Lançamento de foguete dá início à primeira missão espacial privada com destino à Lua

0
849

O plano original prevê que o módulo lunar não tripulado se aproxime do solo lunar em 23 de fevereiro.

Por Jornal Nacional

Lançamento de foguete dá início à primeira missão espacial privada com destino à Lua

Um consórcio do setor privado lançou nesta segunda-feira (8) a primeira espaçonave americana rumo à lua depois de mais de 50 anos.

O plano original prevê que o módulo lunar não tripulado se aproxime do solo lunar em 23 de fevereiro. O foguete Vulcan com a cápsula Peregrine foi lançado pouco depois das duas horas da manhã do horário da Flórida.

Cinquenta minutos depois, quando o módulo se separou do foguete, os engenheiros perceberam que o painel solar que gera energia para a nave não estava virado para o sol. Era uma falha no sistema de propulsão. É esse sistema que “pilota”, com jatos, a espaçonave rumo à Lua e que permite um pouso suave, controlado, na superfície.

Os engenheiros conseguiram reposicionar os painéis solares com a nave já no espaço, mas houve perda de combustível nesse processo e agora os cientistas não têm certeza se a nave vai pousar com sucesso na Lua.

Uma nave americana não pousa na lua há mais de 50 anos, desde 1972. E esta poderá se tornar a primeira nave de uma empresa privada a fazer isso. A China conseguiu pousar uma cápsula na Lua em 2013, e a Índia, em 2023.

Os programas espaciais do governo americano têm focado em outras missões, como mandar robôs para Marte. A corrida espacial à Lua agora está entre empresas privadas, com o apoio da Nasa.

Na missão desta segunda-feira (08), a Nasa enviou 5 instrumentos para ajudar a analisar o solo lunar. A ideia é usar a Lua, nas próximas décadas, como plataforma de lançamento para mandar homens e mulheres para Marte.

(Jornal Nacional)