asdasdasdasd

Aulas no Nova Semente começam na próxima segunda-feira (19)

por Simone Marques 16 de Fevereiro de 2018 às 16:06
categoria: Educação



Os alunos do programa de primeira infância Nova Semente, em Petrolina, já podem começar a preparar a mochila. O ano letivo para eles começa na próxima segunda – feira (19).

Com capacidade de atendimento de até sete mil crianças do berçário ao maternal II (06 meses até 03 anos e 11 meses) de forma integral e gratuita em 78 unidades, o Nova Semente vai seguir ao calendário com 200 dias letivos. “Iniciaremos o ano sem nenhum prejuízo no cumprimento dos dias letivos e da carga horária anual”, salienta a coordenadora do programa, Poliana de Castro.

De acordo com a coordenadora, o programa terá novidades para este ano. “Estamos com professores em todas as turmas, além dos auxiliares, já que antes não existia professor em nossas salas. Essa medida é importante, pois comprova nossa intenção em incentivar a educação desde cedo. (...) O professor em sala terá a missão de estimular o desenvolvimento motor, intelectual e social das crianças”, revela. “Além disso, ampliamos nossa equipe de formação e o número de professores de música, capoeira e Educação Física para atuar nas unidades com as crianças, oportunizando mais aprendizado de forma lúdica”, finaliza Poliana.

A secretária interina de Educação, Larissa Soeiro, reafirma a prioridade do investimento na área. “O Nova Semente está melhor e mais forte. Estamos empenhados ao máximo para que os alunos petrolinenses tenham sucesso na aprendizagem, por isso estamos investindo e muito desde educação infantil”, diz.


FUNDESF passa a gerir o programa Nova Semente em Petrolina

por Redação Nossa Voz 16 de Fevereiro de 2018 às 09:49
categoria: Educação

A ONG FUNDESF – Fundação Juazeirense para desenvolvimento científico, tecnológico, econômico, sociocultural e ambiental – é a nova administradora do Programa Nova Semente, como confirmou em entrevista ao programa Nossa Voz desta sexta-feira, dia 16, a secretária interina de Educação, Larissa Soeiro. Entretanto, a gestora não possui dados de contratação de funcionários por parte da Fundação.

A organização já era especulada há alguns meses e a sua forma de contratação foi questionada pelo parlamento municipal em dezembro do ano passado. Porém, o requerimento não passou. Anteriormente, o programa era administrado pela Associação Amigos do PETRAPE, que movimentou recursos na ordem de 42 milhões.

Em 2018, o programa possuirá capacidade de atendimento de até sete mil crianças do berçário ao maternal II (06 meses até 03 anos e 11 meses) de forma integral e gratuita em 78 unidades, e calendário com 200 dias letivos, a partir do dia 19 de fevereiro. 

O primeiro dia em sala de aula para os estudantes dos CMEIs, Ensino Fundamental I e II e Educação de Jovem e Adulto (EJA) será no dia 26. Serão 55 mil vagas, cinco mil a mais do que o ano passado. 


Pré-aprovados no ProUni devem comprovar

por Redação Nossa Voz 16 de Fevereiro de 2018 às 09:08
categoria: Educação



O prazo para comprovação das informações dos candidatos pré-aprovados na primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) começou nesta quinta-feira (15) e termina no próximo dia 23. O procedimento deve ser feito na universidade onde o candidato vai estudar, e é requisito para garantir a vaga. O ProUni oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em cursos de graduação de instituições particulares de educação superior. Nesta edição, foram ofertadas aproximadamente 243 mil bolsas.

O processo seletivo é composto por duas chamadas sucessivas. A segunda chamada está prevista para ser divulgada em 2 de março. As bolsas integrais são destinadas a estudantes com renda familiar per capita mensal de até 1,5 salário mínimo. Já as bolsas parciais contemplam os candidatos que tenham renda familiar per capita de até três salários mínimos mensais. O estudante deve ter  participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017, com nota superior a 450 pontos e não ter zerado a redação. 


Escolas técnicas estaduais abrem inscrições com mais de 4 mil vagas

por Adriana Rodrigues 15 de Fevereiro de 2018 às 18:07
categoria: Educação

A Secretaria Estadual de Educação (SEE) iniciou nesta quinta-feira (15) o período de inscrições para o processo seletivo das Escolas Técnicas Estaduais (ETE) na modalidade subsequente. Ao todo, estão sendo oferecidas 4.410 vagas em 21 cursos técnicos em 35 unidades de ensino. Podem participar da seleção candidatos que já concluíram o Ensino Médio. O prazo de inscrições segue até o dia dois de março pelo site www.educacao.pe.gov.br.

As vagas são para cursos como Enfermagem, Segurança do Trabalho, Administração, Logística, Redes de Computadores, Mecatrônica, Eventos, entre outros, distribuídos em ETEs da Região Metropolitana do Recife (RMR), Agreste, Zona da Mata e Sertão. O processo seletivo será realizado em etapa única, por meio de uma prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório, que será realizada de 5 a 7 de março conforme agendamento no ato da inscrição. O resultado definitivo sai no dia 14 de março, e as aulas começam no dia 19 do mesmo mês. Informações: 3183-9300.


Ministro da Educação autoriza convênio de R$5,3 milhões para melhorias na UPE

por Adriana Rodrigues 15 de Fevereiro de 2018 às 17:17
categoria: Educação

O ministro da Educação, Mendonça Filho, autorizou nesta quinta-feira, 15, no Recife, um convênio de R$ 5.375.921,15 com a Universidade de Pernambuco (UPE) para uma série de melhorias na instituição, como serviços a serem executados na Faculdade de Ciências da Administração de Pernambuco (FCAP), a ampliação do campus de Petrolina e a aquisição de um ônibus. 

“Esta é uma iniciativa que reforça uma das instituições de ensino público mais tradicionais do Brasil e que tem grande importância aqui no estado de Pernambuco”, afirmou Mendonça Filho. “A educação tem um caráter transformador, e só conseguimos melhorar um país se investirmos em educação. Deixo aqui a minha disposição para continuar ajudando todo o complexo universitário liderado pela UPE”.

O valor total do convênio é de R$ 5.375.921,15. Desse montante, R$ 3,9 milhões são do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao MEC. Outra parte dos recursos – R$ 500 mil – é fruto de emenda parlamentar do senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB/PE). Os R$ 975.921,15 restantes são de contrapartida da UPE. 

De acordo com o reitor da UPE, Pedro Falcão, o convênio representa um momento muito importante para a universidade. “Vamos reformar o auditório da nossa faculdade de administração, além de fazer uma área de convivência para os nossos estudantes e ampliar a nossa biblioteca em Petrolina”, informou.

Representando o governador Paulo Câmara, o vice-governador Raul Henry estava presente ao evento e agradeceu ao ministro Mendonça Filho, em nome do povo de Pernambuco, por todo o trabalho feito com o objetivo de melhorar a educação do estado. “Esse convênio certamente vai ajudar e muito essa instituição que já é patrimônio do nosso povo, pela sua história e pelas suas conquistas”, enalteceu o vice-governador. 

Obras – Serão realizadas melhorias no Auditório Professor Clélio Lemos, da FCAP. O local tem 600 metros quadrados e capacidade para 400 pessoas. O convênio vai custear novas instalações elétricas, hidráulicas, paredes acústicas, equipamento de som, iluminação e mobiliário.

A FCAP conta com um único curso de graduação – administração de empresas –, que atende a 950 estudantes, e 19 cursos de pós-graduação, com 876 alunos. Há ainda uma escola de aplicação com 245 alunos. O quadro de profissionais é constituído por 63 docentes e 43 técnicos-administrativos.

O convênio com a UPE prevê também a construção de uma área de convivência. Apesar dos seus 60 anos de existência, a instituição ainda não possui um espaço de intercâmbio para seus frequentadores. Também será um local de exposição artística e cultural. A área terá 300 metros quadrados e ficará localizada entre o bloco A e B.

UPE - A UPE conta com 15 campi, sendo três na região metropolitana do Recife e oito abrangendo todas as regiões do estado, e três hospitais universitários. Toda essa estrutura abrange 8.253 alunos, 343 professores e 132 funcionários, em 37 cursos distribuídos entre graduação e pós-graduação. Atualmente, há apenas um ônibus para atender a toda a estrutura da UPE. A aquisição de outro veículo facilitará o deslocamento de professores e alunos em atividades acadêmicas dos cursos oferecidos nos campi do interior do estado.

Também está prevista a ampliação do edifício garagem do Pronto Socorro Cardiológico Universitário de Pernambuco Prof. Luiz Tavares (Procape), habilitado como Centro de Referência de Alta Complexidade Cardiovascular, e um dos hospitais que fazem parte da universidade. São 256 leitos em ambulatório e emergência, que atende a cerca de mil pacientes por dia. 

No Procape funcionam regulamente os programas de residência de medicina, enfermagem e nutrição. Estão inclusas nas atividades estudantis programa de estágio, curso de mestrado em ciência da saúde e programa associado de pós-graduação em educação física entre UPE e UFPE.

Os 648 alunos residentes do Procape têm que compartilhar 81 vagas com outros profissionais de saúde ligados ao hospital. Por isso, o projeto visa a uma ampliação de 195 vagas em uma área de 1.918 metros quadrados.

Petrolina – Já a biblioteca do campus de Petrolina terá sua estrutura ampliada para 427 metros quadrados. As novas instalações vão atender aos 3.148 alunos e 216 docentes do campus Petrolina, que oferta dez cursos de graduação, entre licenciaturas e bacharelados na área das ciências da saúde. 

Lançamento de Centro Universitário -  O ministro da Educação, Mendonça Filho, participou do lançamento oficial do Centro Universitário DeVry/UniFBV, no Recife, nesta quinta-feira, 15. A instituição, em atividade na capital pernambucana desde 1999 e pertencente ao grupo Adtalem Educacional do Brasil, passou a ser reconhecida pelo Ministério da Educação como centro universitário em 2017. 

“Para quem conhece a regulação do setor educacional, esse é um passo muito importante e desejado por muitas instituições de ensino superior no Brasil”, ressaltou Mendonça Filho. “O nosso dever é buscar qualidade na educação, mas a nossa obrigação também é fazer com que a gente garanta a livre oferta de educação cumprindo as regras básicas estabelecidas pelo MEC”.

Credenciado com nota máxima pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia vinculada ao MEC, o centro universitário oferece mais de 45 cursos a 5 mil estudantes. Além disso, gera mais de 400 empregos diretos, entre professores de graduação e pós-graduação – que inclui MBAs. Conta com mestrado profissional em gestão empresarial, cursos tecnológicos e profissionais administrativos. Atualmente, é uma das faculdades que mais crescem em Pernambuco. Os alunos têm acesso a uma série de benefícios e programas, como intercâmbio para os Estados Unidos e curso de inglês subsidiado. Esta é a sétima instituição a ser credenciada pelo MEC como centro universitário nesta gestão em Pernambuco.


IF Sertão-PE abre inscrições para seleção simplificada de profissionais técnicos especializados em Libras

por Simone Marques 9 de Fevereiro de 2018 às 16:04
categoria: Educação



O Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE) está com inscrições abertas para a seleção simplificada de contratação temporária de profissionais técnicos especializados em Língua Brasileira de Sinais (Libras). São cinco vagas, destinadas aos campi Petrolina, Salgueiro, Serra Talhada, Santa Maria da Boa Vista e Ouricuri. As inscrições serão realizadas exclusivamente via internet, clicando aqui, até as 23h59 do dia 22 de fevereiro (horário de Brasília). A taxa de inscrição é de R$ 20 e deverá ser paga, por intermédio de GRU (Guia de Recolhimento da União), em qualquer agência bancária, impreterivelmente até o dia 23 de fevereiro. 

Quem estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e for membro de “família de baixa renda” pode solicitar isenção da taxa de pagamento mediante requerimento do candidato, através de formulário eletrônico disponível no endereço eletrônico http://concurso.ifsertao-pe.edu.br/copese, até o dia 16 de fevereiro. 

Para participar da seleção, o candidato deve ter curso superior de licenciatura plena em Letras: Libras ou em Letras: Libras/Língua Portuguesa como segunda língua; ou de Letras/Libras bacharelado ou curso superior em qualquer área com certificado de proficiência na tradução e interpretação da Libras-Língua Portuguesa e Língua Portuguesa-Libras, comprovada por certificado obtido por meio de exame promovido pelo MEC, ou proficiência expedida por instituições de ensino superior e instituições credenciadas por Secretarias de Educação. 

Entre as atribuições profissionais, estão traduzir e interpretar LIBRAS – Língua Portuguesa e vice-versa na sala de aula ou em outras atividades escolares; pesquisar e estudar conceitos acadêmicos, em parceria com o professor da sala de aula, que favoreçam a atuação profissional; acompanhar estudantes em visitas técnicas; participar de formação ou reuniões pedagógicas quando solicitado.

O Processo Seletivo constará de duas etapas: Análise Curricular e Prova Prática. O regime de trabalho é de 40 horas semanais e o vencimento básico é R$ 4.180,66, podendo ser acrescido de auxílio-transporte, auxílio pré-escolar e auxílio-alimentação. 


MEC libera R$ 18,25 milhões para universidades e institutos de Pernambuco

por Neya Gonçalves 8 de Fevereiro de 2018 às 15:04
categoria: Educação

O Ministério da Educação liberou nesta terça-feira, 6, R$ 18,25 milhões em recursos financeiros às universidades e institutos federais do estado de Pernambuco. "Este ano já repassamos mais de R$ 29 milhões para as instituições federais em Pernambuco", destacou o ministro Mendonça Filho.

Para a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) foram liberados R$ 8,1 milhões este mês. A Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) recebeu R$ 4 milhões. Já para os institutos federais de Pernambuco e do Sertão foram repassados R$ 4,5 milhões. Para a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) foram destinados R$ 820,6 mil. Já para a Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) foram R$ 749,06 mil.

A liberação financeira permitirá às universidades e institutos federais cumprir com os pagamentos das despesas discricionárias, que são as que efetivamente concorrem para produção de bens e serviços públicos. “Os recursos permitirão o pagamento de contratos de terceirização, água, luz, investimento em obras de ampliação, construção ou reforma, entre outros”, detalha o ministro.

Este ano, o MEC repassou R$ 579,26 milhões para as instituições federais vinculadas à pasta, incluindo o que foi destinado ao pagamento de despesas das universidades e institutos federais, do Instituto Nacional de Surdos, do Instituto Benjamin Constant e da Fundação Joaquim Nabuco.


IF Sertão-PE inicia nova turma para menores em cumprimento de medidas socioeducativas

por Simone Marques 7 de Fevereiro de 2018 às 15:52
categoria: Educação

O campus Petrolina Zona Rural do IF Sertão-PE deu início, nesta terça-feira (6), à décima primeira turma do curso de Formação Inicial e Continuada em Auxiliar Técnico em Agropecuária, voltado para menores em cumprimento de medidas socioeducativas da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Estado de Pernambuco (Case/Funase Petrolina).

O curso, de 160 horas, tem como objetivo formar profissionais aptos a atuar em propriedades rurais, no apoio a atividades relativas aos sistemas produtivos agrícolas. Durante três meses, os estudantes terão a oportunidade de ver disciplinas de manejo vegetal e animal, oleicultura agroecológica e mecanização agrícola, com toda prática vivenciada no campo experimental do campus Petrolina Zona Rural.

Nesta terça, dez novos alunos iniciaram o curso e foram recebidos pela diretora de Ensino do campus, Andréa Nunes, pelo coordenador de Formação Inicial e Continuada, Marlon Rocha, pelo chefe de Departamento de Campo, Nivaldo Ribeiro e pelo técnico agrícola Manoel Fernandes. Para os jovens, uma oportunidade de começar a trilhar caminhos diferentes. “Vejo aqui como uma porta para o início de uma nova vida. Quero aproveitar a experiência que terei para levar a outras pessoas e quero participar do que for possível”, disse um dos menores.

A parceria entre o IF Sertão-PE e o Case/Funase Petrolina, primeira entre casas socioeducativas e Institutos Federais do Estado, existe desde 2013, possibilitando a formação de mais de 100 adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas, sua inserção no mercado de trabalho e a perspectiva de transformações sociais e econômicas através da oferta da educação pública e de qualidade. 

Para o agente socioeducativo Osvaldo Amorim, a expectativa é dar continuidade ao trabalho que já vem sendo realizado com as turmas anteriores. “Esperamos que haja a inclusão desses meninos no mercado de trabalho e na sociedade junto a outros jovens”, afirmou. 

 

 


Prouni: inscrições começam hoje e seguem até sexta-feira (9)

por Adriana Rodrigues 6 de Fevereiro de 2018 às 18:50
categoria: Educação

Desde o início da manhã os alunos que fizeram as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2017 podem concorrer a uma das 242.987 mil bolsas ofertadas pelo Programa Universidade para Todos (Prouni).

No primeiro semestre desse ano, o Ministério da Educação dividiu as bolsas entre 2.976 instituições de ensino particulares. 113.863 são bolsas de estudo integrais e 129.124 são parciais.

As inscrições podem ser feitas no site do Prouni até às 23h59 (horário de Brasília) desta sexta-feira (9). Para participar do Prouni o aluno deve ter tirado no mínimo 450 pontos no último Enem e não ter zerado a redação. A lista com da primeira chamada será divulgada na segunda-feira (12).


Coordenador do Sintepe de Petrolina taxa educação de pernambuco de propaganda enganosa

por Simone Marques 6 de Fevereiro de 2018 às 12:52
categoria: Educação

Reajuste do Piso e repercussão por dentro da Carreira. Esses são os pontos principais da Campanha Salarial Educacional 2018 do Sintepe, lançada nesta quinta-feira (1º), no auditório do sindicato, no Recife. Com a temática "Piso e Carreira. Vale a Luta", a Campanha traz a representação de pais, mães, estudantes, Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação. 

Durante o lançamento da Campanha Salarial Educacional 2018, o Sintepe apresentou um estudo sobre a remuneração média de servidores efetivos, durante o quadriênio de 2014 a 2017, de cinco secretarias de Estado: Educação, Saúde, Defesa Social, Fazenda, Planejamento e Gestão. O estudo foi feito com base em dados do Portal da Transparência do Estado de Pernambuco.

O Coordenador Regional do Sintepe de Petrolina, Robson Nascimento ressaltou que a campanha foi colocada em pauta com o lançamento em Recife, porém as reivindicações já foram entregues ao governo do Estado desde o dia 22 de Dezembro, ainda no ano passado.

Questionado se já ouve alguma sinalização por parte do governo, mas até o momento não se pronunciou. “A única resposta que tivemos é de que o governo cumpriria a lei, então a gente desconfia dessas promessas do governo de cumprimento de lei que ele nunca cumpre com integralidade”, criticou.

O estudo do Sintepe demonstrou que, entre 2014 e 2017, a remuneração média dos Trabalhadores em Educação subiu um percentual de apenas 8,6%, acima somente da média dos trabalhadores da Saúde, que evoluiu apenas 7%. O salário médio da Educação, segundo o estudo, ficou em R$ 3.125,00. Na outra ponta do relatório, a evolução dos salários dos servidores da Secretaria de Planejamento e Gestão, por exemplo, cresceu em 49% nesses quatro anos. Os servidores da Fazenda, além de lograr uma evolução das remunerações em 33,5%, detêm a maior média salarial do Estado, em cerca de R$ 27.768,00.

O Sintepe também criticou o alto número de contratos temporários na educação. Para o Sindicato, o número de contratos temporários em sala de aula atingiu uma média alta, de 37% do total de servidores da Educação.  Em 2017, de um total de 43.568 servidores, 16.001 eram temporários e outros 282 eram comissionados.

A campanha salarial foi dividida em duas partes, onde uma fala sobre a valorização ao profissional de carreira, e outra parte no que se refere ao educacional, a pauta mais permanente que vai durante o ano todo.

O MEC estipulou que o percentual de reajuste para os Trabalhadores em Educação deste ano será de 6,81%. O Piso, que hoje é de R$ 2.298,80, deve ir para R$ 2.455,35. O reajuste dos profissionais da Educação obedece à Lei nº 11.738. Já a Lei que instituiu o Plano de Cargos e Carreira é a nº 11.559, essa, porém, não vem sendo respeitada pelo Estado de Pernambuco, uma vez que o governo tem escolhido não repercutir o reajuste por dentro da carreira.

Geovane também criticou as colocações feitas em entrevista dada pela gestora da GRE Anete Ferraz, e disse que o governo tem colocado nas propagandas de publicidade o avanço na educação e dados favoráveis do IDEB, porém que o governo tem fatiado o ensino por se tratar da rede estadual. "Ela pega o ensino médio que está colocado boa parte nas escolas de referência, que tem os professores com o melhor nível de formação, condição de trabalho melhor, e algumas escolas de ensino integral tem uma estrutura melhor, mas a parte fundamental básica em si que o Estado também oferece nós não temos escolas de qualidade. Nós temos situações alarmantes".