Diretor de ‘Pânico 7’ deixa franquia: ‘Sonho que virou pesadelo’

0
282

Christopher Landon, diretor de “Pânico 7”, anunciou sua saída da produção do filme; cineasta é mais um profissional a deixar a franquia

Christopher Landon, diretor de ‘Pânico 7’, anunciou a saída da franquia. Crédito: Reprodução/Redes Sociais

A crise que ronda os bastidores do sétimo filme da franquia de terror “Pânico” parece ainda estar longe do fim. Após as saídas das atrizes Melissa Barrera e Jenna Ortega da produção, foi a vez do diretor Christopher Landon anunciar sua retirada da sequência. O cineasta comunicou nas redes sociais o encerramento de sua relação com o longa-metragem.

“Acho que este é um momento tão bom quanto qualquer outro para anunciar que saí formalmente do ‘Pânico’ há sete semanas. Isso decepcionará alguns e alegrará outros”, introduziu seu anúncio no X (antigo Twitter). Landon acrescentou que ficou com o “coração partido” por todos que participaram da produção.

“Foi um trabalho dos sonhos que virou pesadelo. Meu coração se partiu por todos os envolvidos. Todos. Mas é hora de seguir em frente. Eu não tenho nada mais a acrescentar à conversa além de que espero que o legado de Wes Craven (criador da franquia) prospere e se eleve acima do barulho de um mundo dividido. O que ele e Kevin criaram é algo incrível e fiquei honrado por ter um breve momento aproveitando seu brilho”, finalizou.

Christopher Landon foi mais um profissional a sair de “Pânico 7”. Em novembro, Melissa Barrera foi demitida após defender a Palestina e definir os ataques de Israel à Faixa de Gaza como um “genocídio de limpeza étnica”. Na mesma semana, Jenna Ortega também deixou de fazer parte do filme, mas por “conflitos de agenda”. Ainda não há previsão de lançamento do longa-metragem nos cinemas.

(Correios)