asdasdasdasd

Aero Cruz admite falta de harmonia entre grupo da situação do governo na Casa Plínio Amorim

por Simone Marques 8 de Fevereiro de 2019 às 13:10

Após a oposição afirmar haver uma “disputa de egos” dentro da base do governo Miguel Coelho na Câmara de Petrolina, o líder da bancada Aero Cruz (PSB), disse que não aceitará que vereador A ou B queira se articular para pegar a caneta na mão e engessar o governo e bater o pé dizendo que assina ou não pareceres na Casa. “Como líder do nosso governo eu vou procurar defender para que tenhamos o comando das comissões, as secretarias das comissões para continuar o trabalho que estamos fazendo”, alegou.

O parlamentar negou que estaria brigando, mas sim, articulando para que a situação fique no comando da presidência de Finanças e Relatoria de Obras, essa última que ele já fazia parte.

Perguntado dos reais motivos pela disputa tão acirrada pelas Comissões de Relatória, e sobretudo de Finanças, considerada como a “menina dos olhos”. "Isso na verdade não é coisa de se espantar, já falei que naturalmente como ocorre no Congresso, na Assembleia é o que está acontecendo aqui. Todo Vereador tem interesse em fazer parte de uma Comissão importante, todos eles, e eu não sou diferente dos demais, mas o que deve ser usada é a regra, e não precisamos fazer arrumadinhos, articulações, isso a gente não faz. Agora não vou é dialogar sobre Comissões com oposição, jamais farei". 

O questionamento feio ao líder é, se de fato a base de situação estaria rachada. Aero titubeou e disse não ter sombra de dúvidas que esteja havendo uma falta de harmonia entre os colegas, mas garantiu estar disposto a apagar o fogo na base da conversa e articular para que a paz volte a reinar. “Quando terminar a gente desmonta o palanque e vamos trabalhar para o prefeito”. 

Será esse o inicio do caminho para um racha? Aguardemos os próximos capítulos.