ele passou por uma experiência difícil, porem significativa para o corpo e seu bem-estar: Ficar um mês sem consumir açúcar e álcool. Ele retirou do plano alimentar todas as comidas processadas e optou somente pelas frutas, que possuem uma quantidade razoável de açúcar.

Foto

Em 12 de junho de 2015, cientistas declararam em debate promovido pela Defensoria Pública do Rio de Janeiro sobre política de drogas, proibicionismo e seus efeitos, que o açucar e o álcool podem fazer muito mais mal a saúde do que várias drogas ilícitas. O consumo de bebida alcoólica produz, além dos efeitos físicos visíveis – como euforia, perda de reflexos, falta de coordenação ou sonolência, em alguns casos –, uma série de reações químicas e metabólicas no organismo. O corpo interpreta o álcool como se fosse açúcar, por conta das calorias (7 kcal por grama). Isso faz com que o pâncreas produza mais insulina para quebrar o açúcar no sangue. Assim, o nível de gicose diminui e a pessoa pode ter uma crise de hipoglicemia.

O açúcar por sua vez, está intimamente relacionado à diabetes, para digeri-lo o organismo utiliza vitaminas e minerais de outros alimentos ou de reservas do próprio corpo. O açúcar refinado contém uma grande quantidade de calorias, que contribui para o acúmulo de gorduras, especialmente na barriga. Ele pode até irritar a mucosa do tubo digestivo e gerar doenças crônicas como diabetes, doenças cardíacas e dos vasos sanguíneos e formação de cálculos na vesícula biliar.

Acompanhe a experiência do jovem:

Vídeo link: 

Já pensou em passar por essa experiência? Se sim, não esqueça de procurar profissionais para fazer o seuacompanhamento. Decisões como essa precisam de ajuda e é claro, de muita dedicação.

 


Especialista destaca a importância da criolipólise para a redução de gordura

por Milena Pacheco 30 de Setembro de 2015 às 10:04
categoria: Ariane Lino

Criolipólise - O poder do gelo

Pós-sessão que dura entre 40 e 60 minutos

Vamos falar sobre um tratamento que está revolucionando a fisioterapia dermato-funcional e que vem prometendo às pessoas o verdadeiro milagre de reduzir entre 20% a 25% de gordura com apenas uma sessão? Essa é a criolipólise. Não invasivo, sem dor e sem corte, a Crio como é carinhosamente chamada, é um método desenvolvido por cientistas de Massachusetts General Hospital e da Universidade de Harvard (Estados Unidos), onde é usado um aparelho com forma de placa que é aplicada na pele através de uma manta, resfriando o tecido adiposo. A aplicação de congelamento descompõem as células gordurosas e o próprio organismo as absorve.

Apesar de ouvir relatos de incômodo durante a sessão, minha experiência particular foi super tranquila; dá para mexer no celular, bater papo e sair da sala de procedimento sem qualquer dor. A fisioterapeuta dermato-funcional Janaina Batista, relata o quão é importante escolher uma clínica séria para o tratamento e que ele não é milagroso, o resultado vai depender de você, principalmente com o que chama de pós-crio. "Existem clínicas que reaproveitam a manta utilizada na Criolipólise por exemplo, o que pode levar o paciente a sofrer queimaduras. Ela deve estar bem molhada e cada pessoa, deverá usar uma manta, ela deve estar totalmente íntegra. O tratamento ajuda muito, temos casos de eliminação de gordura bem visíveis, mas é fundamental que a pessoa mantenha hábitos saudáveis, pratique atividade física e faça os tratamentos de pós-crio como carboxiterapia, drenagem ou qualquer outro dentro de suas possibilidades e de acordo com a sua avaliação".

A máquina é programada para atingir baixas temperaturas, não danificando a pele do paciente, assim o resfriamento passa diretamente às células gordurosas. Normalmente a temperatura é programada entre 5 ℃ à 10℃ dependendo da zona a ser tratada e o profissional fica com você até finalizar a sessão para que nada dê errado ou lhe cause desconforto. Sobre preços, variam entre R$1.000,00 e R$1.500,00. "Se tiver barato demais, desconfie de quem lhe ofereceu o serviço. É um procedimento mais caro, pois requer minuciosidade e muita atenção. As pessoas não podem esquecer de certificar se a máquina utilizada tem registro na ANVISA e a clínica, alvará da vigilância sanitária", endossa a fisioterapeuta.

Os resultados aparecem a partir do primeiro mês, porém é com noventa dias que você deve realmente ver como ficou a área. Esse é o prazo estipulado também, para quem quer fazer uma nova sessão. A fisioterapeuta lembra ainda que a Criolipólise não é um tratamento para quem está muito acima do peso ou em grau de obesidade, é uma opção para quem deseja eliminar gordura localizada em algumas áreas do corpo.

Se tiver vontade de fazer, não esqueça de solicitar uma avaliação física antes.

Por Ariane Lino


Dia do Alzheimer. Doença atinge uma média de 700 mil brasileiros.

por Neya Gonçalves 21 de Setembro de 2015 às 12:38
categoria: Ariane Lino

Dia do Alzheimer

Hoje é o dia da doença que atinge uma média de 700 mil brasileiros. Lapsos de memória, alterações de comportamento, desorientação espacial e dificuldades em realizar tarefas corriqueiras são alguns dos sintomas do Mal de Alzheimer. A doença degenerativa que causa a morte gradual dos neurônios atinge 5% da população com mais de 65 anos. Após os 80, a prevalência da doença é de 15%.

Diagnóstico precoce

Ainda não é conhecida a causa real do Mal de Alzheimer, mas o diagnóstico precoce e o tratamento, dão ao paciente uma vida mais longa e com mais qualidade. "Quanto mais cedo for identificado, mais tempo o paciente manterá suas funções cognitivas preservadas", explicou o neurologista Ricardo Nitrini, coordenador do Centro de Referência em Distúrbios Cognitivos do HC para o site Sua Saúde. Atualmente, a doença é diagnosticada principalmente pelos sintomas, através de avaliações neuropsicológicas, fonoaudiológicas e exames de neuroimagem que ajudam para uma rápida comprovação.

 Quais são os sintomas?

No início, a pessoa apresenta pequenos lapsos de memória, alterações de comportamento, desorientação espacial e dificuldades em realizar tarefas corriqueiras, como se alimentar ou se vestir. Nos estágios mais avançados, não reconhece os familiares e nem os amigos. Com o tempo, perde a identidade e tornar-se dependente.

Tratamento

Para melhoria dos sintomas, a assistência deve obedecer cada fase da evolução da doença, uma vez que não há tratamento capaz de impedir ou curar o Alzheimer. Nas fases iniciais e intermediárias predominam-se as técnicas de reabilitação, as táticas de readaptação e os psicofármacos. Na fase avançada, o tratamento é voltado a co-morbidades, comuns em pacientes com afecções crônicas debilitantes e aos cuidados de enfermagem.

Recentemente, pesquisadores da Universidade de Columbia, nos EUA descobriram que nutrientes presentes em vegetais, azeite, peixe e nozes podem proteger contra a doença. Durante o estudo feito com mais de dois mil pacientes acima de 65 anos de idade, foi verificado que aqueles que consumiam maior quantidade de alimentos como vegetais de folha escura e tomates tiveram um risco 40% menor de desenvolver Alzheimer.

Na dieta dos voluntários, além dos alimentos citados acima, que são ricos nas vitaminas E e B12, foram retiradas carne vermelha e laticínios como a manteiga, que contém gorduras saturadas. Como a doença de Alzheimer infelizmente ainda não tem cura, não custa nada dar uma “forcinha” extra a seu organismo e manter uma alimentação equilibrada.


Relaxar é trazer mais disposição aos seus dias

por Milena Pacheco 10 de Setembro de 2015 às 11:13
categoria: Ariane Lino

A prática de atividades físicas é muito importante para nossa saúde; porém, é bom lembrar que descansar o corpo e a mente também é primordial para dias mais saudáveis. Talvez muita gente não saiba, mas existem várias maneiras de tornar o seu trabalho mais leve e diminuir o estresse diário, evitando, assim, a tensão muscular, a fadiga, a alteração do ritmo cardíaco e muito mais.

Relaxamento físico: Respirar corretamente, tomar um banho alternando água morna e fria e simplesmente, repousar a cabeça sobre uma pequena almofada ou travesseiro, já lhe trará um ótimo resultado. Se pratica exercícios com pesos, opte nesses momentos por uma caminhada ao ar livre, ou quem sabe um bom treino na piscina.

Relaxamento mental: Pensar positivo e centralizar sua mente para aspectos positivos e felizes, interagir socialmente, buscar entretenimento, meditar e ouvir uma boa música, também lhe ajudarão a alcançar a paz mental. Segundo o Doutor em Psicologia Julián Melgosa, conversar com uma criança, e até mesmo brincar com um cachorro poderão trazer muitos benefícios para o seu corpo e a sua mente.

E para quem duvida, o profissional garante que hábitos alimentares podem afetar a capacidade de relaxamento estimulando o sistema nervoso central.

Tente evitar:

- Café, chá e outras bebidas que contenham cafeína. Elas produzem o estímulo nervoso e bloqueiam o relaxamento.

- Bebidas alcoólicas. O consumo prolongado danifica as células nervosas e impede qualquer forma de relaxamento.

- Açúcar refinado (em forma de bolos, chocolates, etc) provoca a hiperatividade, o que é incompatível com o que seu corpo precisa nesse momento.

Experimente usar:

- Aveia, seu ingrediente ativo para o relaxamento é o glúten de aveia, um alcaloide de ação tranquilizante.

 - A alface comumente usada em saladas, tem propriedades calmantes suaves.

- O Caju é rico em magnésio e contribui para a prevenção do nervosismo e da irritabilidade.

*Não esqueça de procurar um profissional para saber de que forma esses alimentos podem ser inseridos em seu plano alimentar.

Bom descanso!

Entre em contato através do e-mail: contato@supperacao.com.br

Facebook: www.fb.com/supperacao

Instagram: @supperacao


Viver de forma saudável é ser consciente de suas atitudes

por Neya Gonçalves 31 de Agosto de 2015 às 08:51
categoria: Ariane Lino

Seja bem vindo ao seu novo cantinho informativo sobre saúde por aqui. Sou Ariane Lino, tenho trinta anos, estudante de Direito e apaixonada por natureza e esportes.

Descobri a necessidade do equilíbrio alimentar após passar por um processo de Neurocisticercose - infecção do sistema nervoso central de origem parasita potencialmente endêmica que ocasiona, sobretudo, epilepsia crônica. Esta enfermidade se dá pela ingestão de água ou alimentos contaminados com ovos viáveis de Taenia.

Precisei me superar  voltando a praticar atividades físicas e passar por uma reeducação alimentar, entendendo assim que ter uma vida saudável é muito mais do que cumprir a agenda de consultas regulares a médicos. Viver de forma saudável é ser consciente de suas atitudes, cordial com amigos e família; praticar esportes, cuidar do corpo, da mente e acima de tudo, aceitar-se como é.

Nossa coluna será dedicada à saúde e bem-estar, trazendo para você conteúdo sobre esportes, alimentação, histórias de superação e outros assuntos relacionados à garantia de dias mais salutares com matérias de fácil entendimento, sempre com acompanhamento profissional. Teremos um jeito todo especial de conversar com você, foco principal do SUPPERAÇÃO. 

Seremos seu parceiro na hora dos cuidados com o corpo e também, das pessoas que lhe rodeiam. Aqui teremos temas do cotidiano focados na maneira com que eles impactam, seja de forma positiva ou negativa, na vida de todos.

Descubra o equilíbrio que a sua mente aprende a ter após a conscientização de que mais importante que a estética, é a certeza de uma vida mais saudável. A rotina nos dá a certeza que precisamos viver de regras, mas também aproveitarmos as exceções. O exercício nos faz entender que o corpo que não vibra é um esqueleto que se arrasta, é preciso acreditar que não fomos feitos para ficarmos parados.  É preciso entender que você é o que você come. Está pronto para tentar? Espero por você aqui. Até a próxima semana!



contato@supperacao.com.br

www.fb.com/supperacao

Instagram: @supperacao