asdasdasdasd

Ministro da Educação anuncia investimentos em Petrolina

por Adriana Rodrigues 21 de Julho de 2017 às 13:15
categoria: Educação

Em mais uma visita a Petrolina o ministro da Educação, Mendonça Filho, anunciou nesta sexta-feira (21), o lançamento do edital para a construção de cinco centros municipais de educação infantil (CMEI). Na ocasião, Mendonça Filho assinou, ainda, ordem de serviço para obras no campus Petrolina Zona Rural, do Instituto Federal Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE). Além disso, o ministro autorizou a reitoria do instituto a abrir licitação para construção de quadras poliesportivas em três campi: Ouricuri, Floresta e Salgueiro.

A solenidade foi realizada no Pátio do CMEI Irmã Dourado, no Jardim São Paulo e contou com as presenças de diversas autoridades, a exemplo do senador Fernando Bezerra Coelho, o ministro de Minas e Energia Fernando Filho, o presidente da Câmara Osório Siqueira, a reitora do IF Sertão Maria Leopoldinha Vera Camêlo, o prefeito Miguel Coelho, vereadores e vários representantes da sociedade civil. 

O prefeito Miguel Coelho, não escondeu sua alegria em receber para a cidade esse grande investimento na área de educação, que para ele, “é a base, onde tudo se incia”. O socialista aproveitou a oportunidade para desmentir boatos de que ele acabaria com o programa Nova Semente. “Essa discussão se tinha que ser CMEI, se tinha que ser Nova Semente ou o modelo que tinha seguido é um discurso fraco, é pobre de informação. A gente não tem que discutir se vai ter uma creche mais ou menos, se vai ter criança chegando ou saindo e sim qual é o futuro que queremos dar para as nossas crianças e é por isso que é bom esse momento para a gente poder dizimar e acabar com tanta boataria. O Nova Semente não vai acabar, mas vai ficar como está”, enfatizou.

De acordo com o prefeito, o programa de primeira infância será ampliado com integração da secretaria de saúde e de desenvolvimento social, oferecendo auxílio para estruturação familiar, a exemplo de serviços com profissionais terapeutas e psicólogos. Ele informou ainda quando assumiu a prefeitura, encontrou doze creches paradas, o cadastro dos alunos defasados e mais de 7 mil matrículas que não haviam sido informadas. “Petrolina estava perdendo dinheiro. E quando batemos à porta de Mendonça filho ele teve a sensibilidade de nos ouvir, e já trouxe nesses seis meses de gestão R$ 20 milhões para o município”, acrescentou.               

Presente ao evento, o ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, também ressaltou a importância da parceria entre os governos federal, estadual e municipal. “A creche é importante porque possibilita os pais poderem trabalhar. Mas as creches que queremos são essas: com todos os equipamentos necessários para que a criança possa entrar no ensino infantil e médio muito mais preparada”, enfatizou.        

O senador Fernando Bezerra Coelho ressaltou a importância das ações do MEC no último ano para o desenvolvimento da educação no estado e em todo o país. “Estamos todos desafiados a construir um novo tempo. E esse novo tempo será construído com uma creche cada vez melhor, em que as pessoas se orgulhem em deixar suas crianças”, disse. 

O valor total do investimento será de R$ 6,5 milhões. Desde que assumiu o Ministério, em maio de 2016, o ministro sempre destacou a educação básica como prioridade do governo federal.                                                                                        

“A formação do indivíduo começa exatamente na educação infantil. Desde que assumimos, essa etapa tão importante da educação tem sido prioridade. O Brasil não pode deixar de lado a formação do indivíduo", destacou o ministro Mendonça Filho. Ele lembrou que o MEC tem atuado para fortalecer as parcerias com os municípios, especialmente, na educação infantil, que traz reflexos em toda a trajetória escolar dos estudantes.

“Qualquer nação, qualquer estado e município, para se transformar de forma verdadeira e profunda para melhor, para avançar com relação ao futuro, precisa ter uma base de educação muito forte e vigorosa, que proteja as crianças e os jovens, e que promova um futuro melhor para eles”, concluiu Mendonça Filho.

Ao todo, serão mais de 4 mil beneficiados diretos, entre crianças da cidade e estudantes do Instituto Federal Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE).

 

 


Campus da Univasf em Salgueiro deverá ficar pronto em 2019

por Adriana Rodrigues 20 de Julho de 2017 às 09:33
categoria: Educação

O Conselho Universitário da Universidade Federal do Vale São Francisco (Univasf) aprovou, a instalação de um campus no município de Salgueiro. Ao que tudo indica, o pólo levará o período de dois anos para ficar pronto.

O vice-reitor da Univasf, professor Télio Leite, informou que já foi formalizado as tratativas com o MEC em março desse ano. Do ponto de vista formal, cabe ao Ministério da Educação dar a devida autorização para o novo campo. “A gente acredita que a partir da lei orçamentária de 2018, que ainda está sendo debatida internamente dentro do governo, deve ser enviada ao congresso até o final de agosto, já haja alguma previsão de orçamento nesse sentido”.

O professor explicou que a obra terá valor aproximado de R$ 12 milhões, levando em consideração que o campus será edificado desde o alicerce, com previsão de conclusão em 2019. "Estamos aguardando os próximos encaminhamentos do MEC. Precisamos confirmar todos os compromissos assumidos, em especial a liberação de vagas para servidores, porque sem professores não tem como a gente iniciar. Tem que ser publicado no diário oficial as vagas para professores e técnicos, para a gente começar a planejar os concursos públicos e fazer as contratações. Paralelo a isso a gente precisa junto com o MEC e prefeitura de Salgueiro, que tem se mostrado parceira, procurar alternativas para o funcionamento provisório do Campus como a gente tem feito, em alguma instalação provisória", explicou o vice-reitor.

Inicialmente o campus vai ministrar os cursos de Ciências da Computação e Engenharia da Produção, com 40 vagas anuais para cada um dos cursos. Télio Leite, afirma que os estudantes desse pólo podem esperar, boas salas de aula, estrutura de laboratório, como também, apoio para refeições.

Esta é a primeira universidade federal de todo o Sertão Central, beneficiando além de Salgueiro os municípios de Terra Nova, Cedro, Parnamirim, Verdejante, Serrita e São José do Belmonte.


Mendonça libera R$14,55 milhões para Pernambuco

por Adriana Rodrigues 19 de Julho de 2017 às 16:40
categoria: Educação

O ministro da Educação, Mendonça Filho liberou R$ 14,55 milhões em recursos financeiros para as três Universidades e dois Institutos Federais em Pernambuco, além da Fundação Joaquim Nabuco. Os recursos, liberados na segunda-feira, serão aplicados na manutenção, custeio e pagamento de assistência estudantil, entre outros. "Desde o início do ano, o MEC já repassou R$ 201,02 milhões para as instituições federais localizadas no estado", completou o ministro Mendonça Filho.

No total, foram destinados R$ R$ 273,43 milhões em para as instituições de todo o País. A maior parte dos valores, foi repassada às universidades federais, incluindo repasses para hospitais universitários. Já a rede federal de educação profissional, científica e tecnológica recebeu R$ 82,47 milhões. O restante, R$ 3,40 milhão, foi repassado ao Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines), ao Instituto Benjamin Constant (IBC) e à Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj).

Desde o início do ano, o MEC repassou R$ 4,03 bilhões para as instituições federais vinculadas à pasta, incluindo o que foi destinado ao pagamento de despesas das universidades e institutos federais, do Instituto Nacional de Surdos, do Instituto Benjamin Constant e da Fundação Joaquim Nabuco.


Educação infantil e Alfabetização são temas de formação para educadores em Petrolina

por Adriana Rodrigues 17 de Julho de 2017 às 14:04
categoria: Educação



Nesta terça-feira (18), a Secretaria de Educação de Petrolina (Seduc) vai realizar uma formação voltada, exclusivamente, para os professores, coordenadores e gestores da Educação Infantil e 1º ano. As palestras acontecerão no auditório do Senai, localizado na Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio, Areia Branca, a partir das 16h.

No primeiro momento, voltado para os agentes da Educação Infantil, o palestrante João Batista Araújo Oliveira, presidente do Instituto Alfa e Beto, referência nacional em educação nas séries iniciais, vai apresentar uma palestra com o tema: ‘Educação Infantil: por que e como fazer a diferença na vida das crianças’. Já às 19h, a palestra terá como tema: ’Alfabetização: o que professores, coordenadores pedagógicos e diretores podem fazer para assegurar a alfabetização dos alunos’, voltada para os envolvidos com o 1º ano do Ensino Fundamental I.

Para a secretária de Educação de Petrolina, Maéve Melo, a formação tem um efeito multiplicativo e muito importante para o Sistema de Educação. “Estamos nos empenhando cada dia na formação continuada dos nossos professores, coordenadores e gestores e temos uma atenção especial com a Educação Infantil. Esse momento é de grande valia e aprendizagem, pois João Batista é um grande pesquisador da área e vai oferecer informações e conteúdos que serão disseminados no dia a dia da nossa Rede”, frisa.

Considerando a necessidade de participação dos professores da pré-escola no evento, a Seduc transferiu o reinicio das aulas do ano letivo, após o recesso escolar, nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI) e nas escolas que possuem a modalidade, para o dia 19, quarta-feira. A reposição do dia 18 será feita no dia 22 de dezembro, garantindo os 200 dias letivos, como preconiza o MEC.

João Batista Araújo e Oliveira

João Batista Araújo Oliveira é referência nacional em educação. Atuou como professor, pesquisador, consultor e ocupou cargos executivos em organismos nacionais e internacionais. É fundador e presidente do Instituto Alfa e Beto, ONG promotora de políticas práticas de educação que priorizam a alfabetização. Foi secretário-executivo do MEC (1995) e idealizou o programa Acelera Brasil, que visa acelerar e corrigir o fluxo escolar com o apoio do Instituto Ayrton Senna. É psicólogo e Ph.D em Educação pela Florida State University (EUA). Já publicou dezenas de livros, entre eles: “A Pedagogia do sucesso” (Saraiva, 2001), “A Escola vista por dentro” (Alfa Educativa, 2002), “ABC do alfabetizador” (Alfa Educativa , 2005), “Aprender e ensinar” (Alfa Educativa, 2006), “Reforma na educação: por onde começar?” (Alfa Educativa, 2006), “Usando textos na sala de aula: tipos e gêneros textuais” (Alfa Educativa, 2006), “Alfabetização de crianças e adultos: novos parâmetros” (Alfa Educativa, 2007).


Inscrições para o SSA da UPE começam nesta segunda

por Adriana Rodrigues 17 de Julho de 2017 às 09:37
categoria: Educação

As inscrições para o Sistema Seriado de Avaliação (SSA), da Universidade de Pernambuco (UPE), começam nesta segunda-feira (17), pela internet e vão até 18 de agosto. A taxa custa R$ 95 e as provas serão realizadas em novembro e dezembro. Neste formato de seleção, cada candidato é avaliado três vezes, ao final de cada uma das séries do ensino médio. São oferecidas 1.730 vagas.

Podem se inscrever no SSA, portanto, os estudantes que estiverem cursando o ensino médio. As provas do SSA 1 e SSA 2, voltadas para os alunos dos 1º e 2º anos, respectivamente, acontecerão dias 3 e 4 de dezembro. No SSA 3, para os concluintes da última etapa da educação básica, os testes acontecerão dias 19 e 20 de novembro.

As vagas do SSA representam a metade de oportunidades de ingresso nas graduações da UPE, que tem unidades acadêmicas no Recife e em Camaragibe, na Região Metropolitana, e em mais oito cidades do interior do Estado (Nazaré da Mata, Palmares, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Serra Talhada, Salgueiro e Petrolina).

A outra metade das vagas é preenchida pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação, que utiliza as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As inscrições no Sisu devem ocorrer em janeiro de 2018.

O presidente da comissão do vestibular da UPE, Ernani Martins, lembra que ao se inscrever no SSA o candidato precisa informar CPF e RG próprios. “Não pode usar dados dos pais ou responsáveis. É imprescindível também que o estudante informe um email válido pois será o canal de comunicação conosco”, ressalta Ernani Martins.

Vale destacar que o estudante só escolhe o curso que vai concorrer no último ano do SSA. Outro lembrete é que o vestibulando não pode modificar a opção de língua estrangeira durante o processo seletivo. “Se no SSA 1 ele optar por inglês, terá que continuar com esse idioma no SSA 2 e SSA 3”, esclarece Ernani. Outra alternativa é espanhol.

Quem não tem condições de quitar a taxa de inscrição pode solicitar, de hoje até sexta-feira (21), isenção do pagamento. Só pode pleitear o benefício o jovem que possuir o Número de Identificação Social (NIS), do governo federal.

NOVO CURSO

Uma das novidades da UPE é a graduação de física de materiais, a 55ª graduação ofertada pela instituição. Será implantado na Escola Politécnica de Pernambuco (Poli), no bairro da Madalena, Zona Oeste do Recife, com 20 vagas, aulas diurnas e quatro anos de duração.

A primeira turma ingressará no segundo semestre de 2018. Dez vagas serão preenchidas pelo SSA e 10 via Sisu. 

O bacharel em física de materiais é o profissional que atua na pesquisa das propriedades de novos materiais, bem como suas aplicações nas empresas, indústrias e nos processos produtivos gerais. Também é habilitado a fazer testes de certificação de produtos.


Secretaria de Educação libera mais de R$ 1 milhão para manutenção das escolas de Petrolina

por Simone Marques 13 de Julho de 2017 às 14:00
categoria: Educação

A Secretaria de Educação de Petrolina (seduc) liberou, no primeiro semestre do ano, R$ 1.030, 476,03 milhões para escolas da Rede municipal. O valor foi repassado por meio do Fundo de Desenvolvimento e Autonomia Financeira das Escolas (Fundafe), referente a primeira e segunda parcelas, além de dotações extras.

O dinheiro é destinado a pequenos reparos nas unidades de ensino, manutenção, reparos, e conservação da infraestrutura das instituições. A verba também pode ser utilizada para a compra de material de consumo e de bens permanentes, todas devem ser aprovadas pelo Conselho Escolar.

“Esses recursos podem ser utilizados em todos os pequenos serviços que o próprio diretor da escola pode resolver. Ele mesmo faz a cotação e contrata o serviço que for necessário: mão de obra de um pedreiro ou comprar lâmpadas, por exemplo. Isso é o que ajuda a maioria das escolas durante o ano a ter a condição de funcionamento”, detalha Rosane Costa, tutora de Gestão Educacional.

Até o final do ano, mais R$ 996.288,97 mil serão enviados às escolas referentes a terceira parcela do fundo. “Estamos priorizando a liberação dos valores do Fundafe, pois sabemos que essa autonomia dos gestores é muito importante para o andamento da rotina das escolas. Economizamos em outros setores supérfluos, a exemplo de grandes festividades, para que tivéssemos mais recursos para enviar às unidades”, comenta Maéve Melo, secretária de Educação de Petrolina.

 


Motoristas devem realizar segunda vistoria obrigatória de transporte escolar em Petrolina

por Simone Marques 11 de Julho de 2017 às 08:40
categoria: Educação

Motoristas devem realizar a segunda vistoria obrigatória em veículos de transporte escolar em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Para isso, é preciso comparecer ao 8º Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) do município, que fica na Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio, Zona Central da cidade, de segunda a sexta-feira, das 08h às 13h. Inspeções serão realizadas até o dia 28 de julho.

É necessário apresentar os seguintes documentos: requerimento padrão preenchido, datado e assinado pelo proprietário; original e cópia do certificado de Registro do Veículo (CRV); original e cópia do certificado de Registro do Veículo (CRLV) do exercício quitado; original e cópia do RG e do CPF; original e cópia da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), na categoria D ou E; certidão negativa de antecedentes criminais estadual ou federal; e cópia do CGC com validade (pessoa jurídica).

Os veículos com placas terminadas em 1, 2 e 3 devem realizar a vistoria entre os dias 10 e 14 de julho. Os de placa terminadas em 4, 5, 6 e 7, entre os dias 17 e 21 de julho. Já os de placa terminadas em 8,9 e 0, entre o dias 24 e 28 de julho. É cobrada uma taxa anual de R$ 136,98, na qual estão incluídas as duas inspeções semestrais.

Para aprovação na vistoria, é necessário que o veículo contemple os seguintes aspectos: registro como veículo de passageiros; equipamentos obrigatórios em ordem; pintura de faixa horizontal na cor amarela com dístico escolar em preto; tacógrafo e certificado do tacógrafo inspecionado pelo Inmetro; lanterna de luz branca, fosca ou amarela disposta nas extremidades da parte superior dianteira e lanternas de luz vermelha disposta na extremidade superior da traseira; cintos de segurança em número igual à lotação; e dispositivo de visibilidade dianteira e traseira.

Já em relação ao condutor, é necessário que o mesmo seja habilitado nas categorias ‘D’ ou ‘E’, tenha mais de 21 anos, tenha sido aprovado em curso especializado, não tenha cometido infrações graves ou gravíssimas e não seja reincidente em infrações médias nos últimos 12 meses.

Veículos que não são submetidos à vistoria estão sujeitos a pagamento de multa no valor de R$ 195, 20 e cinco pontos na carteira.(G1/Petrolina)


Secretaria de Educação de Petrolina firma parceria com ONG na construção do projeto primeira infância

por Adriana Rodrigues 4 de Julho de 2017 às 18:00
categoria: Educação

A Secretaria de Educação de Petrolina (Seduc) uniu-se à Organização Não Governamental (ONG) Associação Civil de Articulação para a Cidadania (Acari) na promoção de projetos e ações para infância. A parceria foi firmada na última semana, durante reunião realizada com a gestora da pasta, Maéve Melo. Na oportunidade, as representantes da ONG apresentaram o projeto ‘Construindo Laços’ que desenvolve ações de proteção da criança e adolescente contra violência doméstica, em conjunto com organização internacional Kindernothilfe.

Após a conversa, a secretária apresentou a minuta do novo projeto voltado à primeira infância de Petrolina e convidou a instituição para ser parceira da Prefeitura na construção da nova proposta. *Esse pode ser o encaminhamento * do segundo paragrafo. “Estamos debatendo com muitas entidades esse novo modelo que queremos implantar em favor da educação e do bem estar de nossas crianças. Fiquei muito feliz em conhecer o trabalho desenvolvido por essa ONG sertaneja e convidei para que, juntos, possamos construir esse novo momento para a educação da nossa cidade”, pontuou Maéve Melo.

De acordo com a secretária, a participação da entidade é de extrema importância para o sucesso do projeto. “Nossa intenção é tratar a primeira infância de forma intersetorial, com a participação de várias secretarias, da sociedade civil, e o projeto desenvolvido pela Acari é muito bom e terá grande valia para nossa Rede. Tenho certeza que vamos construir mais laços em favor da educação e do futuro de nossas crianças”, comentou.

Ilze Braga, coordenadora de projetos e a articuladora Carlene Alencar destacaram como positivo o encontro. “Essa reunião tinha como objetivo a ampliação da Rede de proteção à violência doméstica, mas saímos daqui com a meta alcançada e com mais um desafio”, frisou Ilze. Carlene Alencar reafirmou a parceria. “A Secretaria pode considerar a Acari um agente parceiro nessa construção”, completou.

A reunião contou com a participação do quadro gestor, multidisciplinar e pedagógico do Nova Semente; a equipe de formação da Seduc e a secretária executiva da pasta, Sônia Passos.


Univasf lança edital para cursos a distância em Cabrobó

por Mário Souza 4 de Julho de 2017 às 15:35
categoria: Educação

Com informações da Ascom Univasf

A Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), anunciou nesta segunda-feira (3) a abertura das inscrições para o Processo Seletivo para ingresso em 2 cursos na modalidade EAD (Educação a Distancia).

Serão 480 vagas oferecidas nos cursos de Licenciatura em Educação Física e de Bacharelado em Administração Pública. O período de inscrição que teve incio nesta segunda prossegue ate 24 de julho de 2017.

As vagas são destinadas a pessoas que já tiverem concluído o ensino médio, sendo que 50% das das oportunidades serão reservadas aos candidatos que tenham cursado integralmente o Ensino Médio em escolas públicas.

Não haverá vestibular e o ingresso nos cursos por meio dos seguintes critérios: pontuação obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de uma das cinco últimas edições (2012 a 2016) ou Processo Seletivo próprio específico para vagas reservadas aos professores da rede pública de ensino (curso de licenciatura em Educação Física) e aos gestores públicos (Bacharelado em Administração Pública).



O curso de Licenciatura em Educação Física terá vagas para os polos de apoio de Capim Grosso, Piritiba e Paulo Afonso, na Bahia, e Cabrobó e Trindade, em Pernambuco. Já o Bacharelado em Administração Pública terá vagas para os polos de Bom Jesus da Lapa, Campo alegre de Lourdes, Pintadas e Paulo Afonso, na Bahia, e Salgueiro, em Pernambuco.



As inscrições do Processo Seletivo serão realizadas das 8 horas do dia 03 às 23 horas e 50 minutos do dia 24 de julho de 2017, exclusivamente pela internet no endereço eletrônico http://www.sead.univasf.edu.br/seletivo.php, observado o horário de Brasília-DF.

Acompanhe mais detalhes na entrevista concedida pelo Secretário de Educação a Distância da Univasf, professor Doutor Ricardo Duarte ao Programa Nossa Voz da Grande Rio Fm Cabrobó;


Maéve Melo garante continuidade do Nova Semente e manda recado: "Quem tem boca fala o que quer"

por Simone Marques 3 de Julho de 2017 às 11:06
categoria: Educação

A Secretária de Educação, esteve no programa Nossa Voz na manhã desta segunda-feira (03), e falou a cerca da polêmica em torno de boatos sobre o fim do programa Nova Semente.

No último final de semana o prefeito Miguel Coelho (PSB), desmentiu a informação do fim do Nova Semente em Petrolina, que foi inclusive denunciado na Câmara Municipal. O assunto acabou levantando vários questionamentos e dúvidas entre a população.

De acordo com Maéve, há uma má informação com as pessoas que estão divulgando o assunto. "De fato a gente já fez algumas reformulações e fizemos no início e não foi ocultado para ninguém, pelo contrário, o prefeito Miguel fez uma coletiva e apresentou a toda a imprensa quais as dificuldades do programa e porque era necessário fazer aqueles ajustes. E fizemos no sentido de dar sustentabilidade ao programa, pois encontramos o Nova Semente que tinha muito marketing mas quando me deparei com os indicadores vimos que era insustentável, que se mantivéssemos o mesmo formato não tinha como bancar a educação para mais de 40 mil alunos da rede municipal, então não era possível dentro do plano que eu recebi que era de R$ 79 milhões contemplando  9 ml crianças com um FUNDEB de R$ 53 milhões pagar praticamente R$ 80 milhões, e as outras crianças da rede como ficariam? Não pagaríamos nem a folha, não teria merenda, transporte escolar, não teria material didático", esclareceu.

Maéve continuou explicando que existia um excesso de funcionários em cada unidade na gestão passada, e que com a reformulação na gestão Miguel Coelho o Nova Semente aumentou a quantidade de alunos e tem funcionado muito bem com uma equipe menor e com serviço de atendimento de qualidade melhor. "As nossas creches têm um espaço maior para as crianças brincar, e não tinha sentido manter uma coordenação para 55 crianças, duas merendeiras. Então fizemos uma reestruturação, reduzimos a quantidade de funcionários que fez ficarmos com um contingente menor que estamos conseguindo pagar, porque recebi um débito na educação geral de mais de R$ 19 milhões, então porque se deveu tanto? Ora, porque algumas coisas ficaram sem pagar. Algumas coisas foram pagas porque eram de interesse de divulgação de marketing".

Desses R$ 19 milhões de débitos a secretária garantiu que já conseguiu pagar 30%, e os demais estão sendo negociados para serem finalizados até o final do ano. "Nós queremos sim honrar os compromissos, mas para isso precisamos fazer ajustes. Quando digo que estou fazendo adequações não significa que estou extinguindo, uma coisa é acabar, outra coisa é você reformular, é readequar a uma realidade financeira que seja possível pagar e é isso que estamos fazendo. Os boatos são apenas boatos. Quem tem boca falar o que quer", disparou.

O prefeito Miguel Coelho reuniu as Coordenadoras do Nova Semente para tranquilizá-las e reafirmou que não vai acabar com o programa, Maéve disse que ao contrário, está sendo feita apenas uma reformulação e o desejo é de ampliar no sentido das parcerias, já que atualmente tudo do programa Nova Semente é pago com o recurso da educação, explicou. "Se é um serviço Odontológico é pago com o serviço da educação, ora devia ser pago com recurso da saúde. Se for um serviço social, tinha que ser pago com recurso da área social porque a educação não tem condição de bancar tudo. Então é essa reformulação que o prefeito Miguel já sinalizou que vai ampliar e tornar um programa intersetorial porque quem tem que cuidar da criança além da educação é a saúde, social, são os serviços públicos, a Secretaria de Desenvolvimento, construir parques infantis, enfim… É toda uma cidade para cuidar de crianças de 0 a 5 anos".

Em relação aos questionamentos levantados pela vereadora Cristina Costa na Câmara de Vereadores sobre o fim do Nova Semente, a secretária disse ter muito respeito por Cristina e que talvez a mesma estaria mal informada. “Sua assessoria de comunicação não conversou comigo, os vereadores têm conversado comigo e eu tenho mostrado os números, e tenho dito, nós vamos reformular sim, mas para melhorar e não para acabar”.