asdasdasdasd

Faculdade Aberta da Terceira Idade lança edital para inscrições de alunos e monitores em Petrolina

por Milena Pacheco 12 de Agosto de 2019 às 17:03
categoria: Educação

O programa Faculdade Aberta da Terceira Idade (FATI), desenvolvido através de parceria entre Facape e UPE, iniciará mais uma etapa de atividades e abre inscrições para novos alunos e estudantes monitores. Estão sendo ofertadas 250 vagas distribuídas em nove cursos, entre eles Inclusão Digital, Noções de Direito, Noções de Saúde, Noções de Administração/Empreendedorismo, Noções de Inglês, Alfabetização e Letramento, além do módulo de curso pré-vestibular.

(Foto: Reprodução)

As inscrições seguem até o dia 23 de agosto e podem ser realizadas no horário de 8h as 12h, na Facape, e das 14h às 17h, na UPE. O início das aulas está previsto para o dia 2 de setembro, com exceção do pré-vestibular, que inicia 19 de agosto.

Para participar do programa, os alunos devem ter a partir de 50 anos, nível fundamental completo e disponibilidade de tempo para participação nas aulas. Os interessados no pré-vestibular devem ser ter segundo grau completo. No ato da inscrição o candidato deve apresentar carteira de identidade original, comprovante de residência e ficha de inscrição devidamente preenchida.

Para os monitores, serão disponibilizadas vagas na área de Direito, Ciência da Computação, Gestão em TI, Administração, entre outras. Os interessados em se inscrever no programa devem ser alunos regularmente matriculados, que frequentem o curso e tenham disponibilidade de carga horária semanal, estipulada pelo coordenador do Programa de Extensão.

No ato da inscrição o discente deve apresentar histórico escolar atualizado, xerox do documento de identidade e CPF, havendo necessidade ocorrerá seleção por entrevista. O objetivo da atividade é estimular participação em programas e projetos de Extensão, além de regulamentar os procedimentos e acompanhamento do Programa de Extensão FATI.

Todos os alunos do projeto receberão certificado expedido pela Coordenação de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão da Facape e UPE. Já os monitores, terão a atividade contabilizada como horas complementares. A vigência do projeto será de agosto a dezembro de 2019.


Inscrições para o Sistema Seriado de Avaliação da UPE terminam hoje

por Milena Pacheco 7 de Agosto de 2019 às 10:31
categoria: Educação

As inscrições para o Sistema Seriado de Avaliação (SSA) da Universidade de Pernambuco (UPE) terminam nesta quarta-feira (7) e podem ser feitas exclusivamente pela internet. A taxa de inscrição custa R$ 100. É obrigatório que o candidato tenha CPF próprio e conta de e-mail válida.

Foto: Blenda Souto Maior/Arquivo DP

Ao todo, são 3.480 vagas ofertadas pela instituição, distribuídas em 11 campi, para 64 cursos de graduação, sendo 1.740 no SSA e 1.740 no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação (MEC).

As provas do SSA 3 vão acontecer em 17 e 18 de novembro, pela manhã. Já as do SSA 1 e do SSA 2 acontecem nos dias 1º e 2 de dezembro, pela manhã e à tarde, respectivamente. De acordo com a Comissão Permanente de Concursos Acadêmicos da Universidade de Pernambuco (CPCA/UPE), nos dois processos de ingresso, estão reservadas 20% das vagas para o sistema de cotas. Os cursos estão distribuídos nas regiões Metropolitana, Mata Norte, Mata Sul, Agreste e Sertão.

Tire as suas dúvidas sobre o SSA:

Os candidatos que possuem o Número de Inscrição Social (NIS), inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais, poderão solicitar isenção da taxa de inscrição, em período definido no calendário do manual do candidato. O Sistema Seriado de Avaliação - uma das duas formas de ingresso na instituição - é composta por três fases. Antes de fazer o SSA 3, no terceiro ano do ensino médio, os estudantes participam das duas primeiras fases do processo seletivo (SSA 1 e SSA 2), realizadas respectivamente no primeiro e no segundo ano do ensino médio.

O Sistema Seriado de Avaliação é considerado a forma mais fácil para um estudante de ensino médio ingressar no ensino público superior no estado. Para conseguir uma boa nota ao final do processo, os estudantes precisam ter conquistado bons índices de rendimento nas três provas. A nota para concorrer a uma vaga da universidade pelo SSA só é obtida ao concluir as três etapas. (Fonte: diariodepernambuco/viver/Foto: Blenda Souto Maior/Arquivo DP)


Educação: Bolsonaro corta mais R$ 348 milhões

por Milena Pacheco 31 de Julho de 2019 às 11:37
categoria: Educação

O governo federal publicou, em edição extra do Diário Oficial da União, na noite terça-feira (31),  decreto de programação orçamentária em que detalha o bloqueio de R$ 1,44 bilhão em gastos no Orçamento de 2019. O contingenciamento havia sido anunciado em 22 de julho.

Foto: Reprodução

Do total, R$ 619,16 milhões serão cortados do Ministério da Cidadania; R$ 348,47 milhões, do Ministério da Educação; e R$ 282,57 milhões, da Economia.

Em quarto lugar na lista, o Ministério do Turismo teve R$ 100 milhões bloqueados. Foram afetados ainda os Ministérios da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, com perda de R$ 59,8 milhões; da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, com menos R$ 54,7 milhões; das Relações Exteriores, com R$ 32,9 milhões, e do Meio Ambiente, R$ 10,2 milhões.

Em contrapartida, duas pastas tiveram recursos liberados. O Ministério da Infraestrutura teve R$ 60 milhões desbloqueados. O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos ganhou R$ 5 milhões. O valor total do contingenciamento não foi alterado. Nesses casos, as demais pastas tiveram recursos adicionais bloqueados para que esses ministérios pudessem ter verbas liberadas.

O bloqueio adicional se soma aos R$ 29,7 bilhões divulgados em março pelo governo. O contingenciamento tem por objetivo tentar cumprir a meta de déficit primário de R$ 139 bilhões estabelecida para este ano. (Fonte: Bahia.ba)


Enem 2019: Inep divulga perfil dos inscritos em Pernambuco

por Milena Pacheco 16 de Julho de 2019 às 11:57
categoria: Educação

Foto: Carlos Cecconello/Folhapress

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) segue preparando a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. As provas serão realizadas nos dias 3 e 10 de novembro, primeiro e segundo domingo do mês.

A edição deste ano tem 5.095.382 de inscritos em todo o país. Desses, 275.327 são do estado de Pernambuco. Petrolina é o segundo maior local de prova do estado, com 15.570 inscritos. O primeiro é a capital Recife que tem 62.380 inscritos.

A faixa etária com maior número de inscritos em Pernambuco é de 21 a 30 anos, que corresponde a 26% do total. Além disso, as mulheres são a maioria, com 58,9% das inscrições no estado. (Fonte: Blog Nossa Voz)


Fies: pré-selecionados têm até esta sexta para complementar inscrição

por Milena Pacheco 11 de Julho de 2019 às 16:19
categoria: Educação

Foto: Reprodução

Os candidatos pré-selecionados no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) têm até as 23h59 desta sexta-feira (12), para complementar a inscrição no site do programa na internet.

Para garantir a vaga, o candidato deve prestar informações como nome do fiador, caso seja necessário, e o percentual de financiamento.

A relação com os pré-selecionados já está disponível no site do Fies. Ela foi divulgada na última terça-feira (9).

A lista serve para que esses estudantes tenham a oportunidade de preencher vagas que não forem ocupadas. Essa etapa ocorre de 15 de julho a 23 de agosto.

Para a segunda edição do ano, 46,6 mil vagas foram ofertadas em 1.756 instituições de ensino privadas de todo país.

Com financiamento a juros zero, o Fies é voltado para estudantes com renda familiar mensal bruta por pessoa de até três salários mínimos.

Para concorrer ao financiamento, o candidato precisa ter feito qualquer uma das últimas dez edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ter alcançado média igual ou superior a 450 pontos nas questões e não ter zerado a redação.

P-Fies

Saiu também o resultado para o Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies). Diferentemente do Fies, no P-Fies os juros são variáveis e as condições são definidas pela instituição de ensino e pelo banco. Para participar, o estudante precisa ter renda familiar mensal bruta por pessoa até cinco salários mínimos.

Os aprovados no P-Fies devem comparecer à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição com a qual fechará o contrato para validar suas informações. O P-Fies é por chamada única, sem lista de espera. (Fonte: Agencia Brasil)


Univasf: Inscrições abertas para bolsa permanência dos estudantes indígenas e quilombolas

por Milena Pacheco 10 de Julho de 2019 às 16:42
categoria: Educação

O Ministério da Educação (MEC) está com inscrições abertas para o Programa Bolsa Permanência. As vagas do programa são destinadas a estudantes indígenas e quilombolas, matriculados em cursos superiores de graduação presencial, ofertados pelas Instituições Federais de Ensino Superior.

Foto: Reprodução

Estudantes da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) devem se inscrever através do Sistema de Gestão da Bolsa Permanência (SISBP) e no Programa de Assistência Estudantil (PAE) da Univasf, até o dia 30 de agosto.

No ato do cadastro, o candidato deverá possuir os seguintes documentos: autodeclaração do candidato; declaração da comunidade do candidato; declaração da Funai ou declaração da Fundação Cultural Palmares; termo de compromisso do bolsista. A análise dos documentos e aprovação do cadastro será realizada pela Pró-Reitoria de Assistência Estudantil (Proae) da Univasf até o dia 30 de setembro. Os detalhes sobre o cadastro e processo podem ser encontrados no Ofício-Circular Nº10/2019/CGRE/DIPPES/SESU/SESU-MEC. Os Modelos de Declarações que devem ser anexadas nas inscrições, tanto no SISBP quanto no PAE, estão disponibilizadas na página do PAE.


UFPE abre seleção para professor substituto; Salários são de R$ 5,7 mil

por Milena Pacheco 8 de Julho de 2019 às 16:11
categoria: Educação

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) recebe inscrições, até sexta-feira (12), para uma seleção simplificada de professores substitutos para os campi Recife, Caruaru e Vitória. Ao todo, são oferecidas 39 vagas.

Foto: Reprodução

O salário varia entre R$ 2.236,30 a R$ 5.742,14, a depender do regime de trabalho e da qualificação dos candidatos. Para se inscrever, é preciso ir às secretarias dos departamentos e núcleos que oferecem as vagas e pagar uma taxa de R$ 150 através do Guia de Recolhimento da União (GRU).

O processo seletivo conta com as seguintes fases de caráter eliminatório: prova escrita, didática e/ou prática, além de prova de títulos, de caráter classificatório. O edital do processo seletivo e a lista de documentos necessários para inscrição estão disponíveis no site da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas e Qualidade de Vida (Progepe).

O prazo de validade da seleção é de 12 meses, contados da data da publicação da homologação do resultado no Diário Oficial da União (DOU). A vigência dos contratos de professor substituto é de até um ano, a critério da administração, que pode prorrogá-la por até 24 meses. (Fonte: G1)


Facape abre inscrições de seleção para professor substituto

por Milena Pacheco 4 de Julho de 2019 às 16:26
categoria: Educação

Estão abertas as inscrições para a seleção de docentes para preenchimento de uma vaga de professor substituto da Facape. Profissionais da área do Direito, Ciência da Computação, Engenharia da Computação e GTI, que possuam especialização em Direito Público e Privado e Informática, podem concorrer.

As inscrições seguem abertas até o dia 14 de julho. Os candidatos devem realizar as inscrições no site da Facape na aba concursos.

O certame será composto por duas etapas de avaliação, uma de desempenho didático-pedagógico, que está agendada para o dia 22 de julho e avaliação de títulos. A taxa de inscrição no processo seletivo é de R$120. Após a efetivação do pagamento do boleto bancário, os participantes da seleção devem comparecer à Central de Atendimento ao Discente – CAD da Facape para apresentação e comprovação da documentação exigida em edital. (Fonte: Blog Nossa Voz/Foto: reprodução)


Enem terá aplicação digital em fase de testes em 2020

por Milena Pacheco 3 de Julho de 2019 às 12:33
categoria: Educação

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) vai deixar de aplicar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em papel a partir de 2026.

De acordo com Alexandre Lopes, o novo presidente do Inep, a transição do papel para o computador vai começar em 2020 com um projeto-piloto para 50 mil candidatos de 15 capitais.

O Enem digital em formato piloto em 2020 acontecerá nos dias 11 e 18 de outubro do ano que vem. Já o Enem regular acontecerá em 1º e 8 de novembro de 2020. A reaplicação para os dois modelos acontecerá em dezembro.

O ministro da Educação afirmou que a segurança do processo digital será garantida pelo Inep, e explicou que, atualmente, o processo de execução do Enem já é quase todo feito digitalmente. “A parte da aplicação é analógica, todo o resto é passado no computador”, disse Weintraub. (Fonte: G1Bahia)


MEC abre inscrições de Programa de Bolsa para estudantes indígenas e quilombolas

por Milena Pacheco 2 de Julho de 2019 às 16:09
categoria: Educação

O Ministério da Educação autorizou a abertura de novas inscrições no Programa de Bolsa Permanência (PBP) deste ano, para estudantes indígenas e quilombolas, matriculados em cursos de graduação presencial ofertados por instituições federais de ensino superior.

Foto: Reprodução

De acordo com a portaria publicada na edição desta terça-feira (2) do Diário Oficial da União, as inscrições deverão ser realizadas por meio do Sistema de Gestão da Bolsa Permanência (SISBP), até 30 de agosto de 2019.

Até a mesma data, será feita, também, a análise da documentação comprobatória de elegibilidade do estudante ao PBP e a aprovação do respectivo cadastro no SISBP pelas instituições federais de ensino superior.

De acordo com o MEC, o PBP foi instituído pela Portaria 389, de 9 de maio de 2013, e “tem por finalidade minimizar as desigualdades sociais, étnico-raciais e contribuir para permanência e diplomação dos estudantes de graduação em situação de vulnerabilidade socioeconômica das instituições federais de ensino superior”.

Já o SISBP objetiva gerenciar as ações relacionadas ao PBP, sobretudo, o ingresso de estudantes no programa e o pagamento de bolsas. (Fonte: Agência Brasil)