asdasdasdasd

Eleitor é detido na Vila Eduardo

por Karine Paixão 28 de Outubro de 2018 às 13:18
categoria: Eleições 2018

Na manhã de hoje (28) um homem foi detido na Escola Pacífico da Luz, na Vila Eduardo por usar o celular durante a votação. A movimentação foi percebida pelo fiscal da Justiça Eleitoral que acionou os policiais militares presentes no prédio. Segundo testemunha, a equipe do GATI  esteve presente no local e participou da detenção. É proibido o uso de celulares na cabine de votação assim como qualquer equipamento eletrônico, como celulares, máquinas fotográficas e filmadoras.

De acordo com site do Tribunal Superior Eleitoral, a privacidade do voto deve ser garantida e por isso são proibidos todos os aparelhos que possam fazer algum registro do voto do eleitor ou da cabine. Se um eleitor for flagrado com um celular ou outro aparelho de gravação ele deve ser avisado por um dos membros da mesa receptora. Nessa situação o eleitor deve ser identificado e a ocorrência deve ser registrada na ata da seção eleitoral. Depois o juiz eleitoral deve comunicar a situação ao Ministério Público Eleitoral. O eleitor pode ser condenado porque quebrar o sigilo do voto é crime eleitoral. (Foto ilustrativa: Tribuna de Minas)