asdasdasdasd

Estudo: 60% de gestantes já tiveram a zika em Pernambuco

por Redação Nossa Voz 13 de Março de 2019 às 10:14
categoria: Saúde

Um estudo sorológico com 262 gestantes que pariram entre janeiro e novembro de 2016, em Pernambuco, indicou que cerca de 60% delas haviam sido infectadas pelo zika e quase a totalidade tinham anticorpos para a dengue. O dado faz parte de um levantamento feito pelo Grupo de Pesquisa da Epidemia de Microcefalia (Merg) da Fiocruz de Pernambuco. 

O relatório completo foi publicado esta semana no periódico O PLOS Neglected Tropical Diseases. Nesta terça-feira (12), o tema foi um dos assuntos do seminário internacional “Zika Vírus: Três Anos após a Epidemia - Pesquisas em desenvolvimento e perspectivas de novas parcerias Pernambuco”, que reuniu na sede da Fiocruz Pernambuco, no Recife, os maiores nomes da pesquisa sobre o vírus. 

Das 262 grávidas triadas em oito maternidades da Região Metropolitana, 89 dos filhos nasceram com a microcefalia e 173 não tinham esta malformação. No geral, 7,25% das mães foram positivas para infecção recente pelo zika, o que significa dizer que o contágio delas era superior a seis meses antes do parto.

Nenhuma delas apresentava no momento do parto, os sinais agudos do vírus. A presença de muitas mulheres com anticorpos para dengue (principalmente a tipo 3 e 4) indicam que este pode não gerar proteção para a infecção futura de zika, como se imaginava. (foto: Reprodução Internet)