asdasdasdasd

IML reformado será entregue em dezembro e presidente do Sinpol desabafa: ' depois de muita punição'

por Redação Nossa Voz 10 de Outubro de 2017 às 08:13
categoria: Utilidade Pública

 

                                               Presidente do Sindicato dos Policiais Civis, Aureo Cisneiros

O Instituto de Medicina Legal (IML) de Petrolina deve ser entregue em dezembro. A reforma era uma reivindicação antiga dos profissionais que trabalham no local, como explica o Presidente do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), Aúreo Cisneiros. “Depois de muita luta dos policias, depois de muita punição, porque levei punição por reivindicar os nossos direitos. Fomos perseguidos e punidos pelas péssimas condições do IML de Petrolina. Saiu tarde, era para ter sido bem antes”, desabafou.

De acordo com o supervisor do instituto, Álvaro de Miranda, a unidade será a primeira do interior de Pernambuco a dispor de uma estrutura completa e modernizada, onde estarão incluídos sala especial para reconhecimento de corpos pelas famílias, clínica de exames de corpo de delito, área de custódia, setor de necropsia, brinquedoteca, alojamentos, além de novas geladeiras. “No modelo antigo do IML, chegava à recepção, por exemplo, o autor de estupro e a vítima. Eles no mesmo ambiente, perto um do outro. Com o novo modelo, queremos acabar com esse constrangimento para a vítima”, destacou o supervisor do instituto.

                                                        Supervisor do IML, Álvaro de Miranda

Para Aúreio Cisneiros, a descrição do que será feito na obra contempla as necessidades dos trabalhadores e da sociedade. “Estamos acompanhando desde que começou as obras porque necessitava muito dessa reconstrução, porque não existia IML. O povo de Petrolina será melhor atendido”, destacou. Apesar da estrutura, existe um outro problema quanto o quadro de funcionários. O presidente do Sinpol alega que a contratação de novos funcionários é indispensável para o desenvolvimento das atividades. Segundo Álvaro de Miranda serão contratados seis médicos legistas.

Após 26 anos de funcionamento, essa é a primeira vez que o prédio do IML passa por uma grande reforma e ampliação, cujos valores chegam a R$ 2,8 milhões de investimentos em estrutura e equipamentos. As novas estruturas do prédio de 800m2 vão ajudar no atendimento a 40 municípios, como Cabrobó, Ouricuri e Araripina. Para isso, o Governo do Estado também vai entregar mais um carro de recolhimento de corpos.

Ainda de acordo com o Instituto de Medicina Legal de Petrolina, no último mês de setembro foram registrados 70 corpos nos 40 municípios de seu alcance. Com a entrega do prédio repaginado, em dezembro, haverá mais agilidade no atendimento a essas regiões.