asdasdasdasd

Causa da morte de garimpeiros, uso de bomba caseira cresce em Sento Sé

por Redação Nossa Voz 23 de Agosto de 2017 às 08:10
categoria: Cotidiano

O uso de bombas caseiras para penetrar em rochas profundas na mina de ametista em Sento Sé, na região do Vale do São Francisco, tem se tornado cada vez mais comum entre os garimpeiros que há quatro meses exploram o local.

Foi uma dessas bombas que causou a morte de Ivanilsom Bezerra da Silva, 22 anos, e João Martins Cordeiro Filho, 35, na noite do último domingo, informou nesta terça-feira (22) a Polícia Civil da cidade. Os corpos dos garimpeiros foram levados para Petrolina (PE), onde residiam, e foram enterrados nesta terça.

A perícia do Departamento de Polícia Técnica (DPT) esteve nesta segunda no poço de 15 metros onde ocorreu o acidente e colheu vestígios do uso das bombas – os detalhes não foram informados.

No local, os peritos obtiveram informações de que o uso das bombas passou a ser intensificado há um mês com a dificuldade em se achar a pedra, devido ao aumento da exploração.

No acidente, os garimpeiros haviam jogado duas bombas dentro do poço e apenas uma havia explodido, tendo eles achado que a outra não iria mais explodir. Ao descerem no poço, houve a segunda explosão. Ivanilsom morreu na hora e João, no hospital.

A Polícia Civil informou que o fato já foi comunicado ao Exército, responsável por fiscalizar o uso de explosivos. Procurado pelo CORREIO, o Exército não respondeu.

A Agência Nacional de Mineração, que já interditou a mina, em junho deste ano, declarou que não tem como controlar o acesso de garimpeiros no local, devido à grande quantidade de pessoas.

De acordo com a agência, na área de 253 hectares do garimpo há 6.457 poços de retirada de ametista – nem todos eles ativos –, e 2.270 barracas usadas por garimpeiros. 

Cerca de 8 mil pessoas estão no local em busca da pedra violeta de quartzo cujo quilo é comercializado por garimpeiros, na região, por valores entre R$ 1,5 mil e R$ 3 mil, e que atravessadores vendem por até R$ 10 mil o quilo.

Correio24horas


Compesa implanta rede coletora de esgoto na Orla de Petrolina

por Redação Nossa Voz 23 de Agosto de 2017 às 07:59
categoria: Cotidiano

 

Uma obra de implantação da rede coletora de esgoto foi iniciada hoje (22) pela Compesa para evitar o lançamento de dejetos no Rio São Francisco. A intervenção está sendo executada na Orla 1 e vai durar 30 dias. Irá atender dez estabelecimentos comerciais que não possuem rede coletora e utilizam fossas sépticas como destino final de seus efluentes.

Com recursos próprios, a Compesa está investindo cerca de 110 mil na obra. A reposição da pavimentação será realizada a partir de uma parceria com a Prefeitura de Petrolina e comerciantes locais. Para realização da obra, o trecho próximo à choperia Haus Beer deverá ser parcialmente interditado. Serão implantados cerca de 500m de rede coletora, construção de poços de visita e de caixas de inspeção.

 “A nossa luta é pela preservação do nosso Rio São Francisco. O trabalho é incessante na identificação de todos os pontos da Orla, I e II, que precisam receber intervenções para melhorar nossa operação e evitar a contaminação com o despejo irregular de dejetos no rio, ” informa o gerente de Unidade de Negócios da Compesa, João Raphael de Queiroz. Para João Raphael, um trabalho cuidadoso, dedicado e de muita responsabilidade com o meio ambiente e que contribuirá com a preservação do Rio São Francisco.


Petrolina realizará em setembro grande mobilização em defesa do Velho Chico

por Mônia Ramos 22 de Agosto de 2017 às 16:42
categoria: Cotidiano

Uma grande mobilização em defesa do Rio São Francisco está marcada para acontecer em Petrolina, sábado, dia 2 de setembro, a partir das 8h.

A iniciativa, proposta pelo Movimento de Revitalização do Velho Chico e Interligação entre as Bacias dos Rios Tocantins e São Francisco, pretende reunir o maior número possível de participantes no Portal do Rio. De lá haverá uma grande caminhada pelas ruas da cidade.

 


Câmaras de Conciliação são alternativa para solução de conflitos em Petrolina

por Redação Nossa Voz 22 de Agosto de 2017 às 08:45
categoria: Cotidiano

Em 2015, foram publicados o Novo Código de Processo Civil e a Lei de Mediação, que incentivam  a utilização de métodos alternativos para resolver conflitos de menor complexidade, através de mediadores.  Os casos mais comuns são conflitos familiares, brigas de trânsito, problema entre vizinhos e queixas de consumidores.

Em Petrolina, casos como esses aumentam o volume de processos acumulados no poder judiciário e desaceleram as soluções, demorando até um ano para a marcação da primeira audiência. Como forma de solucionar estas e outras questões, a mediação tem sido uma alternativa, com o estímulo aos métodos alternativos para a solução de conflitos, através da oferta de câmaras de conciliação.

Na cidade, profissionais têm se especializado no ofício de mediador extrajudicial, profissional com habilidades técnicas capaz de intermediar conflitos. “A mediação é para a facilitação de diálogo e não tem a participação do juiz. O mediador não tem poder decisório, ele facilita o acordo, utilizando técnicas de negociação para isso”, explicou a conciliadora Marcelle Mendes.

O tempo médio para um acordo é de até 30 dias através da mediação. “Vai depender muito do que vai ser contratado. O juizado civil de Petrolina está muito abarrotado e os casos podem demorar até um ano para ter a primeira audiência e a mediação vem para facilitar esses casos para demandas que estão no início ou em andamento”, destacou a conciliadora.  

Qualquer pessoa que tenha um conflito e deseja solucionar a questão de forma extrajudicial ou que já tenha processo em andamento no judiciário e queira migrar para conciliação, pode buscar o serviço de mediação. “A mediação não é obrigada. As partes não são obrigadas a comparecer”, disse Marcelle Mendes.  


Em um mês, Prefeitura notifica proprietários de quase 50 terrenos baldios e imóveis abandonados em Petrolina

por Redação Nossa Voz 22 de Agosto de 2017 às 07:57
categoria: Cotidiano

Terreno baldio, com mato e lixo acumulado. Embora comum, esta cena está com os dias contados em Petrolina, no sertão pernambucano. É que a Prefeitura está intensificando a fiscalização e, em apenas um mês, já notificou notificou proprietários de 49 terrenos baldios localizados na cidade. A iniciativa, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (SEDURBS), visa atender uma antiga reivindicação da população que, há muito tempo, sofre com os inúmeros transtornos que um imóvel sem manutenção pode causar, a partir da grande concentração de mato e lixo.

As últimas notificações ocorreram entre os dias 19 de julho e 17 de agosto de 2017. Elas foram realizadas em diversos pontos da cidade, a exemplo da Vila Débora, Vila Eduardo, Jardim Colonial, Vila dos Ingás, Vila Mocó, Loteamento Nossa Senhora Rainha dos Anjos, São José, Vila das Imbiras, Loteamento Horizonte, Jardim Progresso, Vila Eulália e Cidade Jardim. De acordo com os documentos, os proprietários têm prazo de 15 a 60 dias úteis para providenciar uma solução para o problema do imóvel, a depender da situação de cada um deles. Ao término do prazo, as equipes de fiscalização de postura da Diretoria de Disciplinamento Urbano e Atividades Licenciadas da SEDURBS, vão realizar nova visita aos locais. Caso as providências estabelecidas não tenham sido tomadas, os proprietários dos imóveis vão ser autuados e estarão sujeitos ao pagamento de multa.

De acordo com a secretária-executiva de Urbanismo, Taísa Gueiros, a medida visa a adequação de imóveis à lei municipal nº 907/99. “A legislação municipal que Petrolina possui é clara ao dizer que os proprietários de áreas particulares devem zelar pelos seus terrenos. Além da construção de muros, eles devem garantir a limpeza dos imóveis, realizando o serviço pelo menos 3 vezes por ano. O fato de possuir muro, não isenta o proprietário de manter o terreno em um bom estado de limpeza e conservação”, reforça Gueiros. AJUDA DA POPULAÇÃO Mesmo com a intensificação da fiscalização por parte da Prefeitura, a população também pode estar vigilante em relação aos problemas causados por terrenos baldios ou imóveis abandonados. Qualquer reclamação pode, e deve, ser formalizada junto ao poder público através da Ouvidoria Municipal no telefone 156 ou presencialmente na sede da Prefeitura, de segunda à sexta-feira, sempre pela manhã. Ou ainda pelo site www.petrolina.pe.gov.br, 24 horas por dia. É importante lembrar que o processo é sigiloso e o reclamante deve fornecer elementos que ajudem as equipes de fiscalização a comprovarem qualquer irregularidade apontada, como endereço, ponto de referência ou fotos.


Campanha IPTU dá Sorte vai sortear mais R$ 10 mil neste sábado

por Redação Nossa Voz 22 de Agosto de 2017 às 07:51
categoria: Cotidiano

A Prefeitura de Juazeiro vai sortear, neste sábado (26), mais R$ 10 mil pela campanha IPTU dá sorte. Concorrem ao prêmio os contribuintes que pagaram a cota única ou que parcelaram o Imposto sobre a Propriedade Predial Urbana (IPTU), desde que estejam em dia com o pagamento das parcelas. Os sorteios acontecem pela Lotéria Federal e até dezembro a campanha vai distribuir R$ 200 mil em prêmios.

“O objetivo da campanha é estimular o pagamento do tributo. Assim o município pode investir cada vem mais na realização de obras e quem ganha com isso é a população”, disse o secretário da Fazenda, Oswaldo Silberschmidt Junior. O gestor explicou ainda que o contribuinte vai concorrer aos prêmios com o número de inscrição do imóvel registrado no Cadastro Imobiliário do Município e deve ficar atento ao regulamento da campanha, disponível no site da Prefeitura.

Premiada no primeiro sorteio, a dona de casa Mirian Maria dos Santos Muniz, moradora do bairro Alto da Maravilha, ressaltou a importância de manter o pagamento dos impostos em dia. “Eu aconselho a todos que continuem pagando os seus impostos na data certa, mesmo que não seja sorteado, porque é nossa obrigação e o retorno é certo. Aqui no bairro eu já vejo muitas melhorias realizadas pela Prefeitura”, contou a contribuinte.

Entre as obras realizadas no bairro Alto da Maravilha estão a reforma da Unidade Básica de Saúde, da Feira Livre e do canteiro central da Rua 1, recapeamento asfáltico da Travessa da Maravilha, pavimentação da área da Feira e reforma na Praça das Palmeiras.


Prefeitura e Vivo iniciam implantação de internet de alta velocidade em Petrolina

por Redação Nossa Voz 21 de Agosto de 2017 às 08:46
categoria: Cotidiano

O secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Eduardo Carvalho, reuniu-se esta semana com representantes do setor de permissões e licenciamento da Telefónica/Vivo para discutir o início das obras de implantação de uma rede de fibra ótica para internet com 300Mb de velocidade. Todo o licenciamento já foi assegurado pela gestão municipal e o trabalho foi autorizado para começar a partir da semana que vem.

Durante o encontro, realizado na quarta-feira (16), os gestores da Telefônica/Vivo informaram que as equipes técnicas da companhia já estão na cidade para iniciar os serviços de implementação da rede de fibra ótica. Ao longo dos procedimentos de instalação, a Prefeitura irá monitorar os serviços para minimizar os transtornos.  

A expectativa da empresa é que cerca de 37 mil residências e pontos comerciais possam usufruir dos serviços de banda larga de internet e TV por assinatura a partir da disponibilidade de 16,5 mil pontos de acesso. Para isso, a Telefônica/Vivo vai investir pouco mais de R$ 7,5 milhões em infraestrutura. Segundo a operadora, o serviço deve estar disponível em Petrolina a partir do final do mês de outubro.


População aponta prioridades para próximos anos de Petrolina

por Redação Nossa Voz 21 de Agosto de 2017 às 08:34
categoria: Cotidiano





A quadra esportiva do antigo CAIC, na Cohab Massangano, ficou lotada de lideranças comunitárias e população em geral para uma audiência pública que apontou, ao longo deste sábado (19), quais devem ser as prioridades nos próximos quatro anos de governo municipal. A discussão faz parte da preparação do Plano Plurianual (PPA), que define como o orçamento da cidade deve ser empregado pela Prefeitura de Petrolina até 2021 em projetos e programas no município sertanejo.



Mais de 1200 pessoas preencheram formulários com sugestões para melhorar as comunidades. De construção de escolas até projetos de mobilidade para melhorar o trânsito de Petrolina, as propostas dos populares tiveram diversas áreas de interesse para a Prefeitura direcionar os recursos.



Todo o material coletado pela Secretaria de Planejamento junto à população será analisado e as cinco prioridades mais citadas serão postas como metas de governo até 2021. Os dados serão adicionados no PPA e divulgados à população pela gestão municipal ao longo do ano, sendo que as cinco diretrizes eleitas pelo povo já serão publicizadas pelas redes sociais e imprensa da Prefeitura na próxima semana.



Além de colher as sugestões da população para os próximos anos de administração, o evento também teve o objetivo de prestar contas à sociedade. O prefeito Miguel Coelho fez uma apresentação dos primeiros meses de governo, indicando os desafios encontrados e avanços consolidados pela gestão municipal. O prefeito ainda ouviu atentamente as perguntas de 30 representantes da população sobre temas como segurança pública, saneamento, pavimentação, lazer, saúde, mobilidade entre outros temas do cotidiano da população.



De acordo com o prefeito, o espaço de discussão da cidade junto com a população não será resumido ao Plano Plurianual. "Queremos construir uma cidade de forma participativa, onde os gestores públicos tenham suas responsabilidades mas a população se sinta parte do processo de tomada de decisão. Dessa forma, iremos promover outros debates e encontros para incentivar a participação popular, pois isso ajuda a identificar quais as reais necessidades de quem nos colocou para governar a cidade", explicou Miguel Coelho.



Plano - A audiência pública do PPA obedece ao artigo 48 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e foi aberto à toda população. Dirigida pelo prefeito Miguel Coelho, a reunião aberta contou com a presença dos secretários municipais, vereadores  e representantes da sociedade civil. De posse das informações, a Prefeitura montará o Plano Plurianual, que é um instrumento para o planejamento estratégico do município, isto é, para organização dos recursos e energias do governo e da sociedade em direção a uma visão de futuro, a um cenário de médio prazo. Duas outras leis estão intimamente associadas ao PPA: a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei do Orçamento Anual (LOA).


Ammpla faz operação para coibir “rachas” nos residenciais de Petrolina

por Redação Nossa Voz 21 de Agosto de 2017 às 08:26
categoria: Cotidiano

A Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (Ammpla) realizou uma operação denominada "Residenciais”. O objetivo da ação, que aconteceu na noite desta sexta-feira (18), foi fiscalizar os veículos dos Residenciais Monsenhor Bernardino e do Vivendas, tendo em vista o alto número de denúncias a respeito de "rachas" realizados nessas localidades.

A operação culminou em um total de 7 autos de infrações lavrados: sendo 2 por condutor não habilitado; 1 por deixar o condutor de usar o cinto de segurança e 4 por veículo não licenciado. A Operação contou com o apoio da Guarda Municipal de Petrolina.

A Ammpla já tinha realizado palestras sobre educação no trânsito nestes Residenciais no início do mês de agosto para conscientizar condutores e pedestres que trafegam pelo local. 


Semana da Pessoa Com Deficiência terá diversas ações de inclusão em Petrolina

por Redação Nossa Voz 18 de Agosto de 2017 às 08:57
categoria: Cotidiano

Uma programação variada e inclusiva foi planejada pela prefeitura para marcar a Semana da Pessoa Com Deficiência que tem início na próxima terça-feira (22), em Petrolina. As ações englobam serviços sociais, jogos, apresentações culturais e mostra de educação, todas, com um único objetivo: a inclusão e cidadania.

A abertura oficial acontece na terça-feira (22) a partir das 9h na Praça do Bambuzinho, onde  haverá dança das cadeiras, voz e violão e exposição de materiais pedagógicos. No local também será montada uma mostra de educação inclusiva, serviços sociais e stand com serviços de beleza como corte de cabelo e maquiagem.

Ainda dentro da articulação, serão realizadas ações de conscientização na quarta-feira (23) em frente à Prefeitura de Petrolina, onde uma equipe da Secretaria Executiva da Mulher e Acessibilidade fará panfletagens e abordagens educativas com tema 'Prevenindo a Deficiência'.

Já na sexta-feira (25), será a vez das ações esportivas e culturais que serão realizadas a partir das 8h no Parque Municipal Josepha Coelho. No espaço haverá teatro de libras; maracatu da Apae; capoeira; judô; oficina de futebol de 5; atletismo, entre outras atividades.

A programação é realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, através da Secretaria Executiva da Mulher e Acessibilidade tendo várias instituições parceiras. As mobilizações seguem até o dia 28 de agosto quando acontecerá uma mesa-redonda com o tema ‘empoderamento, liberdade e cidadania’ das 8h às 12h na Gerência Regional de Educação (GRE).  

Programação:

Dia 22 de agosto – Inclusão na praça

Local: Praça do Bambuzinho das 8h às 12h

Dia 23 de agosto – Prevenindo a deficiência

Local: Avenida Guararapes das 8h às 9h

Dia 24 de agosto – Apresentações internas nas instituições

Dia 25 de agosto – Inclusão e Movimento

Local: Parque Municipal Josepha Coelho das 8h às 11h

Dia 28 de agosto – Mesa redonda Empoderamento, liberdade e cidadania

Local: Gerência Regional de Educação (GRE) das 8h às 12h 

Magnólia Costa: Assessora de Comunicação

Sec. Cultura, Turismo e Esporte

Sec. de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos