asdasdasdasd

Governo começa a pagar 82 mil pedidos de seguro-desemprego

por Karine Paixão 28 de Janeiro de 2020 às 11:49
categoria: Economia

A tecnologia e o poder público parecem ainda não se entenderem muito bem. E a fatura da conta tem atingido diretamente o contribuinte. Hoje, o governo federal começa a pagar 82.116 mil pedidos de seguro-desemprego que haviam sido negados por conta de uma incompatibilidade no sistema após o saque imediato do FGTS.  

Pedidos de seguro desemprego bate nível mais alto em 7 meses nos EUA
O problema se dava porque toda movimentação que ocorre no FGTS interfere no recebimento do seguro-desemprego. E, se o trabalhador retirar o FGTS por outro motivo além da rescisão do contrato de trabalho, o seguro-desemprego é notificado e o beneficiário tem de entrar com um recurso administrativo  para ter o benefício liberado.

De acordo com o Ministério da Economia, identificado o problema, todos os 82 mil pedidos foram liberados na semana passada, para começarem a ser pagos a partir desta terça-feira (28). Embora os pagamentos comecem hoje, o ministério ressalta que, seguindo os procedimentos normais, os valores começam a serem pagos seguindo o prazo de 30 dias após o requerimento do pedido. 

Novos pedidos de seguro-desemprego
Quanto aos novos pedidos, esses devem ser feitos normalmente pelos canais de atendimento da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia. Pelo portal gov.br/trabalho e pelo aplicativo da Carteira de Trabalho Digital, disponível gratuitamente para smartphones, é possível acompanhar a situação do requerimento.