asdasdasdasd

Ato/Manifesto cobra retomada e socorro à empresas de eventos e entretenimento do VSF

por Milena Pacheco 15 de Setembro de 2020 às 17:52
categoria: Regional

Empresários do ramo de eventos e entretenimento do Vale do São Francisco, realização nesta sexta-feira (18) um ato público pela retomada das atividades do setor. Com a proximidade das convenções partidárias, os governo dos estados da Bahia e Pernambuco flexibilizaram as medidas de distanciamento permitindo reuniões organizacionais com até 100 pessoas desde que seguindo protocolos necessários para evitar o contágio pelo coronavírus.

Foto: Divulgação

Entretanto, o setor de eventos e entretenimento foi privado desse novo normal e permanece proibido de funcionar. Há alguns meses, integrantes da categoria apresentaram um plano de retomada gradual, entregue em mãos aos prefeitos de Petrolina, Miguel Coelho e Juazeiro, Paulo Bonfim. Ambos se mostraram receptivos e solidários à classe, porém, até o momento nada se concretizou. O motivo para a demora na tomada de decisão local são as normas impostas pelos governos dos dois estados.

Sendo assim, além da pauta sobre o retorno das atividades, o grupo também cobra medidas e incentivos que “possam ajudar essas empresas que injetam milhões na economia local, e movem uma cadeia produtiva gigantesca”, afirma a nota encaminhada à imprensa.

“Até o momento, nada foi feito e mais de 1.500 famílias que dependem diretamente da realização dos eventos para sobreviver estão em situação crítica e as empresas estão agonizando”, reforça a publicação.

O Ato/ Manifesto pacífico será realizado na próxima sexta-feira, dia 18 de setembro, às 8:30h da manhã, na Concha Acústica de Petrolina. “Todos esses profissionais estarão reunidos para chamar atenção das autoridades para a emergência na apresentação de medidas, diante dessa crise sem precedentes. A sociedade precisa entender e apoiar esse manifesto, pois afinal #tudoéevento. E evento para essas pessoas é trabalho, é luta, é vida, é sustento!!”, finaliza a nota.

Fonte: Blog Nossa Voz

Imagem de Free-Photos por Pixabay