asdasdasdasd

Araripina e Ouricuri cumprem medidas de isolamento mais rigídas a partir desta sexta-feira (7).

por Milena Pacheco 7 de Agosto de 2020 às 09:36
categoria: Regional

A partir desta sexta-feira (7), Araripina e Ouricuri começam a cumprir medidas de isolamento mais rígidas. As novas regras fazem parte do decreto do Governo do Estado de Pernambuco, publicado nesta quinta-feira (6) para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do Novo Coronavírus. Devido ao retrocesso da Fase 4 para a Fase 2 do Plano de Convivência para a retomada gradual das atividades econômicas em Pernambuco.

Em Araripina, o Comitê de Monitoramento da Covid-19 fez uma reunião para discutir as medidas de enfrentamento. Desde o dia 29 de julho, o município adotou medidas mais restritivas para combater a Covid-19 com o prazo de 15 dias. Entre as medidas está a suspensão da realização de feiras de veículos às margens da BR-116 (Bairro Planalto), toque de recolher das 21h às 5h e proibição da comercialização de bebidas alcoólicas em todo e qualquer tipo de estabelecimento comercial do município.

Segundo o coordenado do Comitê, Sinval Ferreira dos Santos, as medidas tomadas no fim de julho já foram baseadas no aumento no número de casos confirmados da doença no município. “Houve de fato um crescimento exponencial dos casos. A gente saiu De uma média de 6, 8 a 10 casos em junho para até 50 casos semanais no mês de julho. O pico chegou a 86 casos semanais. Hoje estamos com mais de 700 casos. O crescimento muito rápido. Foi incontrolável. A gente acredita que esse aumento exponencial no mês de julho tenha sido em consequência do São João”, disse o coordenador do Comitê de Monitoramento da Covid-19.

Para o cumprimento do decreto estadual, que tem validade até 16 de agosto, Araripina terá auxilio da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, que irão ajudar na fiscalização. “Agora com atenuante, a Policia Militar e o Corpo de Bombeiros, isso irá ajudar o município no controle das restrições para ver se, de fato, estabiliza os números e começa a cair”, afirmou Sinval Ferreira.

Em Araripina estão autorizados a funcionar agências bancárias, lotéricas, comércio atacadista, farmácias, portos de combustíveis, açougues, hortifrutis, casas de material de construção, casa de ração animal, clínicas médicas e odontológicas, ambulatórios de saúde, óticas, laboratórios de análises clínicas, clínicas veterinárias, construção civil com 50% dos funcionários, oficinas mecânicas e automotivas, lojas de peças e pneus, setor de alimentação como restaurantes, lanchonetes, padarias e outros apenas com retirada no local ou delivery.

Segundo o coordenador do Comitê de Monitoramento da Covid-19, os próximos 10 dias serão cruciais para um novo planejamento para o município. “Durante esses 10 dias, se por ventura os casos diminuírem, acreditamos que retorne não mais para a fase 4 e progrida para a fase 5 como aconteceu em Petrolina, Serra Talhada e Arcoverde. São 10 dias acompanhando”, afirmou Sinval Ferreira dos Santos.

Já o município de Ouricuri emitiu um comunicado informando que o Comitê Municipal de Enfrentamento da Covid-19 e a Secretaria Municipal de Saúde estão realizando reuniões, incluindo na manhã desta sexta-feira para traçar novas metas, além das já estabelecidas para o enfrentamento do Novo Coronavírus e discutir as medidas anunciadas pelo Governo do estado. A nota reforçou a realização das barreiras sanitárias nas entradas da cidade. A Secretária de Saúde informou que as novas medidas devem ser divulgadas ainda nesta sexta-feira (7).

Com informações G1Petrolina/Foto: Divulgação/Secom Araripina