asdasdasdasd

Procissão com mais de 70 mil pessoas homenageia Padroeira de Petrolina

por Redação Nossa Voz 15 de Agosto de 2017 às 20:43
categoria: Religião

Momentos de devoção, fé e homenagens. Nesta terça-feira, dia 15, Petrolina recebeu uma programação ampla em homenagem à padroeira da cidade, Nossa Senhora Rainha dos Anjos. Pela manhã, os fiéis participaram de missas na Igreja Matriz e na Catedral da cidade, celebradas pelo Monsenhor Porfírio dos Santos e pelo Bispo emérito de Petrolina, Dom Manoel dos Reis de Farias, respectivamente. 

No final da tarde, cerca de 70 mil pessoas, segundo a organização, percorreram as ruas do centro em reverência à padroeira. Entretanto, a previsão para este ano era que a presença de devotos na procissão superassem os 110 mil que participaram em 2016.

Os fiéis sairam da igreja Matriz da cidade e entoaram cantos e orações durante o percurso. Por causa da procissão, algumas vias do centro da cidade foram interditadas. Após a procissão foi celebrada uma missa, na praça da Catedral.

Autoridades políticas também fizeram o trajeto em homenagem à padroeira. O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, enfatizou sobre a reflexão dos valores e da vida. "É um momento para a gente refletir sobre os valores da família, do pertencimento, de solidariedade e de ser mais humano. É isso que Nossa Senhora rainha dos Anjos ensina. Petrolina tem uma devoção por nossa padroeira e isso nos faz refletir sobre a vida", destacou. 

O senador Fernando Bezerra coelho também esteve presente. "É um compromisso todos os anos. Tive que sacrificar a minha presebça no senado federal para honrar esse compromisso com a igreja e com Petrolina", disse. 

Dom Frei Paulo Cardoso, que ficou a frente da Diócese de Petrolina por mais de 27 anos também se fez presente na procissão e falou sobre o trabalho que desenvolve, atualmente, em Missão de Paz, na África e também sobre a saída do Bispo Dom Manoel dos Reis Farias. "Não é um trabalho fácil, mas por outro lado vale a pena", disse. Sobre a saída de Dom Manoel, ele disse ter ficado surpreso, mas sabe que foi uma decisão humilde. "Foi uma supresa muito grande. Foi uma decisão dificil e humilde e virá outro para continuar porque nós passamos, mas a igreja continua", destacou.