asdasdasdasd

Começou a Copa do Mundo Feminina

por Mário Souza 7 de Junho de 2019 às 17:40
categoria: Futebol Feminino

Foto  - FIFA

Começou nesta sexta-feira (7) na França, a Copa Do Mundo Fifa de Futebol Feminino. O duelo entre França x Coreia do Sul em Paris, marca a abertura de uma mundial que promete ser um dos melhores de todos os tempos.

No Grupo A, além das francesas e das coreanas, Noruega e Nigéria garantem uma das chaves mais equilibradas do certame. Norueguesas, nigerianas e as donas da casa devem brigar gol a gol pela liderança da chave, enquanto as coreanas tentarão dar o melhor para fazer uma boa e competição.

O Grupo B traz a Alemanha, como grande favorita. Mas a China também deve brigar por uma vaga na próxima fase, com a Espanha e África do Sul correndo por fora.

O Brasil está no Grupo C e se Marta, Formiga e Cristiane companhia, conseguirem dar o seu melhor, tem grandes chances de superar Austrália, Jamaica e Itália, garantindo vaga nas oitavas de final. A Seleção Brasileira estreia neste domingo (9), às 10h30min contra a Jamaica no Stade des Alpes, em Grenoble. A partida terá transmissão ao vivo pela TV Grande Rio.

O Grupo D, também apresenta duelos equilibrados. Inglaterra, Argentina e Escócia e Japão, não terão vida fácil para seguir sonhando com algo mais na competição.

Canadá, Camarões, Nova Zelândia e Holanda formam o Grupo E. Com ligeiro favoritismo para as canadenses, a chave também não é das mais fáceis. As holandesas e neozelandenses também devem lutar pela classificação, com as camaronesas enfrentando muitas dificuldades.

Estados Unidos e Suécia devem brigar pela liderança no Grupo F, enquanto Chile e Tailândia vão tentar horar as camisas. Vale lembrar que a fortíssima seleção americana é sempre candidata ao título, mas vai precisar provar isso dentro de campo.

A bola do Mundial Feminino já está rolando, agora é torcer para que nossa Seleção supere os vários problemas de contusões e mudanças na comissão técnica. Quem sabe o Brasil não estará emocionando os torcedores na grande final do 7 de julho em Lyon?


Seleção Feminina disputará, nos Estados Unidos

por Mário Souza 23 de Janeiro de 2019 às 17:53
categoria: Futebol Feminino

(Texto e Foto - CBF)

A Seleção Feminina já tem o primeiro desafio de 2019: o Torneio She Believes, nos Estados Unidos, a partir do dia 27 de fevereiro. As brasileiras terão pela frente a equipe dos Estados Unidos, Inglaterra e Japão. O torneio faz parte da preparação para a Copa do Mundo da França 2019, que será realizada em junho. 

A competição passará por três cidades diferentes: Filadélfia, Nashville e Tampa. O formato será  pontos corridos com todas as equipes se enfrentando. A competição será realizada em período de Data FIFA. 

– Mais uma vez, o Brasil vai aos Estados Unidos para disputar esse torneio. São equipes bem ranqueadas, e nós jogaremos com equipes acima de nós no ranking. São seleções de alto nível para se enfrentar. É importante nesse pré-Copa do Mundo ter a exata noção como estamos e quais as dificuldades que iremos encontrar. Essa é a maneira que entendemos para trazer dificuldades, jogar em alto nível e projetar uma Copa – avalia Marco Aurélio Cunha, coordenador de Seleções Femininas da CBF.

A Seleção Feminina ficará concentrada na Granja Comary, em Teresópolis, até o dia 22 de fevereiro, quando viajará para disputar o Torneio She Believes.

Confira a programação:

27-02 - Filadélfia, Pensilvânia I Talen Energy Stadium

16h - Inglaterra x Brasil

19h - EUA X Japão

02-03 - Nashville,Tennessee I Nissan Stadium

13h - Brasil x Japão

15h30 - EUA x Inglaterra

05-03 - Tampa, Flórida, I Raymond James Stadium

17h15 - Japão x Inglaterra

20h - EUA x Brasil


Brasil tem grupo definido na Copa do Mundo

por Mário Souza 10 de Dezembro de 2018 às 16:37
categoria: Futebol Feminino

Texto e Fotos CBF

O caminho do Seleção Brasileira na Copa do Mundo Feminina França 2019 está traçado. Neste sábado (8) foi realizado, em Paris, na França, o sorteio de grupos da primeira fase da competição. As brasileiras estão no Grupo C, ao lado de Austrália, Itália e Jamaica.

Estiveram representando o Brasil no evento o Diretor Executivo de Gestão da CBF, Rogério Caboclo, o Vice-Presidente, Fernando Sarney, o Coordenador de Seleções Femininas, Marco Aurélio Cunha, e o técnico da Seleção Feminina Principal, Vadão. No palco, Kaká, pentacampeão do mundo pela Seleção Brasileira, foi uma das personalidades convidadas para auxiliar no sorteio dos grupos e dos jogos da fase inicial da competição.

A estreia brasileira será diante da Jamaica, no dia 9 de junho, em Grenoble. Em seguida terá a Austrália pela frente, no dia 13, em Montepellier. Fechando a fase de grupos, o Brasil enfrentará a Itália, no dia 18, em Valenciennes. A Copa do Mundo França 2019 terá 24 seleções e acontece de 7 de junho a 7 de julho. Serão nove sedes: Paris, Lyon, Montpellier, Nice, Valenciennes, Reims, Le Havre, Grenoble e Rennes.

Sobre o sorteio:

A divisão das equipes em cada pote do sorteio foi baseada no ranking de Seleções da FIFA. O sorteio começou pelo Pote 1 e terminou no Pote 4. 

Pote 1: Estados Unidos, Alemanha, França, Inglaterra, Canadá e Austrália. 

Pote 2: Brasil, Noruega, Japão, Holanda, Suíça e Espanha.

Pote 3 : Coreia do Sul, China, Itália, Escócia, Nova Zelândia e Tailândia.

Pote 4 : Argentina, Nigéria, Chile, Jamaica, Camarões e África do Sul. 

Brasil em Copas do Mundo:

Para chegar à Copa do Mundo Feminina França 2019 o Brasil fez uma campanha impecável na Copa América do Chile, em abril deste ano. A equipe venceu todos os sete compromissos e conquistou o sétimo troféu da competição. Desta forma, garantiu mais uma vaga na Copa do Mundo Feminina.

O Brasil participou de todas as sete edições da Copa do Mundo Feminina e estará na oitava presença na França. A primeira aconteceu em 1991, na China. A melhor colocação brasileira foi em 2007 com o vice-campeonato diante da Alemanha, na Copa do Mundo da China. Em 1999, nos Estados Unidos, o Brasil foi em terceiro lugar ao vencer a Noruega.


Sport vence o Náutico e é campeão do Feminino

por Mário Souza 28 de Novembro de 2018 às 18:12
categoria: Futebol Feminino

Foto e Texto - Caio Falcão e Fernanda Durão

Sport e Náutico entraram em campo no Ademir Cunha em busca do título do Campeonato Pernambucano de Futebol Feminino 2018. No jogo de ida as rubro-negras venceram por 1 x 0 e precisavam apenas de um empate para garantir o troféu, mas foram em busca do resultado e garantiram a vitória por 2 x 0.

O JOGO

Com o mando de campo, o Sport abriu o placar logo no início do jogo. A atacante Regiane marcou um golaço aos três minutos para a alegria da torcida rubro-negra. Após o gol, a equipe alvirrubra começou a entrar para o jogo e chegou a assustar as leoas algumas vezes deixando a partida um pouco mais equilibrada. 

Perto do final da primeira etapa, a equipe mandante passou a pressionar mais e teve duas boas chances de gol. A pressão do Sport surtiu efeito e aos 35 minutos Palominha fez o segundo do Leão. Sport 2 x 0 Náutico.

Na volta do intervalo, o jogo continuou bastante movimentado. O Sport pressionou a equipe alvirrubra até o último minuto de partida e garantiu o resultado conquistando mais um título da competição.


Náutico e Sport goleiam no Pernambucano Feminino

por Mário Souza 22 de Outubro de 2018 às 16:15
categoria: Futebol Feminino

Texto e Foto / foradecampope.com.br

Os jogos de ida das semifinais do Campeonato Pernambucano Feminino foram realizados na tarde do último domingo, 21 de outubro. O Sport e o Náutico confirmaram o favoritismo e golearam o Ipojuca por 5×0, no CT Usina Ipojuca, e o Centro Limoeirense pelo placar de 3×0, no estádio José Vareda, em Limoeiro, respectivamente. As partidas de volta estão marcadas para o dia 18 de novembro (domingo), ambas às 15h. Além da grande vantagem construída, as alvirrubras e as rubro-negras ainda decidem a classificação para a final dentro de casa, no CT Wilson Campos e na Ilha do Retiro, respectivamente.

Os grandes da capital estão invictos na competição. O Sport encerrou a primeira fase na liderança do Grupo A, com quatro vitórias e 100% de aproveitamento (12 pontos). Já o Náutico ficou na 1ª colocação do Grupo B – três vitórias e um empate (dez pontos na tabela de classificação). O detalhe é que as rubro-negras venceram por goleada todas cinco partidas disputadas.

O favorito ao título estadual é o Sport, atual campeão do Pernambucano Feminino e com cinco títulos estaduais.


Times de Pernambuco em fase decisiva da Taça Paulista

por Mário Souza 27 de Julho de 2018 às 16:37
categoria: Futebol Feminino

Dois times que ainda estão representando Pernambuco na Taça Paulista de Futebol Feminino chegaram fortes na terceira fase da competição. Sport e Vitória, em grupos diferentes, estão invictos no torneio e com um belo futebol apresentado. Um tem a segunda melhor defesa, já o outro tem o melhor ataque.

Sport

As Leoas possuem o melhor ataque do campeonato, além disso, desenvolveram um ótimo desempenho em todas as partidas. Foram oito jogos, sete vitórias, 52 gols marcados e apenas três sofridos.

Vitória

O time do interior também vem mostrando uma satisfatória desenvoltura. As guerreiras possuem a segunda melhor defesa de todo torneio, perdendo apenas para o Vitória-BA, que ainda não levou nenhum gol. Simplesmente venceram seis jogos dos oito disputados, com 22 gols realizados e apenas dois tomados. 


Vitória e Minas-DF empatam pelo jogo de ida da final

por Mário Souza 9 de Julho de 2018 às 16:01
categoria: Futebol Feminino

Fonte / CBF

A definição do título do Brasileiro Feminino A-2 ficou para o duelo de volta. Neste domingo (8), o primeiro confronto da final entre Vitória-BA e Minas Icesp-DF terminou empatado. No estádio Manoel Barradas, em Salvador, as finalistas ficaram no 2 a 2. Com o resultado, quem vencer a decisão na próxima quinta-feira (12), em Ceilândia (DF) fatura o troféu da competição nacional – as duas equipes já estão classificadas para o Brasileiro Feminino A-1 de 2019.

Com entrada gratuita, quase duas mil pessoas estiveram presentes para acompanhar o primeiro jogo da final no Barradão. Sem se intimidar com a pressão da torcida rubro-negra, o Minas Icesp abriu o placar aos 19 minutos. Após descida pela direita, a artilheira Victória recebeu em profundidade e colocou as visitantes na frente: 1 a 0. A resposta baiana foi imediata. Aos 22 minutos, Tainara cobrou falta na área, a zaga não afastou e Any escorou para empatar a partida: 1 a 1.

Após o empate, o Vitória cresceu no jogo e ficou muito perto da virada aos 35 minutos. A goleira do Minas, porém, saiu nos pés da atacante e evitou o segundo gol das mandantes. Aos 39, o time do Distrito Federal voltou a liderar o marcador. Em jogada pela esquerda, Barbrinha completou para o fundo das redes: 2 a 1. No último lance do primeiro tempo, as donas da casa tiveram um pênalti a favor, mas Taiana bateu para fora.

Em desvantagem, o Vitória tentou pressionar em busca do empate na reta final. Empurrado pela torcida, que incentivou a todo instante, as rubro-negras foram para cima do Minas. Lutando até o final, as Leoas foram premiadas com o gol de empate no último minuto. De cabeça, Gadú balançou as redes e decretou a igualdade em 2 a 2 na partida de ida.

(Crédito das fotos: Maurícia da Matta/EC Vitória)


Feminina Sub-20 está no Grupo B do Mundial

por Mário Souza 9 de Março de 2018 às 17:11
categoria: Futebol Feminino

A Seleção Brasileira Feminina Sub-20 já conhece seus adversários da Copa do Mundo da categoria, que será disputada de 5 a 24 de agosto deste ano na França. Na fase de grupos, o Brasil enfrentará: Coreia do Norte, Inglaterra e México.

O técnico Doriva Bueno e a supervisora Valesca Araújo acompanharam o sorteio dos grupos em Rennes, na França.

– Achei que estamos em um grupo forte, porém tem duas seleções que já conhecemos o jeito de jogar. Temos condições de passar para próxima fase. Vamos estudar essas equipes e começar a trabalhar como se estivéssemos jogando contra elas nos treinamentos. Vamos precisar muito da colaboração dos clubes brasileiros, pois é de suma importância que consigamos ter nossas atletas em todas as convocações – avaliou o treinador.

Confira todos os grupos do Mundial:

Group A: França, Gana, Nova Zelândia e Holanda

Group B: Coreia do Norte, Inglaterra, México e Brasil

Group C: Estados Unidos, Japão, Paraguai e Espanha

Group D: Haiti, China, Nigéria e Alemanha


Lusaca vence o Jequié

por Mário Souza 20 de Novembro de 2017 às 18:00
categoria: Futebol Feminino

 

O Lusaca largou na frente na corrida pelo título do Baianão Feminino 2017. Na partida de ida da final, o time de Dias D'Ávila venceu o Jequié.

No Waldomiro Borges, em Jequié, o Lusaca fez 1 a 0 neste sábado (18). Com o resultado, a equipe, que busca seu primeiro título da competição ficou em vantagem.

No confronto de volta, no próximo sábado (25), no Armando Oliveira, em Camaçari, o Lusaca jogará por um empate para sagrar-se campeão. Já ao Jequié resta um triunfo por dois gols de diferença, para conquistar o título nos 90 minutos, ou uma vitória por um gol de diferença para decidir a taça nos pênaltis.


A volta de Vadão à Seleção Feminina do Brasil

por Mário Souza 2 de Outubro de 2017 às 15:38
categoria: Futebol Feminino

Fonte / Futebol Interior

A CBF está prestes a reparar um erro cometido no final do ano passado. Nos próximos dias é bem provável que o presidente da entidade, Marco Polo Del Nero, anuncie a volta de Osvaldo Alvarez, o Vadão, ao comando da comissão técnica da Seleção Brasileira de Futebol Feminino.

Influenciada pela FIFA, que quer mulheres dirigindo as seleções nacionais, a CBF acabou trocando Vadão por Emily Lima, profissional ainda sem experiência de comando para uma função tão importante.

Emily Lima vem se mostrando despreparada para o cargo desde quando foi anunciada como nova treinadora da Seleção Feminina, no final da temporada passada.

OS ERROS ÓBVIOS

Começou criticando os profissionais que vinham fazendo um revolucionário trabalho no futebol feminino do Brasil, e depois começou fazendo experiências com a convocação de jogadoras.

O óbvio era dar sequência com a manutenção das atletas que se destacaram nas últimas Olimpíadas, quando a seleção brasileira fez grandes exibições e terminou em quatro lugar.

O resultado não poderia ser pior, dentro e fora de campo.

Fora de campo, com Vadão no comando, a Seleção Brasileira começou a ter um espaço na grande mídia que nunca teve, impulsionando a prática do futebol entre as mulheres em todo o Brasil.

DEIXOU DE SER NOTÍCIA

Bastou a saída de Vadão e a chegada de Emily Lima para o futebol feminino não ser notícia, limitando-se apenas a ter notas divulgadas em desprestigiados blogs especializados.

E dentro de campo, com um time limitado e mal convocado, os resultados estão sendo ruins, demonstrando que passou da hora da CBF reparar o erro, fazendo retornar a comissão comandada por Vadão.

É voz corrente na CBF e nos bastidores do futebol feminino que somente Vadão terá condições de recuperar o prestígio do selecionado brasileiro, voltando a ser respeitado fora de campo e obtendo resultados positivos nos jogos e nas competições.