asdasdasdasd

‘Quero evoluir’, diz Fábio Duarte da FitDance após denúncias e polêmicas

por Redação Nossa Voz 29 de Julho de 2020 às 14:03
categoria: Entretenimento

Uma semana após a polêmica FitDance versus ex-integrantes estourar, o empresário Fábio Duarte, conhecido também como Big Boss, resolveu se pronunciar sobre o caso.

Por meio de vídeos no Instagram, o dançarino afirmou que tirou o tempo longe das redes sociais para refletir sobre o momento e sobre as críticas que recebeu.

“Durante esses dias que eu fiquei mais longe da internet, eu acabei refletindo muito. Foi um momento bem importante para mim, que eu ouvi e li muitas coisas, e a maior certeza de tudo isso é que eu quero evoluir. É importante a gente sempre estar em busca de melhorar, e esse é também um compromisso meu, de mais ninguém. Uma coisa comigo mesmo, então, vou procurar isso. Quero ampliar meu conhecimento sobre coisas que eu acho importante: autoconhecimento, mais generosidade e empatia com as críticas que as pessoas fazem de maneira pessoal e de maneira profissional também”, disse o rapaz em uma sequência de stories.

O Big Boss ainda se colocou disponível para conversar com todos que o criticaram, mas não se desculpou com os ex-colegas de trabalho que deixaram a empresa devido ao contrato abusivo.

“Queria aproveitar para dizer que eu tô aqui aberto ao diálogo pra qualquer pessoa que queira falar de erros e acertos. Também vou procurar isso com todo mundo. E pra finalizar, agradeço às mensagens de carinho de várias pessoas. Os puxões de orelha também. Vocês não têm ideia do quanto isso é importante pra fazer a gente crescer, pra a gente evoluir. Vamos trabalhar aí bastante pra ter muita coisa boa, muita melhoria, muita novidade em breve pra vocês”.


ENTRETENIMENTO
Publicado em 29/07/2020 às 08h46.

‘Quero evoluir’, diz Fábio Duarte da FitDance após denúncias e polêmicas
"Queria aproveitar para dizer que eu tô aqui aberto ao diálogo pra qualquer pessoa que queira falar de erros e acertos. Também vou procurar isso com todo mundo", disse o empresário e dançarino

Bianca Andrade
[Facebook] [Twitter]
[Foto: Sérgio Duarte/bahia.ba]
Foto: Sérgio Duarte/bahia.ba

 

Uma semana após a polêmica FitDance versus ex-integrantes estourar, o empresário Fábio Duarte, conhecido também como Big Boss, resolveu se pronunciar sobre o caso.

Por meio de vídeos no Instagram, o dançarino afirmou que tirou o tempo longe das redes sociais para refletir sobre o momento e sobre as críticas que recebeu.

“Durante esses dias que eu fiquei mais longe da internet, eu acabei refletindo muito. Foi um momento bem importante para mim, que eu ouvi e li muitas coisas, e a maior certeza de tudo isso é que eu quero evoluir. É importante a gente sempre estar em busca de melhorar, e esse é também um compromisso meu, de mais ninguém. Uma coisa comigo mesmo, então, vou procurar isso. Quero ampliar meu conhecimento sobre coisas que eu acho importante: autoconhecimento, mais generosidade e empatia com as críticas que as pessoas fazem de maneira pessoal e de maneira profissional também”, disse o rapaz em uma sequência de stories.

O Big Boss ainda se colocou disponível para conversar com todos que o criticaram, mas não se desculpou com os ex-colegas de trabalho que deixaram a empresa devido ao contrato abusivo.

“Queria aproveitar para dizer que eu tô aqui aberto ao diálogo pra qualquer pessoa que queira falar de erros e acertos. Também vou procurar isso com todo mundo. E pra finalizar, agradeço às mensagens de carinho de várias pessoas. Os puxões de orelha também. Vocês não têm ideia do quanto isso é importante pra fazer a gente crescer, pra a gente evoluir. Vamos trabalhar aí bastante pra ter muita coisa boa, muita melhoria, muita novidade em breve pra vocês”.

A confusão com a FitDance teve início após um vídeo do ex-integrante Diogo Pretto, que decidiu colocar para fora a verdade dele sobre o que acontecia nos bastidores da ‘Fábrica de Sonhos’.

“Quando se passa de amor pra dinheiro as coisas mudam, para ego, para fama, não adianta querer ser famoso a todo custo. Querer aparecer. Não adianta, não vai conseguir. Nós precisamos uns dos outros. A gente é descartável, a gente fez de tudo para que isso tudo crescesse junto. Se quiser me processar, fique à vontade meu irmão”.

Segundo o ex-BBB, a empresa controlava os contratos externos dos integrantes da equipe show, os dançarinos principais e Diogo chegou a acusar o ex-assessor de querer boicotar ele, para depois entender que era uma ordem de um superior.

Outras polêmicas também vieram à tona como a carga horária abusiva, exposta pela mãe da ex-integrante, Isis Oliveira, acusação de assédio da dançarina Mirela Janis em um concurso promovido pela FitDance e os problemas judiciais com Dam Fernandes e Juliana Paiva.

Conforme apurado pelo bahia.ba, a empresa havia processado Dam e tentava impedir que o rapaz dançasse por pelo menos dois anos.

A FitDance, que pedia uma multa de R$ 10 mil, diariamente caso o dançarino descumprisse com o acordo, perdeu a ação.

Em nota enviada pela empresa ao site, eles afirmaram ter ciência das críticas e consideraram as acusações injustas, revelando que o investimento nos dançarinos passou de milhões.

“Tivemos ciência de críticas e ataques de ex-membros desta equipe de dançarinos. Lamentamos, profundamente, a postura de alguns deles que, com o final dos seus respectivos contratos, optaram por externar publicamente insatisfações, que são injustas e sem o contexto completo do histórico da relação”.

Fonte: Bahia.Ba
Imagem: Sérgio Duarte