asdasdasdasd

UPAE/IMIP de Petrolina celebra 6 anos com 560 mil atendimentos médicos e 3 milhões de procedimentos

por Milena Pacheco 30 de Julho de 2019 às 11:15
categoria: Saúde

A Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMIP) comemora 6 anos nesta segunda-feira (29) e apresenta seus números, que refletem os esforços diários de 301 funcionários, além dos colaboradores e prestadores de serviço.

Foto: reprodução

Somente na urgência e emergência (UPA 24h) foram somados aproximadamente 560 mil atendimentos médicos, 38 mil atendimentos odontológicos, 31 mil passagens pelo serviço social e mais de 3 milhões de procedimentos realizados.

Já no serviço de especialidades foram contabilizadas 319 mil consultas médicas, 65 mil consultas com a equipe multiprofissional, 76 mil sessões de fisioterapia, quase 36 mil cirurgias e 824 mil exames de imagem, diagnósticos e laboratoriais.

“Aliados a isso, temos um serviço aprovado por 86% dos seus usuários, que apresenta um nível de resolutividade de 97%, que atende entre 75 e 80% da demanda de urgência e emergência SUS adulto de Petrolina, e que é indicado por mais de 80% dos seus pacientes”, acrescenta a coordenadora geral, Grazziela Franklin.

Diante dos dados é possível constatar que a UPAE de Petrolina cumpre bem o seu papel na descentralização da assistência à saúde (de complexidade intermediária) em Pernambuco. A Unidade, inclusive, ultrapassa todas as suas metas contratuais e colabora significativamente para diminuir a demanda reprimida por cirurgias de pequeno e médio porte dos 7 municípios de referência, assim como ajuda a reduzir a fila de espera por consultas com especialistas.

“Em geral, a gente faz bem acima do que a gente pode. Mas, apesar disso, os nossos motivos maiores são para comemorar. A família UPAE é um exemplo de dedicação e superação. Costumo dizer que a nossa Unidade não é apenas os seus números, sua estrutura física, ou os serviços que oferece. Ela é um somatório de gente, que resolveu fazer a diferença na saúde pública e prestar o melhor serviço que pode à população”, reconhece. (Fonte: Blog Nossa Voz)