asdasdasdasd

Título de eleitor terá QR Code no lugar de assinatura a partir de maio

por Milena Pacheco 3 de Maio de 2019 às 10:39
categoria: Eleição

Versões novas ou renovadas serão em papel sulfite, e não mais papel moeda

O título de eleitor passa a ter um novo formato a partir do mês de maio deste ano. A mudança determina que o documento seja impresso em papel sulfite branco com dados de filiação do eleitor e QR Code no lugar da assinatura.

Foto: Reprodução/ Diário Oficial da União

Anteriormente, o documento era verde e branco, emitido em papel moeda, que pode ser usado até quando houver disponibilidade de material nas unidades de atendimento da Justiça Eleitoral.

Os eleitores que possuem o modelo velho não precisam refazer o título por causa desta mudança. É possível ter acesso à versão digital do título, baixando o aplicativo e-Título, disponível para celulares com sistema operacional iOS e Android.

A mudança foi feita para atender a uma resolução do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) de 22 de março de 2018. (Com informações EnfoqueMS/Foto: Reprodução/ Diário Oficial da União)


Mais de 98 mil eleitores faltosos podem ter o título cancelado na Bahia

por Milena Pacheco 2 de Maio de 2019 às 17:23
categoria: Eleição

Um total de 98.227 mil eleitores identificados como faltosos poderá ter o título cancelado, caso não procure um posto ou cartório da Justiça Eleitoral até o próximo dia 6 de maio, para regularizar a situação, segundo informações divulgadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA).

São considerados faltosos aqueles que não votaram nem justificaram a ausência nas três últimas eleições (regulares ou suplementares), sendo cada turno de um pleito considerado uma eleição. Em Salvador, conforme o TRE, 7.439 eleitores estão passíveis de cancelamento.

Foto: Reprodução Internet

No portal do TRE-BA, é possível fazer a consulta da situação eleitoral de forma simples e gratuita. Basta procurar a opção “situação eleitoral”, no canto superior esquerdo da página principal. Após preencher o nome completo ou número do título, o serviço indicará se o título está regular ou irregular.

O eleitor irregular deverá comparecer a um cartório ou posto da Justiça Eleitoral munido de documento oficial com foto e comprovante de residência. Além disso, será necessário pagar uma multa no valor aproximado de R$ 3,50 (por cada ausência sem justificativa).

O processo de regularização pode ser iniciado pela internet, na página do TRE. Após o preenchimento dos dados pessoais, a página possibilitará a emissão de Guia de Recolhimento da União (GRU) para a quitação da multa.

Depois de emitir a GRU e realizar o pagamento da pendência, o eleitor precisará se dirigir apenas uma vez ao cartório eleitoral para regularizar a situação.

Prazos

O prazo para atualização do Cadastro Eleitoral está previsto na Resolução do TSE nº 23.594/2018, que estabelece todos os procedimentos relativos ao cancelamento dos títulos eleitorais e à regularização da situação dos eleitores.

Segundo o TRE-BA, os nomes dos eleitores e os números dos respectivos documentos cancelados serão disponibilizados pela Justiça Eleitoral a partir do dia 24 de maio. (Com informações G1/Foto: reprodução internet)