asdasdasdasd

Chuvas provocam alagamentos e prejuízos para moradores de Ouricuri

por Redação Nossa Voz 25 de Março de 2019 às 11:27
categoria: Sertão do Araripe

Desespero e medo para os moradores da Rua Edgar Pedro de Aquino em Ouricuri no fim de semana chuvoso, a rua fica no bairro Santo Antônio, calçada recentemente, mas os moradores relataram que os problemas não existiam antes do calçamento. A situação parece se agravar a cada chuva.

A chuva forte alagou as casas e rachou o calçamento. Moradores tiveram que quebrar lombadas para dar passagem a água que se acumulou no fim da rua e destruiu muitos bens. Crianças ficaram em risco. A dona de casa Emanuele Silva disse que seus dois filhos ficaram em perigo e com medo na madrugada, disse que de pelo menos 15 pessoas ajudaram a família a evitar mais perdas, ela que inclusive perdeu roupas, móveis e alimentos. O morador Francisco Batista reclamou que a prefeitura inaugurou o calçamento sem ter finalizado a obra, que o esgoto retorna para dentro de casa com restos fecais.

“A situação tá horrível, toda vez que chove a água invade as casas, o calçamento foi muito mal feito, tem que colocar também poste que tá faltando, o esgoto invade e entra dentro de casa e é muito mau cheiro, vem com fezes e tudo. Ele nem terminou o serviço e inaugurou a obra, quando chove de noite fica pior ainda, perde tudo, estraga os móveis, estraga tudo, é uma coisa insuportável, nojenta”, disse Francisco Batista, morador

“Se chove a noite todo mundo tem que levantar correndo, porque se não os meninos morrem afogados, ele inaugurou o calçamento sem ter terminou, pra ter feito mal feito, era melhor sem calçamento mesmo, olhe bem a altura do calçamento, antes do calçamento não entrava água nas nossas casas, tá muito alto, lombada, tudo, a gente se prejudica sem ter condição, não sabe nem o que fazer”, disse a moradora Gilvanete Silva.

Na manhã desta segunda (25), o Secretário de Obras, Audrin Cavalcante, entrou em contato com o Nossa Voz após acompanhar as postagens em nossas redes sociais, ele avisou que vai conversar com moradores para comentar com detalhes a situação e a solução que possa existir. (Com infomações Cidinha Medrado VPFM)


Proposta de reajuste salarial segue para comissões após ser reprovado pelos servidores municipais

por Redação Nossa Voz 14 de Março de 2019 às 08:55
categoria: Sertão do Araripe

O projeto de lei 006/2019 que trata sobre reajuste salarial dos servidores do município de Ouricuri-PE, dos vencimentos básicos dos profissionais do quadro efetivo do magistério e demais servidores do município, foi enviado para as Comissões na reunião dos vereadores dessa terça-feira (12). Mas os profissionais rejeitaram a proposta de dividir em quatro vezes o reajuste salarial 2019.

Durante a reunião, servidores se manifestaram com cartazes e palavras de ordem, exigindo um novo entendimento com os edis. Para a presidente do Sindicato dos Servidores (Sindsep), Didi Ribeiro, a luta está apenas começando. Ela afirmou que mais de 44 categorias podem ficar sem o aumento e se isso acontecer poderá haver resistência e manifestações constantes por parte dos servidores.

“A assembleia rejeitou a proposta do governo dia 28, as categorias não considerou, o projeto em si, para professores está retalhado, dividindo 1% em março, abril, maio e junho e sem retroativos, de acordo com a lei do piso, a categoria tem que receber em janeiro, e se não ocorrer deve ser sempre retroativo ao mês, a lei federal no artigo 37 inciso 10 diz que todas as categorias devem receber reajuste nas mesmas datas. E pras demais categorias a proposta vem dizendo que terá reajuste desde que o limite da folha de pagamento da prefeitura baixe, nossa preocupação é que já tem dois anos e essa folha não baixa. A gente só quer que a classe trabalhadora seja respeitada, então nos respeite que não dá mais pra ficar correndo atrás de salário, isso é uma falta de respeito com a classe trabalhadora de Ouricuri”, disse Didi.

Didi Ribeiro disse que antes de o projeto ir para a Câmara, a prefeitura foi oficializada sobre os posicionamento dos efetivos, mas não tiveram respostas e se surpreendeu ao ver que o projeto já estava indo para as Comissões.

Por Cidinha Medrado


Ouricuri: Líder do governo defende parcelamento do reajuste para servidores da prefeitura

por Redação Nossa Voz 14 de Março de 2019 às 08:41
categoria: Sertão do Araripe

O vereador Carlos Nunes, líder do governo defendeu o projeto de lei 006/2019 que trata sobre reajuste salarial só servidores municipais de Ouricuri-PE. Para ele, a proposta enviada pelo governo de parcelar o reajuste em quatro vezes é viável, já que o governo não poderá aumentar o valor da folha de pagamento. 

“ O gestor pode agir de forma irresponsável, infringindo a Lei de Responsabilidade Fiscal 101/2000, ato irresponsável que o gestor passado e exemplos ruins, não devemos seguir. Se ele der esse aumento para os professores de 4,17% de uma vez só vai deixar os demais funcionários sem aumento, a partir do momento que ele conseguir diminuir a folha, pode ter certeza que daqui até o fim do ano ele vai conseguir dar esse aumento”, garantiu Carlos Nunes.

O representante do governo na Câmara acusou os sindicalistas do SINDSEP de fazerem pressão em busca de votos com interesse em uma candidatura para vereador nas próximas eleições. “Esse projeto com certeza vai para a pauta de votação e vai ser aprovado, pra gente dar andamento. Muitos professores nos procuraram para dizer que aceitam esse aumento porque precisam, agora essa grande pressão por parte do presidente e vice-presidente do Sindicato, porque foram candidatos a vereadores e pretendem ser candidatos a vereadores, então eles querem pressionar para ver se conseguem votos, a realidade todinha é essa, ninguém tinha coragem de dizer, mas eu não tenho papas na língua e a realidade é essa”, declarou Carlos Nunes.

Por Cidinha Medrado


Durante buscas por suspeito de homicídio, PM apreende animais silvestres em Araripina

por Redação Nossa Voz 13 de Março de 2019 às 09:50
categoria: Sertão do Araripe

Policiais militares da 9ª CIPM apreenderam uma arma de fogo e animais silvestres, no início da noite de terça-feira (12), na zona rural de Araripina-PE. O dono do material é suspeito de ter cometido um homicídio na manhã de ontem. 

Durante diligências para capturar o suspeito, policiais localizaram o material na casa do pai dele. O material foi recolhido e entregue na Delegacia de Polícia Civil do município. Até o momento o suspeito de homicídio continua foragido. (Com informações PM Notícias)

Por Cidinha Medrado

 

 


Ouricuri: Iluminação pública é instalada, mas Povoado Extrema cobra reforma de escola

por Redação Nossa Voz 13 de Março de 2019 às 09:41
categoria: Sertão do Araripe

O Povoado Extrema, na zona rural de Ouricuri-PE, viveu meses de falta de iluminação pública. Essa era uma das reivindicações mais antiga da comunidade que sofria com a falta de segurança por causa da escuridão. 

Depois que a denuncia foi feita no Nossa Voz, o problema foi resolvido. Por isso, o morador do povoado Chico Menegildo procurou nossa reportagem pra falar sobre a solução do problema. “Muito tempo vem essas reclamações, tivemos com o prefeito em uma reunião com todos os moradores, pelo PPA e cada pessoa fazia suas propostas, foi pedido muito a iluminação, ambulância, limpeza e barragem. Tá sendo resolvido, demorou muito chegar, mas felizmente e quero agradecer”, disse o agricultor.

No entanto, as reivindicações continuam. “A comunidade precisa de ajuda urgente com a Escola Antônio Clementino de Siqueira, que atende alunos de várias localidades, ela afirma que a situação é precária e precisa de uma reforma para dar mais segurança em sua estrutura, que há muitos anos existe essa necessidade e solicitação dos pais de alunos", denunciou a moradora Jucileide Antunes da Silva ao Nossa Voz.

A nossa reportagem entrou em contato com a prefeitura de Ouricuri para saber quando a reforma vai ser feita, mas ainda tivemos resposta. 

Por Cidinha Medrado/ Foto: Chico Menegildo


Em Ouricuri, Odacy Amorim propõe criação do “garantia-água”

por Redação Nossa Voz 13 de Março de 2019 às 07:20
categoria: Sertão do Araripe

O presidente do IPA, Odacy Amorim, visitou a região do Araripe nesta semana. Na agenda, conversa com os conselhos de desenvolvimento rural de Ouricuri e Bodocó, além de visita a sede regional do IPA, em Araripina.

Odacy Amorim disse que seu trabalho será pautado com a produção e melhoramento hídrico no campo. “Queremos unir nosso povo no sentido de melhorar a renda no campo, a forma de produzir e distribuir água”, assegurou.

Como a questão mais cobrada pelo Araripe foi água, Odacy Amorim apresentou uma proposta de criação de um programa denominado “Garantia-Água”, semelhante ao garantia-safra. "É uma ideia que pode unir estados, municípios união, e resolver os problemas da água do nosso povo sem nenhum preconceito ou tipo de discriminação”, destacou o presidente do IPA.

Por Bruno Morais

 


Bodocó: Festejos do padroeiro São José começam neste sábado

por Redação Nossa Voz 8 de Março de 2019 às 14:18
categoria: Sertão do Araripe



Bodocó já está preparando mais um encontro de fé e tradição e acontece neste sábado (09) com os festejos do santo padroeiro do município, São José. Maior expectativa para o cortejo do Pau da Bandeira de São José que deve marcar a abertura dos festejos e reunir milhares de bodocoenses e visitantes.

O tradicional percurso de quase cinco quilômetros sairá do Museu D. Luiza Lopes de Siqueira Amorim, na Fazenda Carambola, às 16 horas, e seguirá até a Igreja Matriz. O novenário segue até o próximo dia 19.

Por Cidinha Medrado/Foto: Hercules Félix


Morre no Recife, secretária de Educação de Salgueiro

por Redação Nossa Voz 8 de Março de 2019 às 14:08
categoria: Sertão do Araripe

Morreu ontem (07) no Recife, aos 56 anos, a secretária de Educação de Salgueiro-PE, Maria Audeci Góes. A gestora lutava contra um câncer e estava em tratamento na capital pernambucana há algumas semanas.

O velório vai ser no SAF do município e o enterro está previsto para o sábado (09), às 8h.

Luto

Maria Audeci assumiu a pasta em 2017, logo no início do mandato do prefeito Clebel Cordeiro (MDB). Hoje (08) as aulas foram suspensas nas escolas municipais e o prefeito decretou luto oficial de três dias.

Por Cidinha Medrado


Exu: Líderes da direita realizam encontro de apoiadores de Bolsonaro

por Redação Nossa Voz 6 de Março de 2019 às 16:19
categoria: Sertão do Araripe

Dirigentes de partidos de direita na região do Araripe, vão se encontrar nesta Quarta-feira de Cinza (06) em Exu-PE. O encontro servirá tem como meta fortalecer os movimentos de direita e garantir representantes na região que possam ter liberdade de enviar demandas para o presidente Jair Bolsonaro (PSL). 

Segundo o representante do grupo em Ouricuri-PE, Cácio Alencar, este é o primeiro passo para conquistar a presença do Nordeste no novo governo. “É uma reunião de fortalecimento e dos apoiadores do governo Bolsonaro, visando a realização de um Congresso da Direita na região do Araripe, como forma de ter representatividade para elegermos pessoas entre nós que possam nos representar perante a equipe do presidente”, explicou Cácio.

A reunião daqui a pouco, às 17h, na Avenida Raimundo Canudo, no Centro da cidade. Além das lideranças dos partidos e movimentos de direita, são esperadas lideranças populares e eleitores. A expectativa é que outras cidades realizem encontros como esse.

Por Cidinha Medrado


Ouricuri: Justiça manda soltar agricultor preso por engano

por Redação Nossa Voz 6 de Março de 2019 às 11:17
categoria: Sertão do Araripe

Depois de ficar preso por engano, na última sexta-feira (1º) acabou o sofrimento do agricultor Adão Rodrigues Torres, de 62 anos. A juíza da 2ª Vara Criminal e de Crimes contra a vida do Fórum de São Caetano do Sul-SP, Daniela Machado Toledo, revogou a prisão preventiva do agricultor. Adão Rodrigues foi solto e seguiu para o Sitio onde mora com esposa, seus sete filhos, família e amigos. 

O agricultor foi preso e acusado de roubo praticado em 2004 em São Paulo, mas segundo a família, ele nunca saiu do Sertão pernambucano. A Procuradoria do município apresentou uma extensa documentação que comprovou movimentações feitas por Adão, entre os anos de 2004 e 2005, atividades prestadas por ele na região, comprovante de votação nas eleições de 2004 e pagamentos de ITR. Além disso, foram colhidas as impressões digitais do agricultor. Essas provas foram suficientes para provar que Adão não esteve em São Paulo na época do assalto.

Ainda segundo a procuradoria, o município vai continuar acompanhando o caso.

Por Cidinha Medrado