asdasdasdasd

Dia D de vacinação acontecerá no sábado em Afrânio

por Redação Nossa Voz 14 de Setembro de 2017 às 07:11
categoria: Saúde

 

A secretaria de Saúde de Afrânio está empenhada para que as crianças e adolescentes menores de 15 anos estejam com todas as vacinas   em dia. Para isso, está realizando no próximo dia  16 de setembro, sábado, das 8 às 13 horas ,o Dia D de vacinação.

No dia D, o  atendimento nesse sábado acontecerá no ambulatório. Para participar da ação basta levar o cartão de vacina. A vacinação continuará  durante a semana.  As mães  podem procurar na unidade  para   levar suas crianças e adolescentes menores de  15 anos para atualizar a  sua caderneta de   vacinação.


Petrolina capta 32% dos corações para transplante

por Karine Paixão 5 de Setembro de 2017 às 09:08
categoria: Saúde

 

Até o dia 23.08, Pernambuco realizou 40 transplantes de coração. Desse total, 13 órgãos (32,5%) foram oriundos do município de Petrolina, no Sertão pernambucano. As captações, feitas no Hospital Universitário de Petrolina, são realizadas pela Organização de Procura de Órgãos (OPO) do Hospital Dom Malan. Com esse total de corações transplantados em 2017, Pernambuco já ultrapassou em 5% todos os transplantes de coração realizados em 2016, que totalizaram 38.

 

“Diariamente, a OPO checa nas unidades hospitalares de Petrolina se há potenciais doadores. Caso haja, são realizados todos os procedimentos e protocolos para efetivar a doação. Além desse trabalho, precisamos ter um cuidado especial com a família do doador para dar a notícia do falecimento, fazer o acolhimento e explicar todo o processo da doação, para que os familiares sintam-se seguros para dar sua decisão. A qualidade desse processo tem ampliado as doações e ajudado a diminuir a espera por um órgão”, afirma a coordenadora da OPO, Samyra Moraes.

 

Quando um paciente recebe o diagnóstico para um transplante de rim, ele tem na hemodiálise um meio de sobrevida para aguardar o procedimento. “No caso do coração, não há nada que substitua o órgão, sendo realmente uma luta contra o tempo para conseguir um doador. Seguir todo o protocolo para confirmação da morte encefálica e para a manutenção dos sinais vitais do potencial doador é fator decisivo para efetivar a doação. Após a retirada do coração, existe um prazo de até quatro horas para que ele seja transplantado, sendo necessária toda uma logística e um esforço de todos os envolvidos para que o processo seja efetivado”, reforça a coordenadora da Central de Transplantes de PE (CT-PE), Noemy Gomes. Neste ano, quatro pacientes faleceram em lista de espera antes de conseguir um doador.

 

RANKING – De acordo com levantamento da Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO), Pernambuco está em segundo lugar no Brasil no número de transplantes de coração, atrás apenas de São Paulo. Os dados são relativos ao primeiro semestre de 2017, quando foram realizados 28 procedimentos (19 em 2016 – aumento de 47%).

 

DADOS – De janeiro a julho deste ano, foram realizados, em Pernambuco, 79 transplantes de fígado (62 em 2016 – aumento de 27%), 221 de rim (155 em 2016 – aumento de 43%), 594 de córnea (483 em 2016 – aumento de 23%), 133 de medula óssea (121 em 2016 – aumento de 10%) e 6 de rim/pâncreas (6 em 2016), além de 1 de fígado/rim e 2 de válvula cardíaca.

 

Atualmente, a fila de espera conta com 765 pacientes aguardando um rim, 146 por córnea, 70 de fígado, 20 de medula óssea, 3 por rim/pâncreas e 2 por coração, totalizando 1.004. (Ascom IMIP)


Sento-Sé: Secretaria de Saúde celebra mês do Dia dos Pais com diversas ações

por Redação Nossa Voz 22 de Agosto de 2017 às 07:59
categoria: Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde celebrou o Dia dos Pais. Foram promovidas diversas ações de orientação, prevenção e cuidados com a saúde do homem.

Os pais de Sento-Sé receberam atendimentos de médico Clínico Geral e Urologista, além de participaram de palestras sobre "Educação em Saúde" ministradas por enfermeira, odontólogo, nutricionista, psicóloga e fisioterapeuta. Outro presente para os homenageados foi o "Espaço do Movimento" que proporcionou atividades físicas como alongamentos e orientações posturais.

E por fim, participaram da "Sala de Orientação" sobre Tuberculose, Hanseníase e Sintomático Respiratório.

O Secretário de Saúde, Luiz Rezende apresentou um balanço dos procedimentos, " foram 134 atendimentos com urologista, 13 com a clínica geral, 133 testes de glicemia, 88 testes rápidos, 175 aferições de pressão arterial e 20 doses de vacinação", afirmou Rezende.


Atendimento é retomado na Unidade Básica de Saúde de Pedrinhas

por Redação Nossa Voz 21 de Agosto de 2017 às 08:28
categoria: Saúde

Nesta segunda-feira (21), a Unidade Básica de Saúde da localidade de Pedrinhas, em Petrolina, retoma seu funcionamento. Os serviços foram suspensos na última quinta-feira (17) para uma reforma na estrutura do prédio, encerrada no sábado (19).

No começo do ano a Secretaria de Saúde de Petrolina realizou um levantamento da situação de todas as unidades, deixada pela gestão passada, e após constatar as dificuldades, logo foi iniciado o processo de licitação para a compra de materiais e também de equipamentos, já que a maioria não tinha, sequer, balança para atender os pacientes.

O trabalho foi iniciado no dia 13 de julho e segue um cronograma estabelecido pela Secretaria de Saúde. Até o momento, cerca de 20 unidades já foram reformadas.


Secretaria de Saúde de PE diz que tem repassado vacinas antirrábicas para Petrolina

por Redação Nossa Voz 16 de Agosto de 2017 às 08:51
categoria: Saúde

A respeito de matéria publicada pela redação do Nossa Voz, na semana passada, sobre uma denúncia de ouvintes quanto a falta de vacina antirrábica em algumas unidades de saúde de Petrolina, a Secretaria Estadual de Saúde (SES/PE) esclarece que o Ministério da Saúde (MS) orienta, conforme documento enviado aos Estados em 2015, o uso da vacina antirrábica e, se necessário, o soro antirrábico, prioritariamente, nos casos de agressões/acidentes relacionados a gatos, cães, morcegos e outros animais silvestres.

A SES reforça que o município de Petrolina tem recebido doses nos últimos meses, inclusive com uma nova remessa entrega na última quinta-feira (10.08). Em razão da necessidade de prescrição correta da vacina antirrábica humana, mediante avaliação médica, estas medidas são fundamentais para evitar a ocorrência de casos de raiva humana e o desabastecimento dos imunobiológicos na rede dos serviços de saúde.

Nos primeiros seis meses do ano, Pernambuco recebeu do Ministério da Saúde 35 mil doses de vacina antirrábica. A necessidade mensal seria entre 8 mil a 10 mil doses. De acordo com o MS, a redução tem sido motivada pela produção dos laboratórios, que estão passando por adequações sanitárias. 

Também em nota, a Secretária de Saúde de Petrolina havia informado que vem enfrentando uma situação de desabastecimento, onde as doses recebidas são insuficientes para atender a demanda.

De acordo com o órgão, o envio das doses ao município é de responsabilidade da Secretaria Estadual de Saúde que direciona a VIII Gerência Regional de Saúde. Para atender as demandas e notificações, as mesmas são encaminhadas pelo município à regional que avalia e faz a dispensação do esquema vacinal indicado pelo Ministério da Saúde.

Alerta - A secretaria alerta que o fluxo funciona da seguinte forma: se o acidente for leve provocado por animal observável o paciente deve procurar a unidade de saúde mais próxima a sua residência. Lá ele será devidamente orientado.

Se for acidente grave, como mordida por animal desconhecido, doente ou silvestre, como sagui, morcego ou raposa, a orientação é ir ao hospital Universitário (adulto) e Hospital Dom Malan/IMIP (criança). Lá é feita a notificação e a administração do soro e/ou vacina caso tenha disponível, de acordo com a indicação médica.

Por enquanto as unidades de Petrolina continuam desabastecidas. A Secretaria de Saúde não informou se existe prazo para a situação seja regularizada.


Após fiscalização do Cremepe, UBSS de Petrolina recebem indicativo de interdição

por Redação Nossa Voz 16 de Agosto de 2017 às 08:38
categoria: Saúde

A plenária do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) homologará na próxima plenária geral da entidade, em 14 de agosto, o indicativo de interdição ética das Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Pedrinhas e Bebedouro, localizadas em Petrolina. A decisão foi tomada após fiscalização do Conselho solicitada pelo Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe). A partir do indicativo a gestão das unidades terá que apresentar em até 30 dias um cronograma de regularização, de acordo com as considerações do relatório de fiscalização do Cremepe.

O Sindicato dos Médicos realizou uma assembleia em Petrolina onde ficou deliberado que solicitaria ao Cremepe a fiscalização das unidades básicas da Zona Rural do município denunciadas por não apresentarem condições de trabalho para o exercício da medicina. O Conselho recebeu a solicitação e em 19 de julho fiscalizou as quatro unidades solicitadas, destas, duas indicou a interdição ética dos serviços. Baseado na Resolução CFM Nº 2062/2013 os “estabelecimentos médicos de qualquer natureza, quando não apresentarem condições mínimas exigidas para o exercício ético da medicina estabelecidas na Resolução N° 2056/2013 e de atendimento adequado para população podem ser passiveis de interdição ética”.

Assim, o indicativo de interdição ética ocorrerá por falta de adequação do ambiente físico e de edificações que permitam o trabalho médico com salubridade, segurança e inviolabilidade do sigilo profissional.

AGRAVANTE – UBS Bebedouro, localizada no Projeto Bebedouro S/N, Vila NS2 já foi  interditada em novembro de 2015 após desabamento. Os funcionários foram realocados para outra estrutura em 2016 com nova interdição por desabamento. Até que em março deste ano (2017) a unidade passou a funcionar em duas salas improvisadas. A primeira funciona o pré-atendimento, atendimento de enfermagem, vacinas, farmácia, prevenção, arquivo e administrativo. A espera para consulta é na calçada, com marcação em área aberta na frente da unidade onde só existe uma banca e duas cadeiras.


Secretaria de Saúde de Juazeiro contrata médicos em caráter emergencial

por Redação Nossa Voz 16 de Agosto de 2017 às 08:35
categoria: Saúde

A Secretaria de Saúde de Juazeiro informa que 12 médicos estão sendo contratados emergencialmente para completar as equipes que compõem as Unidades Básicas de Saúde do município. Os contratos temporários têm a programação inicial de 90 dias. Na manhã desta segunda-feira (14), oito profissionais foram contratados e, até o fim desta semana, todos os postos estarão cobertos.

De acordo com o assessor técnico da Secretaria de Saúde, Álvaro Pacheco, o contrato emergencial é necessário, visto que todos os médicos aprovados pelo Processo Seletivo, que foi realizado há menos de um ano, foram convocados, mas muitas vagas não foram preenchidas. “Esse é um serviço essencial e a população não pode ficar desassistida. Em breve, lançaremos o edital de um novo processo seletivo, para o preenchimento efetivo dessas vagas”, destaca.

Os médicos contratados irão atender nas unidades do Alagadiço, Novo Encontro, Tabuleiro, CSU, Vila Jacaré, Parque Residencial, Santo Antônio, Residencial São Francisco (população atendida na UBS do Dom José Rodrigues), Residencial Brisas da Serra, Residencial Juazeiro I e II, Palmares e CAJ. 


Brasil receberá visita de técnicos americanos para inspeção veterinária

por Mônia Ramos 14 de Agosto de 2017 às 16:28
categoria: Saúde

O Brasil deverá receber a visita de técnicos norte-americanos para uma inspeção veterinária até o fim desse mês, segundo o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi. O objetivo é avançar na retomada das exportações de carne fresca para os Estados Unidos.

Segundo o ministro, a pasta convidou os técnicos. Em visita a Lucas do Rio Verde (MT), acompanhando o presidente Michel Temer, na última sexta-feira (11), Maggi disse que está “tudo sendo arrumado para [o Brasil] voltar em breve ao mercado dos Estados Unidos”.

O embargo norte-americano ao produto brasileiro foi anunciado no dia 22 de junho devido a preocupações recorrentes sobre a segurança dos produtos destinados ao mercado daquele país, segundo autoridades dos EUA. O fechamento do mercado norte-americano se deu em razão da existência de abscessos, além de pedaços de osso encontrados na parte dianteira dos animais.

Segundo o Ministério, a vacinação contra a febre aftosa pode ser a causa das inflamações. Para tentar solucionar a questão, Maggi também disse que a sapomina deverá deixar de ser um dos componentes da vacina e que as doses da vacina serão reduzias de 5 mililitros (ml) para 2,5 ml.

A retirada da saponina estava entre as alterações solicitadas pelo agronegócio em documento encaminhado ao ministério. As instituições relacionam a substância “à exacerbada irritação no local da aplicação, que se agrava até casos de edema e severa reação inflamatória, com consequente ocorrência de abscessos [nódulo inchado cheio de pus]”.

Em julho, o Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (Sindan) já havia antecipado que faria alterações na vacina. Até então, o Mapa não tinha confirmado as informações.

“Não é uma questão de saúde humana, mas de apresentação. O Brasil é livre de aftosa com vacinação, o que significa que não podemos exportar para um país livre sem vacinação qualquer tipo de carne com osso”, diz o ministro. Trata-se de medida preventiva, já que na hipótese de ocorrência da doença, o vírus poderia resistir nos ossos por meses.

Foram 17 anos de negociações para que o Brasil conseguisse exportar carne fresca para os Estados Unidos. As exportações começaram a ser feitas em setembro do ano passado. Ao todo, 15 plantas frigoríficas exportavam carne in natura para o país. Essas plantas acumularam, de janeiro a maio, US$ 49 milhões em exportação.

Maggi foi pessoalmente aos Estados Unidos onde reuniu-se com o secretário de Agricultura do governo norte-americano, Sonny Perdue, em Washington. O ministro mostrou otimismo e disse, na ocasião, acreditar que as exportações serão retomadas em 60 dias.

A venda de carne fresca para os Estados Unidos representa apenas 2% das exportações totais brasileiras. Tradicionalmente, o país vende carne industrializada para o mercado norte-americano, cujas exportações não foram afetadas. (Com informações da Agência Brasil)


SUS passará a oferecer testes rápidos para dengue e chikungunya

por Mônia Ramos 12 de Agosto de 2017 às 07:00
categoria: Saúde

O Sistema Único de Saúde passará a oferecer testes rápidos para identificação de dengue e chikungunya. A medida foi divulgada na manhã da última quinta-feira (10), no Diário Oficial.

Para realizar o teste, é necessário que a pessoa apresente sintomas suspeitos às doenças, além de ter cadastro no SUS. O atendimento prevê que em torno de 20 a 30 minutos já saiam os resultados sobre a infecção.

Os testes visam intensificar a vigilância epidemilógica e levantar dados para que o governo consiga controlar a circulação dos vírus no País.


Unidades de Saúde de Petrolina estão desabastecidas com vacina antirrábica

por Redação Nossa Voz 11 de Agosto de 2017 às 08:51
categoria: Saúde



A redação do Nossa Voz recebeu reclamações de ouvintes sobre a falta de vacina antirrábica em algumas unidades de saúde de Petrolina. Em nota, a Secretária de Saúde de Petrolina informou que vem enfrentando uma situação de desabastecimento, onde as doses recebidas são insuficientes para atender a demanda.

De acordo com o órgão, o envio das doses ao município é de responsabilidade da Secretaria Estadual de Saúde que direciona a VIII Gerência Regional de Saúde. Para atender as demandas e notificações, as mesmas são encaminhadas pelo município à regional que avalia e faz a dispensação do esquema vacinal indicado pelo Ministério da Saúde.

Alerta - A secretaria alerta que o fluxo funciona da seguinte forma: se o acidente for leve provocado por animal observável o paciente deve procurar a unidade de saúde mais próxima a sua residência. Lá ele será devidamente orientado.

Se for acidente grave, como mordida por animal desconhecido, doente ou silvestre, como sagui, morcego ou raposa, a orientação é ir ao hospital Universitário (adulto) e Hospital Dom Malan/IMIP (criança). Lá é feita a notificação e a administração do soro e/ou vacina caso tenha disponível, de acordo com a indicação médica.

Por enquanto as unidades de Petrolina continuam desabastecidas. A Secretaria de Saúde não informou se existe prazo para a situação seja regularizada.