asdasdasdasd

‘Ganhe o Mundo’ vai levar estudantes do sertão de Pernambuco para o Canadá e Chile

por Redação Nossa Voz 26 de Maio de 2017 às 09:35
categoria: Educação

Um grupo com 61 estudantes do ensino médio de escolas públicas estaduais do Sertão do Médio São Francisco está preparando as malas para uma temporada de intercâmbio (na modalidade High School) em escolas do Canadá e Chile. Reunidos na manhã desta quinta-feira (25), em Petrolina – PE, os alunos selecionados pelo Programa Ganhe o Mundo (PGM) acertaram os detalhes principais da viagem que deverá ocorrer entre os meses de julho e setembro com as despesas todas pagas pelo Governo de Pernambuco.

Bastante empolgada com a temporada de um semestre letivo (em torno de 5 meses) no Canadá, a aluna Eumara Mayra da Silva, 16 anos, não economizava nos planos. “Esta é a minha primeira viagem ao exterior e vou aproveitar bem cada minuto desta experiência. Pretendo adquirir novos conhecimentos, conhecer uma língua nova e aprender muito da cultura canadense”, completou a estudante que faz o 2º Ano na escola Clementino Coelho, em Petrolina.

Outra estudante que não esconde as expectativas com o intercâmbio, Jessycka Nunes, 15 anos, adiantou que conhece muito pouco sobre a cultura do Chile, mas está lendo bastante a respeito do país. “Espero viver uma experiência rica em todos os aspectos e voltar com a mente mais aberta e mais preparada para ir adiante na minha vida pessoal e profissional”. Na volta do intercâmbio, os estudantes apresentam um projeto interdisciplinar participando de aulas onde expõem suas experiências. Os intercambistas do PGM Esportivo também apresentam os resultados em competições esportivas.

Na edição 2017, o Programa Ganhe o Mundo teve 25 mil inscritos em todo estado; destes, mil foram selecionados. No Sertão do Médio São Francisco farão a viagem 57 estudantes na modalidade tradicional e quatro no PGM Esportivo.

De acordo com a titular da Gerência Regional de Educação (GRE), Anete Ferraz, o programa além de abrir horizontes culturais anima os alunos a se dedicarem mais aos estudos. “O PGM é um programa exitoso em todos os aspectos, principalmente na transformação dos estudantes em protagonistas dos seus próprios destinos. Nossos estudantes viajam sonhando e voltam determinados em realizar cada um dos seus objetivos”, concluiu a gestora.


Enem: candidatos com isenção de taxa negada têm até 25 de junho para avisar Inep

por Redação Nossa Voz 26 de Maio de 2017 às 08:48
categoria: Educação



Os candidatos que atendem aos critérios, mas tiveram a isenção da taxa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) negada, na hora da inscrição, terão até o dia 25 de junho para enviar os documentos comprobatórios para o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e, assim, serem dispensados do pagamento de R$ 82.

O Inep divulgou hoje (25) comunicado orientando os participantes. Os candidatos devem enviar os pedidos de isenção com os respectivos comprovantes da situação socioeconômica e de escolaridade. Mais informações podem ser obtidas no 0800 61 61 61. O Inep irá analisar a situação de cada estudante.

As inscrições do Enem 2017 terminaram no último dia 19. Neste ano, as isenções eram concedidas ou não, automaticamente, pelo sistema. Vários candidatos reclamaram, nas redes sociais, que preenchiam os requisitos, mas mesmo assim tiveram o pedido negado. Ao final, o sistema gerava a Guia de Recolhimento da União (GRU) para o pagamento da taxa. O prazo  terminou ontem (24).

Pelas regras do exame, estão isentos os estudantes que estão cursando em escola pública o último período do ensino médio; os participantes membros de família que recebem até três salários mínimos (R$ 2.811) no total ou até meio salário mínimo (R$ 468,50) por pessoa e que, além disso, estejam inscritos no CadÚnico; e, os membros de família com renda por pessoa igual ou menor a um salário mínimo e meio (R$ 1.405,50) e que cursaram todo o ensino médio em escola pública ou como bolsista integral em escola privada.

O preço da inscrição no Enem aumentou este ano. No ano passado, a taxa foi de R$ 68, tendo sido uma das questões mais criticadas pelos estudantes nas redes sociais, desde a divulgação do edital.

O Inep diz que o reajuste é necessário. Atualmente, os pagamentos cobrem cerca de 30% do custo do exame, o restante é pago pela autarquia. No ano passado, por exemplo, o custo, de R$ 91,49 por participante, foi R$ 23,49 acima do valor pago. A autarquia diz que, mesmo com a alta, a inscrição no Enem está abaixo da média dos vestibulares do país, que é R$ 140.


Participantes do Enem têm até amanhã para pagar a taxa de inscrição

por Simone Marques 23 de Maio de 2017 às 16:57
categoria: Educação

Participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm até amanhã (24) para pagar a taxa do exame e, assim, confirmar a inscrição. O pagamento pode ser feito em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios. Os candidatos devem estar atentos aos horários estabelecidos pelas instituições onde realizarão o pagamento. O valor da taxa de inscrição é de R$ 82.

Devem pagar a taxa aqueles que não se enquadraram nos critérios de isenção e, na hora da incrição, tiveram um Guia de Recolhimento da União (GRU) gerado. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) alerta que não confirmará inscrições cujo pagamento tenha sido efetuado por meio de GRU gerada fora do Sistema de Inscrição, assim como não aceitará inscrições em valores diferentes de R$ 82.

As instituições bancárias pedem um prazo de até três dias úteis para confirmação das inscrições. O Inep recomenda que todos os inscritos confirmem a situação de suas inscrições na Página do Participante. Dúvidas podem ser solucionadas pelo telefone 0800 616161 ou pelas Redes Sociais do Inep.

O preço do Enem aumentou R$ 14 este ano. Pelas regras do edital, estão isentos da taxa os estudantes de escolas públicas que concluirão o ensino médio este ano, os participantes de baixa renda que integram o Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e os que se enquadram na Lei 12.799/2013 que, entre outros critérios, isenta de pagamento pessoas com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.405,50.

Atualmente, os pagamentos cobrem cerca de 30% do custo do exame, o restante é pago pelo Inep. No ano passado, por exemplo, o custo, de R$ 91,49 por participante, foi R$ 23,49 acima do valor pago. A autarquia diz que, mesmo com a alta, a inscrição no Enem está abaixo da média dos vestibulares do país, que é R$ 140.

As provas serão aplicadas em dois domingos consecutivos, nos dias 5 e 12 de novembro. O resultado das provas poderá ser usado em processos seletivos para vagas no ensino público superior, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Até a última atualização do Inep, mais de 6,5 milhões já tinham se inscrito na prova até as 15h da data limite, na sexta-feira (19). A expectativa da pasta é chegar a pelo menos 7 milhões de estudantes.(Com informações do Diario de PE)


Curso de Medicina em Juazeiro terá início em 2018, dizem representantes da Estácio

por Redação Nossa Voz 19 de Maio de 2017 às 08:47
categoria: Educação

Na manhã desta quinta-feira, 18, o assessor de Planejamento e Parcerias Estratégicas da Prefeitura de Juazeiro, Isaac Carvalho, representou o prefeito Paulo Bomfim – que está em Brasilia participando da Marcha dos Prefeitos – em reunião com equipe de projetos da Universidade Estácio.

A primeira Faculdade de Medicina de Juazeiro será instalada na área do empreendimento Delta Park, do empresário juazeirense Aílton Castro, e está com o cronograma bastante acelerado. De acordo com o projetista de arquitetura, Paulo Faro, o curso deverá ser iniciado no primeiro semestre de 2018.

"Estamos bem adiantados, definimos o local e já vamos começar a construção das instalações com a previsão de operação do curso para o primeiro semestre do próximo ano, conforme acordo firmado em edital pelo MEC", explicou.

Já o gerente da Estácio, Jorge Gonzalez, destacou que desde o início do processo a instalação de uma unidade da Estácio em Juazeiro foi muito bem acolhida pela Prefeitura. "Se não fosse esse importante apoio que temos recebido desde a gestão passada e que continua na atual, dificilmente iríamos conseguir trazer esse empreendimento para o município", ressaltou completando que a liberação do Ministério da Educação é de vagas para 55 alunos por ano no campus juazeirense.  

Isaac Carvalho lembrou do trabalho que vem sendo feito em prol da Educação no município nos últimos 9 anos e a chegada do curso de Medicina é fruto dessa conquista, levando Juazeiro a cada vez mais se consolidar como um dos mais importantes pólos educacionais do interior do Nordeste.

"A Prefeitura tem feito a sua parte na Educação infantil com a valorização dos professores, reforma e climatização das escolas e construção de novas creches, além de alavancar o desenvolvimento econômico com a atração de novos empreendimentos. Hoje somos um município que desperta interesse nos investidores privados e a Estácio é mais um exemplo disso. É mais um grande salto para a nossa cidade", concluiu Isaac.

Também participaram da reunião o chefe de Gabinete da Prefeitura, Vilmar Ferreira, e o superintendente do Juá Garden Shopping, Marcelo Escobar. 


Prazo para inscrição no Enem termina nesta sexta-feira

por Karine Paixão 18 de Maio de 2017 às 18:00
categoria: Educação

 



Hoje (18) é o penúltimo dia de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As inscrições poderão ser feitas até as 23h59, no horário de Brasília, desta sexta-feira (19), no site do Enem. Aqueles que já fizeram a inscrição têm até o fim do prazo para fazer alguma alteração no cadastro, como por exemplo, a cidade em que deseja fazer as provas.

Até a noite de ontem (17), segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 4,8 milhões haviam concluído a inscrição. As provas serão aplicadas em dois domingos consecutivos, nos dias 5 e 12 de novembro.

Para concluir a inscrição, o candidato deve pagar a taxa de R$ 82. O prazo para pagamento vai até o dia 24 deste mês. Pelas regras do edital, estão isentos da taxa os estudantes de escolas públicas que concluirão o ensino médio este ano, os participantes de baixa renda que integram o Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e os que se enquadram na Lei 12.799/2013 que, entre outros critérios, isenta de pagamento aqueles com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.405,50.

Os candidatos que solicitarem algum atendimento especializado ou específico, além da isenção da taxa do exame, deverão estar atentos aos documentos comprobatórios. Este ano, serão exigidos laudos médicos, que deverão ser enviados em formato digital pelo próprio sistema, além de outras informações, como o Número de Identificação Social (NIS), que comprove que o participante integra o CadÚnico.

O atendimento especializado é concedido àqueles que comprovarem, por informação do código de Classificação Internacional de Doenças (CID) e inserção de laudo médico, condições de autismo, baixa visão, cegueira, deficiência física, deficiência intelectual/mental, déficit de atenção, discalculia, dislexia, surdez, deficiência auditiva, surdocegueira e visão monocular.

Já o atendimento específico é garantido a gestantes, lactantes, idosos, estudantes em classe hospitalar e, a partir de 2017, a outras condições específicas, para as quais deverá ser informado o CID. Um exemplo são os participantes diabéticos que usem bomba de insulina.

O resultado das provas poderá ser usado em processos seletivos para vagas no ensino público superior, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Em caso de problema na hora da inscrição, os candidatos podem ligar para o Inep pelo telefone 0800 616161. O atendimento é das 8h às 20h, no horário de Brasília.(Agência Brasil)


Petrolina deve ganhar uma Escola Técnica Estadual

por Adriana Rodrigues 17 de Maio de 2017 às 11:58
categoria: Educação

A secretária Municipal de Educação, Maéve Melo, participou, nessa terça-feira (16), do encontro promovido pela Gerência Regional de Educação (GRE) sobre a pactuação de metas educacionais para este ano e recepção de novos servidores. O evento contou com a presença do secretário Estadual de Educação de Pernambuco, Frederico da Costa, que aproveitou a oportunidade na cidade para vistoriar áreas para a construção de uma Escola Técnica Estadual (ETE). 

Em companhia de Maéve, o gestor estadual inspecionou os locais indicados pela equipe técnica de sua Secretaria. Foram identificadas quatro áreas: Antônio Cassimiro, próximo a Avenida Sete de Setembro; na estrada da Banana; no João de Deus, ao lado do IF Sertão; e próximo ao campus de Ciências Agrárias da Univasf.   A área necessária para construção da unidade é de 12 mil m².

O secretário estadual destacou o empenho da prefeitura na instalação desse equipamento. “A gestão municipal está fazendo um esforço junto ao Ministério da Educação e em articulação com o governo do Estado para a construção dessa unidade escolar em Petrolina. Um diálogo foi aberto e já está bem adiantada, agora estamos avaliando os terrenos onde a Escola pode ser construída e torcendo para que se concretize, pois será um ganho enorme para educação de Petrolina”, comentou.

Frederico também destacou como positiva a parceria com a Secretaria Municipal de Educação. “Temos buscado sempre a parceria com a Prefeitura de Petrolina para o desenvolvimento de todos os projetos. Essa oportunidade é para o bem da educação dos estudantes, de todas as redes, pois acima de tudo, todos são pernambucanos. Preocupamo-nos em ter parcerias diversas e a proximidade é importante para educação de Petrolina como todo”, pontuou. 

De acordo com Maéve, o prefeito Miguel Coelho está empenhado para a concretização da Escola em Petrolina.  “Tudo que depender da prefeitura e da articulação do gestor já está sendo feito. Petrolina merece um equipamento como este que só vai beneficiar o desenvolvimento da Educação. Estamos à disposição do Estado para colaborar”. Maéve aproveitou a oportunidade para agradecer ao secretário estadual que atendeu ao pedido feito por ela na visita que realizou em abril.“Quando tive no gabinete do secretário, solicitamos um auxilio em livros didáticos do programa Se Liga/Acelera e já recebemos. O material já foi distribuído e está auxiliando nas ações pedagógicas de correção de fluxo. Gostaria de agradecer pela atenção com a educação de Petrolina”, finalizou.

ETE

Atualmente, 36 Escolas Técnicas Estaduais estão em funcionamento, com ensino integral profissionalizante ofertando cursos organizados por eixos tecnológicos: Ambiente e Saúde; Informação e Comunicação; Gestão e Negócios; Infraestrutura; e Controle de processos industriais.


Secretaria de Educação responde denúncia de ouvinte sobre CMEI Fausta Siqueira

por Redação Nossa Voz 11 de Maio de 2017 às 12:34
categoria: Educação

Em atenção à demanda feita pela ouvinte Jéssica Silva, no programa Nossa Voz, nesta quinta-feira (11), a Secretaria de Educação informa que não procede nenhuma das informações apontadas referentes a falta de suprimentos alimentícios no Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Fausta Siqueira, no Núcleo 2 do Projeto de Irrigação Senador Nilo Coelho, área irrigada do município . Em tempo, esclarecemos que a merenda escolar é distribuída em todas as unidades dentro de um calendário, previamente estabelecido e de conhecimento dos gestores.


Palestras educativas sobre violência no trânsito são realizadas em escolas municipais de Petrolina

por Karine Paixão 9 de Maio de 2017 às 06:36
categoria: Educação

 

 

Alunos de escolas da rede municipal de ensino de Petrolina estão recebendo, nesta semana, uma equipe da Policia Militar de Pernambuco (PMPE) para palestras e atividades lúdicas para educação no trânsito. As ações fazem parte do Maio Amarelo, movimento criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) com o intuito de alertar a sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito.

A Escola Municipal José Nunes de Santana, no distrito de Nova Descoberta, zona rural do municipal, foi a primeira a receber as atividades, nesta segunda-feira (08). Estudantes do 6º ao 9º ano participaram da apresentação. A palestra foi proferida,também,  pelo cabo da PMPE Deocleciano que apresentou slides, vídeos e informações sobre legislação, acidentes, e cuidados com o trânsito.

De acordo com o militar, o objetivo das palestras é formar futuros condutores mais conscientes e multiplicadores de um transito mais seguro. “O trânsito é uma das principais causa de morte. Por isso, precisamos estar atentos e direcionar os jovens e crianças, desde cedo, para que tenham consciência e se tornem bons pedestres e condutores”, comenta.

Nesta terça-feira (09), a palestra acontecerá na escola Professor Nicolau Boscardin, no bairro Idalino Bezerra, e na quarta-feira (10), será a vez dos estudantes da escola José Esmerindo Ribeiro da Silva, do Projeto Maria Tereza. (Ascom)


Mais de 510 mil pessoas se inscrevem para o Enem 2017

por Karine Paixão 9 de Maio de 2017 às 06:30
categoria: Educação

 

No primeiro dia de inscrição, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) registrou 510.541 inscritos, de acordo com balanço divulgado às 19h pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). As inscrições foram abertas às 8h de hoje (8) e vão até as 23h59 do dia 19 de maio, na página do Enem. A expectativa é que cerca de 7,5 milhões se inscrevam no exame. 

O termo Enem ficou entre os mais comentados no Twitter durante todo o dia. Diversos usuários reclamaram de dificuldades em concluir a inscrição, de lentidão e falhas no sistema. Segundo o Inep, tratam-se de casos pontuais.

A autarquia alerta que para se inscrever o interessado deve ficar atento ao tempo. Cada página fica aberta por até dois minutos. Se depois desse período não houver qualquer ação, o sistema avisa o participante que o sistema se tornará inativo em alguns segundos e o candidato terá que retomar o processo de inscrição.

Para concluir a inscrição, o candidato deve pagar taxa do exame, que este ano é R$ 82. O prazo para que isso seja feito vai até o dia 24 deste mês.

Pelas regras do edital, estão isentos da taxa os estudantes de escolas públicas que concluirão o ensino médio este ano, os participantes de baixa renda que integram o CadÚnico e os que se enquadram na Lei 12.799/2013 que, entre outros critérios, isenta de pagamento aqueles com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.405,50.

O resultado das provas poderá ser usado em processos seletivos para vagas no ensino público superior, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). As provas serão aplicadas em dois domingo consecutivos, nos dias 5 e 12 de novembro.

Caso haja algum problema na hora de inscrição, os candidatos podem ligar para o Inep pelo telefone 0800 616161. O atendimento é das 8h às 20h, no horário de Brasília. (Agência Brasil)