asdasdasdasd

Miguel Coelho é destituído e Gonzaga Patriota reassume liderança do PSB local: 'satisfação muito grande'

por Redação Nossa Voz 14 de Novembro de 2017 às 10:00

Bater de frente com a possível reeleição do governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), teve um preço alto na política local. Em uma reunião ocorrida na noite de segunda-feira, dia 13, o Prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, foi destituído, por unanimidade, do comando do Partido Socialista Brasileiro pelo diretório estadual da legenda. O chefe do executivo estava à frente da sigla desde 15 de agosto de 2015.

Com a mudança, o deputado federal, Gonzaga Patriota (PSB), assumiu novamente o comando da comissão provisória da sigla. Ele lembra, em entrevista ao Nossa Voz, quando foi afastado do cargo. “Vai ter uma comissão provisória onde eu era presidente há mais de 20 anos e me tiraram para colocar Miguel porque ele ganhou a eleição para prefeito de Petrolina e agora com a saída dele do grupo pediram para eu continuar a frente do partido, o que para mim é uma satisfação muito grande”, destacou.

Sobre as expectativas para o retorno à frente do Partido Socialista Brasileiro, Gonzaga diz que não pensará apenas no trabalho dentro da sigla dentro do cenário local, ampliando-a por todo o estado. “Não vou trabalhar apenas em nível de Petrolina, mas em nível de Estado. A gente vai trabalhar para que o partido - mesmo pequeno - trabalhe pelo Brasil”, explicou. O Deputado garante que almeja tornar a Comissão em um Diretório. “Vamos trabalhar para ser um diretório futuramente porque a gente aprende caminhando e dialogando”, completou.

O deputado estadual Lucas Ramos (PSB) - autor do pedido de destituição do chefe do executivo de Petrolina - será o vice do colegiado.