asdasdasdasd

Frente Parlamentar pretende aproximar o Nordeste do Governo de Bolsonaro

por Gabriela Canário 14 de Janeiro de 2019 às 12:11
categoria: Política

Reeleito para o terceiro mandato, o deputado federal Danilo Cabral (PSB) pretende criar uma Frente Parlamentar que seja um dos pontos de intersecção entre o Nordeste e o Governo do Presidente Jair Messias Bolsonaro (PSL). "Nós identificamos que não tinha uma Frente que fizesse a articulação que o Nordeste precisa para a defesa da região. São 22 ministros [no novo governo] e nenhum representante do Norte-nordeste. É preciso uma leitura regional que possa levar o coração para dentro do Governo de forma objetiva”, declarou.

Cabral afirmou que a frente é uma forma de resposta aos primeiros movimentos do novo presidente, principalmente depois do pronunciamento de Jair Bolsonaro em entrevista a um canal de televisão, onde ele afirmou esperar que os governadores nordestinos não o procurem para pedir recursos, em resposta à informação de que eles teriam se recusado a pendurar sua foto oficial nos gabinetes. “Teve essa fala infeliz de Bolsonaro de que os governadores [do Nordeste] não deveriam entrar em contato como presidente. Foi sem respeito. [Temos que] aprimorar o diálogo entre a região e o Governo Federal. O momento agora é de governar para todos os brasileiros e não para partido A ou partido B. O nordeste é parte da solução e não parte de um problema. A região não pode ser tratada de forma preconceituosa e essa frente vai servir como resistência”, afirmou o parlamentar.

Danilo Cabral espera fazer a instalação da Frente já nos primeiros dias da nova legislatura. De acordo com o regimento interno da Câmara dos Deputados, a formação de uma frente parlamentar depende da assinatura de 198 deputados. Senadores e deputados tomam posse no dia 1º de fevereiro. O Congresso Nacional conta com 151 deputados e 27 senadores nordestinos. O deputado federal pretende ainda reeditar outras três frentes que criou no último mandato. São elas: em Defesa da Chesf; em Defesa do Saneamento Básico Público e em Defesa do Sistema Único de Assistência Social.