Após ser solto, Daniel Alves se apresenta pela primeira vez a tribunal

0
78

Brasileiro comparece ao Tribunal Superior de Justiça da Catalunha nesta quinta, medida que precisa cumprir semanalmente para continuar em liberdade provisória

Por Ge 


https://1d6e3b60d1723df6d671eb0abdcf3467.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-40/html/container.html

Três dias depois de sair da prisão em liberdade provisória, Daniel Alves se apresentou pela primeira vez ao Tribunal Superior de Justiça da Catalunha, nesta quinta-feira. A medida é uma das que o jogador brasileiro de 40 anos precisa cumprir para continuar fora da cadeia, enquanto os recursos são analisados pela Justiça espanhola.o

Daniel Alves comparece à Justiça espanhola pela primeira vez em liberdade provisória

Daniel Alves foi condenado a quatro anos e meio de prisão por estupro, em Barcelona. Ele deixou o Centro Penitenciário Brians 2 na segunda-feira passada, com o pagamento de uma fiança de 1 milhão de euros (R$ 5,4 milhões). Ele passou 14 meses em prisão preventiva.

Daniel Alves cumpre apresentação ao Tribunal Superior de Justiça da Catalunha pela primeira vez após ser solto em liberdade provisória — Foto: REUTERS/Nacho Doce

Daniel Alves cumpre apresentação ao Tribunal Superior de Justiça da Catalunha pela primeira vez após ser solto em liberdade provisória — Foto: REUTERS/Nacho Doce

Daniel Alves foi ao tribunal acompanhado da sua advogada, Inés Guardiola. A Justiça espanhola determinou que o jogador se apresentasse toda sexta, mas o primeiro comparecimento ocorreu nesta quinta devido ao feriado de Sexta-Feira Santa. Dez comparecimentos equivalem a um dia de prisão cumprido, para efeitos de uma sentença condenatória definitiva.

Daniel Alves e a advogada Inés Guardiola em comparecimento no Tribunal de Justiça Superior da Catalunha — Foto: REUTERS/Nacho Doce

Daniel Alves e a advogada Inés Guardiola em comparecimento no Tribunal de Justiça Superior da Catalunha — Foto: REUTERS/Nacho Doce

Daniel Alves em comparecimento ao Tribunal Superior de Justiça da Catalunha — Foto: REUTERS/Nacho Doce

Daniel Alves em comparecimento ao Tribunal Superior de Justiça da Catalunha — Foto: REUTERS/Nacho Doce

Ge