asdasdasdasd

Posto de saúde é invadido e furtado em Juazeiro

por Redação Nossa Voz 20 de Setembro de 2017 às 07:10
categoria: Violência

Criminosos invadiram e furtaram um posto de saúde, na madrugada desta terça-feira (19), na cidade de Juazeiro, no norte da Bahia. De acordo com informações de funcionários do posto, esta é a 14ª vez que o local é arrombado em cerca de dois anos. A unidade fica localizada no bairro Malhada da Areia.

Segundo os funcionários, na ação desta terça-feira, os criminosos conseguiram ter acesso ao interior do posto após quebrarem uma vidraça. Uma porta do posto também foi arrombada durante a invasão.

Conforme os funcionários, os criminosos levaram um butijão, algumas panelas, alimentos e outros objetos da unidade de saúde. Por causa do arrombamento, o atendimento no posto foi suspenso nesta terça. Ainda não há informações sobre autoria do crime. O caso foi registrado na Delegacia de Juazeiro, que vai investigar o caso. 

G1 BA


Presos homens que roubavam grades de praça em Petrolina

por Redação Nossa Voz 19 de Setembro de 2017 às 07:13
categoria: Violência

Bem diferente do nome, dois homens não foram nada amistosos com as grades da praça da Amizade que fica no bairro José e Maria, zona norte de Petrolina. José Ilson Silva Passos, de 38 anos, e Deusdetit Plínio Dias Neto, de 26, foram pegos em flagrante por um policial que passava pelo local por volta das 20h do último domingo (17) e que deu voz de prisão à dupla. Em seguida, equipes da Ronda Ostensiva Municipal (ROMU) da Guarda Civil Municipal foram acionadas e efetuaram a prisão dos dois. Eles disseram que estavam serrando as grades da praça para colocá-las numa casa de cachorro que haviam construído.

Tanto José Ilson quanto Deusdetit Plínio foram conduzidos até a Delegacia de Polícia Civil do bairro Ouro Preto, onde foram apresentados à autoridade policial para tomada das providências que o caso requer. Além das grades retiradas nesta última ação, outras seções do gradeamento da praça estão faltando. Elas vão ser recuperadas, em breve, pela Prefeitura.


Presidente do PR é assassinado em frente ao aeroporto de Petrolina

por Redação Nossa Voz 12 de Agosto de 2017 às 13:14
categoria: Violência

O presidente do Partido da República (PR) em Petrolina, Klebyo Bezerra Vieira, foi assassinado a tiros na madrugada deste sábado, dia 12, em frente ao aeroporto Senador Nilo Coelho, em Petrolina.

No momento da abordagem, ele estava com a filha de três anos dentro do carro aguardando a esposa dele que estava chegando de viagem. Ele foi atingido na cabeça e na cintura e morreu no local. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para realização dos procedimentos legais.


Senado aprova PEC que torna estupro crime imprescritível

por Redação Nossa Voz 10 de Agosto de 2017 às 07:28
categoria: Violência

 

O plenário do Senado aprovou hoje (9), em segundo turno, a proposta de emenda à Constituição que torna imprescritíveis os crimes de estupro. O texto, do senador Jorge Viana (PT-AC), foi aprovado por 61 votos favoráveis e nenhum contrário e segue agora para a Câmara dos Deputados.

Com isso, não haverá mais tempo mínimo para que as vítimas desse tipo de crime façam a denúncia à Justiça. Hoje, esse prazo é de 20 anos, após o qual, mesmo que a vítima denuncie, o autor do crime não pode mais responder por ele. A lei atual estabelece que o estupro é crime inafiançável e hediondo, o que agrava a pena e reduz o acesso a benefícios relacionados à execução penal.

Apesar das punições já mais duras, a relatora da matéria, senadora Simone Tebet (PMDB-MS), acredita que a retirada da prescrição será importante especialmente nos casos em que a vítima é criança e só tem condições de denunciar depois de adulta.

Além dos casos de menoes de idade e de situações em que o abuso ocorre dentro do ambiente familiar, há ainda casos em que as vítimas têm vergonha de denunciar porque sofrem preconceito a respeito do local em que estavam ou da roupa que estavam usando, na opinião da senadora.

"É esse lapso de tempo que fertiliza a impunidade, e é essa impunidade que se pretende combater, ao tornar o estupro, como o racismo, um crime imprescritível", afirmou a relatora.

Para o autor da proposta, a mudança vai ajudar a revelar casos mesmo após muitos anos. "Esta Proposta de Emenda a Constituição é uma resposta, é uma voz que vai se sobrepor ao silêncio que temos hoje desse quase meio milhão de crimes de estupro [por ano] que o Brasil vive e silencia", afirmou Jorge Viana.

Para o senador, a mudança constitucional "manda um recado duro para os estupradores que fazem do Brasil um país campeão de estupros, dizendo: 'olha, se você cometer um estupro, a qualquer momento você pagará por ele'".

Diário de PE


Explosão de banco assusta moradores na BA

por Redação Nossa Voz 7 de Agosto de 2017 às 13:57
categoria: Violência

A explosão de uma agência do Banco do Brasil assustou os moradores do município de Paripiranga, no Norte do estado, na madrugada desta segunda-feira (7). Segundo informações da Polícia Militar, cerca de 20 homens armados invadiram o local e explodiram os terminais.

O crime aconteceu por volta das 1h40, na Praça Ruy Barbosa. Ainda de acordo com a PM, policiais da 21ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/ ) estão no local porque algumas dinamites não foram detonadas e por isso o local está isolado. O Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foi acionado para retirar os artefatos.

Segundo a polícia, o grupo fugiu levando uma quantia de dinheiro, que não foi divulgada. A lateral da agência ficou completamente destruída. "O lado esquerdo está todo destruído. Eles isolaram a área do banco, ainda tem polícia lá. Foi muito barulho na cidde, uma confusão muito grande", contou uma moradora.

Além das explosões, moradores ficaram assustados com os tiros ouvidos durante a madrugada. “Espatifaram o banco todo. Destruiram tudo. Foi acabação na cidade toda. Os tiros começaram umas 2 horas da manhã. Era um monte de barulho. Em mais de 40 anos que moro aqui nunca vi isso. Até um caminhão usaram para levar o cofre do banco. Parecia que o mundo estava acabando. Eu nunca ouvi tanto tiro assim na minha vida”, contou outra moradora da cidade.

Vizinha à agência, uma moradora ficou embaixo da cama com medo da explosão. "Eu estava dormindo quando começou os pipocos. Pensei que era bomba, mas quando olhei na janela vi um monte de homem armado atirando pra cima. Fiquei escondida embaixo da cama até 6h da manhã com medo", relatou. A polícia está fazendo buscas na região para tentar localizar os suspeitos. O CORREIO não conseguiu contato com a delegacia da cidade.

Em toda Bahia, de janeiro até agora foram contabilizados 47  pelo Sindicato dos Bancários. Foram 23 explosões, 11 arrombamentos, um assalto e 12 tentativas frustradas.

Correio24Horas


Caso confirmado latrocínio, assassinato de personal será primeiro caso do ano em Petrolina

por Redação Nossa Voz 7 de Agosto de 2017 às 08:56
categoria: Violência

Um crime brutal marcou o final de semana em Petrolina-PE. O personal trainer Cássio Eduardo Santos foi morto com um tiro no pescoço, no bairro Vila Eduardo, zona leste da cidade, depois de ser abordado por dois homens em uma moto. A suspeita é que o crime tenha sido latrocínio, e que os criminosos visavam subtrair o celular da vítima, mas, de acordo com o comando da Polícia Militar, as investigações não descartam outras possibilidades. Até o momento nenhum suspeito foi preso.

Caso as investigações confirmem o latrocínio, será o primeiro caso desta modalidade neste ano na cidade, como afirma o Comandante do 5º BPM, Tenente-coronel André Rodrigues. Em entrevista ao programa Nossa Voz, na manhã desta segunda-feira, dia 07, ele explicou que esse tipo de crime é uma modalidade nova em Petrolina, tendo em vista que o comum é o bandido evadir-se do local após a subtração de algum objeto da vítima. “Ele pode estar sob efeito de drogas ou é muita maldade”, disse.

De acordo com o comandante, a Polícia Militar faz um trabalho de prevenção na cidade. Segundo ele, somente neste final de semana, foram apreendidas duas armas brancas e realizados 29 encaminhamentos. “Mas os números ainda causam preocupação”, enalteceu. Segundo os dados da PM, em Petrolina, a violência aumentou em cerca de 10%. Por mais assustador que seja, o índice é ainda menor do que o do estado de Pernambuco, que teve aumento de cerca de 40% neste ano.

O comandante fez uma avaliação dos casos ocorridos na cidade e constatou que a maioria dos crimes acontecem no quarto turno, ou seja, entre as 18h e meia noite. Ele afirma que, neste horário, 100% do efetivo operante da PM está nas ruas atuando. Ele enaltece que, em Petrolina, a violência é considerada de Metrópole Urbana, tendo em vista que, somando-se o público flutuante da região, são mais de 500 mil pessoas. O efetivo da PM, atualmente, é de 545 policiais, sendo que este número está congelado há alguns anos, como destacou o comandante.

O tráfico de drogas é dos fatores que influenciam no aumento da criminalidade em Petrolina. De acordo com o comando da PM, o órgão tem feito um trabalho de combate e que toda a documentação é encaminhada para a Polícia Civil, depois para a Justiça e, por fim, é expedido um mandado de busca e apreensão para que a Policia Militar realize.

Atendimento – o 5º BPM possui uma Central de Atendimento, através do 190. Porém, ainda existem muitas reclamações da população sobre a precariedade do serviço. Para otimizar a comunicação, o órgão está, agora, com um número de whatsapp (87) 9 8814-7883 e também um número fixo (87) 3866-9740.


Projeto autoriza mulher vítima de violência a depor apenas para policial mulher

por Adriana Rodrigues 19 de Julho de 2017 às 07:52
categoria: Violência

Proposta em análise na Câmara dos Deputados permite que mulheres vítimas de violência possam escolher entre prestar depoimento no inquérito a policial homem ou mulher. Trata-se do Projeto de Lei 5524/16, do deputado Felipe Bornier (Pros-RJ).

“Muitas vítimas relatam que não gostam de prestar declarações a autoridades civis do sexo masculino, pois se sentem oprimidas e constrangidas com a narração dos fatos”, diz o deputado.

Tramitação

O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; de Defesa dos Direitos da Mulher; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.


Pernambuco tem o primeiro semestre mais violento em dez anos

por Adriana Rodrigues 18 de Julho de 2017 às 16:00
categoria: Violência

Nem mesmo a redução, por três meses consecutivos, no número de homicídios (entre março e junho deste ano) evitou que Pernambuco tivesse o primeiro semestre mais violento desde a criação do Pacto pela Vida (PPV), em 2007. No índice de homicídios por grupos de 100 mil habitantes, a taxa de 30,6 nos primeiros seis meses deste ano é a maior no comparativo com os mesmos períodos entre 2007 e 2016. Em número absolutos, foram 2.876 assassinatos, enquanto a segunda maior marca foi precisamente no primeiro ano do PPV, com 2.423 ocorrências.

Também em números absolutos, o primeiro semestre de 2017 representou um aumento de 39,4% em relação ao do ano passado. Já na relação entre as taxas por grupo de 100 mil pessoas, mais aumento: 37,8% no comparativo entre 2017 e 2016. 

No balanço geral dos anos entre 2007 e 2016, a maior taxa de assassinatos por 100 mil pessoas ainda é a do primeiro ano do Pacto, com 54. Após cinco anos de redução, 2013 fechou com o menor índice já registrado em Pernambuco desde a concepção da política pública: 33,7. Desde então, no vácuo da saída de Eduardo Campos do poder, em 2014, e na esteira da crise econômica que tomou de assalto o País, os números aumentaram até 2016 fechar com uma taxa de 48,2 homicídios para cada grupo de 100 mil habitantes.

Ao contrário do que vinha fazendo desde o início do ano, o governo do Estado não realizou qualquer anúncio dos dados relativos ao mês de junho, quando foi confirmada a tendência de queda no número absoluto de mortes violentas intencionais. O pico absoluto de todo o período de dez anos do Pacto pela Vida foi atingido em março deste ano, quando 551 pessoas foram assassinadas em Pernambuco. O mês de junho terminou com 380 homicídios. (Com informações JC)


Pernambuco teve o primeiro semestre mais violento em dez anos, alerta Silvio Costa Filho

por Adriana Rodrigues 17 de Julho de 2017 às 09:32
categoria: Violência

Pernambuco teve o primeiro semestre mais violento dos últimos dez anos. Segundo os dados divulgados pela Secretaria de Defesa Social, entre janeiro e junho de 2017 foram registrados 2.875 homicídios no Estado, o que representou um crescimento de 39,6% em relação ao mesmo período do ano passado. É o pior resultado desde 2007, quando o acompanhamento começou a ser divulgado, no início do Pacto pela Vida. Naquele ano, nos primeiros seis meses, foram cometidos 2.424 assassinatos, 451 a menos que no primeiro semestre deste ano. Na comparação com 2016, o mês de junho deste ano apresentou um aumento de 14,5% no número de homicídios, com o registro de 380 casos, ante os 332 do mesmo mês do ano passado.

Além dos assassinatos, foram registrados neste primeiro semestre 62.761 crimes violentos contra o patrimônio (incluindo roubo de veículos), 15.833 casos de violência contra a mulher e 997 casos de estupros. “O governador Paulo Câmara já trocou o secretário de Defesa Social duas vezes, trocou também o comando da Polícia Militar, a chefia da Polícia Civil, titulares de delegacias e comandantes de batalhões, mas infelizmente os números continuam elevados e impondo à população o maior de todos os impostos, que é o imposto do medo”, avaliou o deputado Silvio Costa Filho (PRB), líder da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).

O parlamentar lembra que, desde 2015, a Oposição vem chamando a atenção para o crescimento da violência em Pernambuco e que já chegou a procurar a OAB, Tribunal de Justiça, Ministério Público e o próprio Governo do Estado para discutir o resgate do Pacto pela Vida. “Infelizmente, do Governo, tivemos apenas o silêncio como resposta. Acreditamos que a questão da segurança precisa passar por um amplo debate com toda a sociedade, incluindo os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, além das entidades da sociedade civil, para que seja possível reverter esse quadro. Mas o governo não parece disposto a encampar esse diálogo”, acrescentou.

“Nos mantemos à disposição do governador Paulo Câmara para ajudar a construir uma saída para o atual quadro de violência e contribuir com a redução dos índices de criminalidade em Pernambuco. A atual conjuntura exige a união de todos, independentemente de coloração partidária ou classe social”, defendeu.


Homem é morto a pedradas na zona rural de Juazeiro

por Simone Marques 10 de Julho de 2017 às 09:20
categoria: Violência

Um homem foi assassinado no dia de ontem (8) na localidade de Serrote, zona rural de Juazeiro  (BA). De acordo com informações, a vítima foi morta a pedradas.

O cadáver foi removido para o Departamento de Polícia Técnica (DPT). A Polícia Civil deve investigar a autoria e a motivação do crime.