asdasdasdasd

Cia de Dança do Sesc Petrolina celebra 25 anos com “Aterrágua”

por Milena Pacheco 12 de Março de 2020 às 09:48
categoria: Cultura e Arte

Espetáculo de dança contemporânea estreia neste final de semana no Teatro Dona Amélia

A Cia de Dança do Sesc Petrolina (CDASP)  chega aos seus 25 anos com uma trajetória que a transformou em  um dos grupos de dança mais respeitados de Pernambuco. Para celebrar as bodas de prata, os bailarinos voltam à cena neste final de semana para a estreia do espetáculo “Aterrágua”.  As apresentações acontecem no sábado (14) e domingo (15), sempre às 20h, no Teatro Dona Amélia.

Com concepção e direção geral de Jailson Lima, “Aterrágua” utiliza como matéria de criação narrativas e imaginários construídos a partir do encontro da água e da terra. Assim como, a importância simbólica desses elementos para nossa cultura. “O espetáculo evoca, ainda, questões em torno das lutas por território e da necessidade de um corpo presente na construção de outras territorialidades”, destaca o diretor na descrição da montagem.

Aterrágua - Foto: Fernando Pereira

No elenco do espetáculo estão os bailarinos André Vitor Brandão, Alan Gerald, Alexandre Santos, Anna Carolina, Catarina Andrade, Carol Andrade, Diego Milhomens, Eliza Oliver, Fhellipe Soares, Jaidson Sá, Júlia Gondim, Laís Bione, Liz Castro, Maria Gizely, Pedro Creslley, Pedro Lacerda, Tássio Tavares, Thierri Oliveira, Zezinho Lécter. Alexandre Santos também assume a assistência de direção.  A concepção e criação de luz é de Carlos Tiago; criação de trilha sonora, viola, berimbau e voz de Sônia Guimarães;  voz e percussão de Anastácia Rodrigues;  música “Toré das 12 Irmãs e Mais Algumas”, de Dea Trancoso e Sônia Guimarães.A Identidade Visual é de Pollyana Mattana.   

Os ingressos para o espetáculo custam R$ 20 para o público em geral. Trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo e seus dependentes, têm desconto e pagam R$ 10. A montagem tem classificação indicativa livre.

Trajetória - A Cia de Dança do Sesc Petrolina firma-se definitivamente como um espaço de formação em dança na região do Vale do São Francisco, desenvolvendo um trabalho sistemático e ininterrupto em dança contemporânea. A CDASP também tem sido responsável pela formação de instrutores, bailarinos e coreógrafos, possibilitando a inserção desses profissionais no mercado de trabalho e contribuindo para formação de novos grupos de dança na região.

Em 25 anos, o grupo alcançou o reconhecimento do público e prêmios, levando para os palcos de vários Estados os espetáculos “Labirintos”, “Chamas”, “Fábrica Mix”, “Ondas Cardiocerebrais” , “Fuá na Casa de Zé Mané”, “Riscos”, “Viva Seu Lua”, “Bailantes, Brincantes Dançantes”,  “Ao Amor e à Dor”, “Esbórnia” , “Eu Vim da Ilha”, “Tatudobrega” e “Rio de Contas”.

Sesc – O Serviço Social do Comércio é uma instituição privada mantida pelos empresários do comércio de bens, serviços e turismo. Em Pernambuco, iniciou suas atividades em 1947. Oferece para os funcionários do comércio de bens, serviços e turismo, bem como para o público geral, a preços módicos ou gratuitamente, atividades nas áreas de educação, saúde, cultura, recreação, esporte, turismo e assistência social. Atualmente, existem 23 unidades do Sesc do Litoral ao Sertão do estado, incluindo dois hotéis, em Garanhuns e Triunfo, e o Centro de Produção Cultural e Negócios do Sesc, em Garanhuns. Essas unidades dispõem de escolas, equipamentos culturais (como teatros e galerias de arte), restaurantes, academias, quadras poliesportivas, campos de futebol, entre outros espaços e projetos. Para conhecer cada unidade, os projetos ou acessar a programação do mês do Sesc em Pernambuco, basta acessar www.sescpe.org.br.

Com informações da Assessoria/Foto: Fernando Pereira