asdasdasdasd

Senador Humberto Costa diz que Fernando Bezerra foi um dos articuladores do 'golpe'

por Redação Nossa Voz 11 de Outubro de 2017 às 08:33

O senador pelo estado de Pernambuco, Humberto Costa (PT) não poupou críticas ao analisar o posicionamento do ex-aliado Fernando Bezerra Coelho (PMDB) diante do atual cenário político. Em entrevista ao Nossa Voz, ele disse que o agora peemedebista vem cometendo uma série de erros. “Fez parte do governo de Dilma (Roussef), apoiou Dilma. Depois foi um dos articuladores do golpe, depois entrou nesse governo (Michel Temer), colocou o filho (Ministro de Minas e Energia, Fernando Filho), um governo altamente desgastado, marcado pela corrupção, totalmente contra o nordeste, brigou com o governador do estado (Paulo Câmara) e agora quer seguir um caminho próprio”, destacou.

Entretanto, Humberto Costa acredita que o senador Fernando Bezerra Coelho pode estar dando um tiro no pé. “Ele cometeu um erro porque aparentemente o PMDB de Pernambuco que existe hoje vai resistir à tentativa dele de controlar o partido. Pode acontecer que no final das contas ele fique fora do partido. E isso será, sem dúvidas, um grande desgaste para ele”, enfatizou o senador petista.

O ex-líder de governo no senado, ainda fez um duro discurso ao falar sobre a privatização da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) . Ele afirma que essa é uma tentativa do governo de diminuir os rombos nas contas da união e que não haverá outros investimentos para a área. Ele enfatiza que as consequências da venda serão graves, como perda do controle da gestão do rio e o aumento na conta de energia. “Eu sou totalmente contra”, reforçou.

De acordo com o ministro de Minas Energia, Fernando Filho (PSB), um dos motivos da privatização é um programa de revitalização para o Rio São Francisco. Entretanto, o senador Humbero Costa rebate a informação e disse que o programa já existe desde o início do processo de transposição, mas que o Governo Federal não liberou recursos ainda.