asdasdasdasd

Luto: Morre o poeta Manuca Almeida

por Neya Gonçalves 11 de Novembro de 2017 às 21:35
categoria: Luto

Morreu em São Paulo na noite deste sábado (11) , o  poeta Manuca Almeida que lutava contra um câncer e estava em tratamento, na capaital Paulista há mais de seis meses

Emanuel Almeida, ou simplesmente Manuca, marcou um tempo com sua poesia, musicalidade e irreverência. Nasceu em Aracaju/SE, e  ia completar 54 anos no dia 16 de dezembro

Sergipano,  adotou Juazeiro, tendo recebido título de cidadão Juazeirense e ficou conhecido por ser um compositor, poeta, ator, produtor musical e escritor brasileiro, onde a irreverência e rimas impensáveis eram sua marca.

Manuca participou e fez produções locais de novelas, comerciais e filmes, como “Dona Flor e seus dois maridos”; “Eu, Tu, Eles”; “Guerra de Canudos” e “Memórias Póstumas de Brás Cubas”. Em 2001, ficou conhecido em todo mundo depois da composição “Esperando na Janela”, gravada por Gilberto Gil e por mais de 40 artistas,  vencer o Grammy Latino como melhor música brasileira daquele ano.

Casado com Lú Almeida, comunicadora e parceira inseparável, pai de 3 filhas, Manuca lutava contra um câncer.  Em sua última postagem no facebook, o poeta disse: "A esperança é a última que dorme".

Toda família de Manuca se encontra na cidade de Barretos  São Paulo. O velório só será marcado depois que o hospital liberar o corpo. Segundo informações da família, deverá ser na segunda-feira (13), no Centro de Cultura João Gilberto.