asdasdasdasd

O Perfil em notícia

por Nélia Lino 14 de Dezembro de 2018 às 16:45
categoria: Perfil

Congregação das Medianeiras da Paz - A comemoração  do Jubileu de Ouro e inauguração do Centro Cultural e Museu Dom Campelo, aconteceu no ultimo dia 10. Na programação Missa em Ação de Graças e logo após fetividades no Pio XI,casa mãe da congregação fundada pelo 4ª Bispo de Petrolina, D. Campelo. Participação especial de Zé Vicente, musico e compositor cearense, autor do Hino do Jubileu. (Duvulgação)

Nelbe Freire e Pollux Cordeiro reuniram amigos em torno de Eloísa Salgueiro que se despediu de Petrolina onde atuava como psicóloga. O encontro foi recheado de carinhosas lembranças. Essa colunista e Washington Lino, Silvia Raquel/Carlos Laerte, os anfitriões Nelbe Freire/Pollux Cordeiro, a homenageada Eloisa Salgueiro e o marido Paulo Carvalho Viana, Leene Cardoso/Ivan Pinto, Ana Carol Coelho, Ana Paula Campiglia/Júlio César de Medeiro, Caio de Medeiros e Delma Souza, (Divulgação)

Parabéns para Débora Lemos pela a aprovação em medicina. Os pais Dacy Peixe/Dmuriê Bezerra, a irmã Barbara, o cunhado, Alexandre de C. Pereira, o sobrinho João Luiz e o noivo Edson Pereira Santana Neto comemoram a conquista. (Divulgação) 

O aniversário da biomédica Laíse Oliveira foi comemorado em ritmo de Chá de Revelação, tudo preparado carinhosamente pelo marido/papai Renzo Carvalho. A espera agora é pela chegada do primogênito Luiz Alberto. Parabéns duplo! (Divulgação)

Jéssica Giordano Paranhos e Fabrício Landim disseram o sim em cerimônia super romântica no resort Dreams Sands na paradisíaca paria de Cancún no México. Registro de @olharesfotographia e @lauberilms.  

O Mês de dezembro é de dupla comemoração para o casal de empresários Gilson/Diana Moreira, aniversário de casamento, 25 anos Bodas de Prata e aniversário natalício de Diana. (Divulgação)     


Polícia Civil nega divulgação de foto do assassino de Beatriz

por Karine Paixão 14 de Dezembro de 2018 às 13:14
categoria: Policial

 

Após a divulgação da ordem de prisão preventiva do suspeito de apagar as imagens do circuito interno de monitoramento do Colégio Maria Auxiliadora, Alisson Henrique de Carvalho Cunha, uma série de boatos e fake news se espalharam nas redes sociais. A primeira foi a associação da imagem de ex-aluno da escola homônimo ao acusado Alisson. Agora, uma montagem define que o assassino de Beatriz Angélica Mota seria o ex-administrador do colégio, Carlos Eduardo de Melo.

A publicação, que inclusive apresenta erro ortográfico na sua redação, começou a circular nas redes sociais e viralizou. A Polícia Civil reafirma a veracidade da imagem colhida nas imagens gravadas pelo sistema de videomonitoramento, mas nega a associação feita ao ex-administrador do Auxiliadora. Em contato com a redação do Nossa Voz a delegada a frente do caso, Polyanna Neri, confirmou tratar-se de fake news. “Essa imagem que estão divulgado é mentira”, atestou Neri.


Após tentativa de venda nas redes sociais, imóvel construído em área pública é demolido na Orla de Petrolina

por Gabriela Canário 14 de Dezembro de 2018 às 12:17
categoria: Cotidiano

Um imóvel localizado em área pública foi demolido na manhã desta sexta-feira (14) pelas equipes da Diretoria de Disciplinamento Urbano e Atividades Licenciadas da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (SEDURBS). No local, existia um estabelecimento comercial que havia sido interditado pelo município devido à inúmeras irregularidades cometidas pela antiga ocupante, incluindo a tentativa de venda do bem público nas redes sociais, resultando numa reintegração administrativa.  

O espaço, localizado em área municipal, estava com a permissão de ocupação vencida. Nessa modalidade de  concessão pública, o permissionário precisa cumprir uma série de regras, o que também não aconteceu neste caso. Há um grande histórico de notificações sobre as irregularidades cometidas pela permissionária do espaço, como realização de eventos sem licenciamento, falta de alvará sonoro e até construção irregular de banheiros que não possuíam sistema adequado de saneamento, com suspeita de derramamento de esgoto no Rio São Francisco.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Giovanni Costa, o espaço já havia sido reintegrado pela Prefeitura de Petrolina. “O que o município fez foi apenas demolir uma construção irregular localizado numa área que é pública. A derrubada faz parte do programa de modernização da Orla I que estamos trabalhando para concretizar”, destaca Costa.


Lucas Ramos ignora recado de Miguel Coelho e convoca frente política em Petrolina

por Karine Paixão 14 de Dezembro de 2018 às 12:12
categoria: Política

Mesmo após receber o alerta do prefeito, Miguel Coelho, sobre antecipação do debate sobre eleições municipais, o deputado estadual Lucas Ramos (PSB) se mostra empenhado em construir uma frente política com as lideranças do PSB, PDT e PC do B em Petrolina. Caso consolide a proposta, Ramos reproduzirá o alinhamento nacional das três legendas que buscam se consolidar como referência no campo da centro-esquerda. 

“Vamos procurar os partidos, suas lideranças em Petrolina que historicamente empunharam bandeiras progressistas e iniciar as conversas para nos posicionarmos diante deste novo momento político que o Brasil vive e que terá reflexos em nossa cidade”, afirmou.

 O deputado acrescentou, ainda, que a formação de um bloco unindo os três partidos seria coerente com as movimentações atuais das legendas. “Nacionalmente já existe um diálogo avançado entre esses campos e no Estado a parceria segue firme. Petrolina também pode ser protagonista de uma aliança que só trará benefícios para a população”, analisou o parlamentar.

Na confraternização com a imprensa e correligionários, Ramos renovou a disposição em disputar a Prefeitura de Petrolina em 2020 e o posicionamento incomodou o prefeito Miguel Coelho e seu grupo político. Durante a reinauguração da quadra da Cohab VI, o gestor municipal chegou a mandar recado para o possível rival. “Deu trabalho chegar aqui e vamos curtir cada dia, mas também não vamos nos deixar levar por emoções ou até pelo nervosismo de alguns outros parlamentares ou políticos da nossa cidade. Até porque a população está de ressaca da eleição que acabou recentemente. A população não quer ver discurso, a população quer ver trabalho”. 

Antes das declarações de Coelho, o líder da situação, vereador Aero Cruz, já havia confessado que a pré-candidatura de Lucas Ramos foi pauta numa reunião convocada pelo chefe do executivo municipal no último domingo (09).

Do outro lado, o deputado estadual repete a movimentação feita em 2016, porém, respeitando a postulação de outros integrantes do PSB e das lideranças aliadas no processo de construção de uma candidatura a prefeito. “Até lá a gente mantém a conversa com outras lideranças, como por exemplo o deputado federal reeleito, Gonzaga Patriota, que também vem externando a vontade de mais uma vez disputar a Prefeitura de Petrolina”, declarou.


Após decisão judicial, academia deixa área do Parque Municipal Josepha Coelho

por Gabriela Canário 14 de Dezembro de 2018 às 11:51
categoria: Cotidiano

Uma academia que funcionava no Parque Municipal Josepha Coelho está deixando o espaço em cumprimento ao mandado de reintegração de posse expedido no dia 12 de novembro.  A  decisão foi tomada pela magistrada  Elisama de Souza Alves, que levou em conta a recomendação do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), o qual considerou que a academia estava funcionando de forma irregular.

A empresa havia sido instalada na gestão anterior que firmou um Contrato de Concessão de Uso de Espaço Público no qual a academia teria a responsabilidade pela limpeza e manutenção do local. Após constatar que a empresa não vinha cumprindo os termos acordados, a prefeitura acionou o setor jurídico para retomar o espaço público.


Sobre decreto de prisão de ex-terceirizado, colégio declara que 'confia na Justiça'

por Gabriela Canário 14 de Dezembro de 2018 às 11:29
categoria: Cotidiano

O Colégio Nossa Senhora Auxiliadora Petrolina  vem a público se manifestar quanto à decisão emanada do Tribunal de Justiça de Pernambuco em relação ao ex-terceirizado, Allinson Henrique de Carvalho Cunha, declarando que confia plenamente na Justiça e na Polícia Civil do Estado para a solução do caso. No entanto, informamos que, quanto aos vários anos em que o terceirizado Allisson prestou serviço a esta instituição, não foi registrado qualquer ato que desabonasse a conduta do mesmo. 

Cabe ainda esclarecimentos sobre a citação de nomes de pessoas que fazem parte do quadro atual de funcionários do colégio, com suposto envolvimento na exclusão de imagens do circuito interno da unidade escolar. Sobre este fato, pedimos especial cautela à sociedade quanto a divulgação de nomes e imagens, além de veiculação de informações não corroboradas pelas autoridades responsáveis pelas investigações. A exposição de pessoas inocentes, como já vistos em outras ocasiões, pode acarretas danos irreparáveis moral e fisicamente e incorrer em penalidades para àqueles que compartilham informações falsas. 

O Colégio e seus membros a todo momento adotou uma postura colaborativa com o caso, agindo para viabilizar o trabalho das autoridades e auxiliando com as investigações. Enquanto comunidade católica, seguimos em orações para que o desfecho seja o mais breve e justo e como instituição, acataremos todas as decisões tomadas pelos poderes que trabalham na elucidação do crime.


Polícia disponibiliza telefone para receber denúncias sobre homem que atrapalhou as investigações do Caso Beatriz

por Gabriela Canário 14 de Dezembro de 2018 às 10:37
categoria: Policial

A Polícia Civil continua em diligências contínuas para localizar e prender Allison Henrique de Carvalho Cunha,  suspeito de apagar as imagens que mostravam o assassino da menina Beatriz Mota e atrapalhar o andamento das investigações. A Polícia pede para quem tiver qualquer informação que possa levar ao paradeiro do suspeito, entrar em contato pelo telefone (81) 986501229, que também possui WhatsApp.

O sigilo é garantido.


Júri do trio acusado de homicídio e canibalismo em Garanhuns será hoje

por Gabriela Canário 14 de Dezembro de 2018 às 09:15
categoria: Policial

O julgamento de Jorge Beltrão Negromonte da Silveira, Isabel Cristina Pires da Silveira e Bruna Cristina Oliveira da Silva acontece nesta sexta-feira (14/12), a partir das 9h, na 1ª Vara do Tribunal do Júri da Capital, no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, Ilha Joana Bezerra, no Recife. Os réus são acusados pelas mortes de Alexandra da Silva Falcão, 20 anos, e Gisele Helena da Silva, 31 anos, no município de Garanhuns, no Agreste pernambucano. A sessão do Júri será presidida pelo juiz Ernesto Bezerra Cavalcanti.

Os três réus são julgados por duplo homicídio triplamente qualificado (cometidos mediante paga ou promessa de recompensa, ou por outro motivo torpe; com emprego de veneno, fogo, explosivo, asfixia, tortura ou outro meio insidioso ou cruel, ou de que possa resultar perigo comum; e à traição, de emboscada, ou mediante dissimulação ou outro recurso que dificulte ou torne impossível a defesa da vítima); e também pelos crimes de ocultação e vilipêndio de cadáver e de furto qualificado. Jorge Beltrão Negromonte da Silveira e Bruna Cristina Oliveira da Silva respondem ainda por estelionato (obtenção de vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício ou qualquer outro meio fraudulento). A ré Bruna Cristina Oliveira da Silva será julgada também pelo crime de falsa identidade.

Júri – No início da sessão, haverá a escolha dos sete jurados para compor o Conselho de Sentença. Para o julgamento, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) solicitou a ouvida do delegado Wesley Fernandes Oliveira, que investigou o caso em Garanhuns. Após a oitiva da testemunha, segue a fase de interrogatório dos réus. Em seguida, haverá o debate entre o promotoria e a defesa. Cada um tem até duas horas e meia para expor seus argumentos. Na sequência, poderá haver a réplica para o promotoria, que dura até duas horas, e a tréplica para a defesa, com a mesma duração. E depois, o subsequente julgamento pelo Conselho de Sentença.

Caso – Segundo a denúncia do MPPE, no dia 25 de fevereiro de 2012, por volta das 15h, na residência dos acusados, situada na rua Emboabas, no bairro de Jardim Petrópolis, em Garanhuns, Gisele Helena da Silva teria sido assassinada pelos réus por meio do emprego de arma branca (faca peixeira). De acordo com os autos, a vítima foi atraída para a casa dos acusados por Isabel, sob o pretexto de ouvir conselhos e falar da “Palavra de Deus”.

No local, conversou com Bruna e quando estava de costas foi atingida por um golpe de faca na garganta desferido por Jorge Negromonte, vindo a óbito, segundo narrado pelo Ministério. A vítima teria sido arrastada para o banheiro onde foi esquartejada por Jorge e Bruna. Partes dos corpos teriam sido armazenadas para o consumo dos três acusados. O restante do corpo foi enterrado no quintal da residência em um buraco previamente aberto por Jorge com esse intuito. Ainda de acordo com a denúncia, os réus subtraíram os pertences da vítima, dentre os quais carteira de trabalho, CPF e cartões de crédito, utilizados para realização de compras no comércio local.

O assassinato da outra vítima, Alexandra da Silva Falcão, de acordo com a denúncia do MPPE, ocorreu no dia 12 de março de 2012, também na residência dos acusados. Alexandra teria sido chamada por Bruna para trabalhar como babá de uma criança que ela apresentava como filha, enquanto Isabel ficou à espreita para garantir a execução do plano. Na residência dos réus, enquanto conversava com Bruna, a vítima foi atingida também por um golpe de faca na garganta desferido por Jorge, por meio do qual faleceu. Segundo os autos, em seguida foi arrastada para o banheiro, onde foi esquartejada por Jorge e Bruna. Parte dos restos mortais teria sido consumida pelos três e o que sobrou do corpo foi enterrado também numa cova feita por Jorge no quintal da sua residência.

Falsa identidade – Também consta nos autos que no dia 11 de abril de 2012, na 135ª Delegacia de Polícia de Garanhuns, a denunciada Bruna identificou-se como Jéssica Camila da Silva Pereira, por meio de um RG furtado, com o objetivo de não responder por eventuais ações penais. Os autos revelam que Jéssica teria sido a primeira vítima dos acusados quando tinha 17 anos. O crime ocorreu em 2008 no Loteamento Boa Fé-I, bairro de Rio Doce, em Olinda. Depois do crime, a filha da jovem, que tinha 1 ano, passou a ser criada por Jorge Beltrão, Isabel Pires e Bruna Cristina. Os três réus foram acusados de ter guardado a carne de Jéssica para consumo, além de ter ocultado os restos mortais. Pelo uso da falsa identidade em Garanhuns, Bruna responderá também no Júri da sexta, na 1ª Vara do Tribunal do Júri da Capital.

Condenação – Em relação aos outros crimes cometidos contra Jéssica Camila da Silva Pereira, os acusados foram condenados por homicídio quadruplamente qualificado, vilipêndio e ocultação de cadáver, na 1ª Vara do Tribunal do Júri de Olinda, em 14 de novembro de 2014, em sessão presidida pela juíza Maria Segunda de Lima. O réu Jorge Beltrão foi condenado a pena de 21 anos e 6 meses de reclusão, mais 1 ano e 6 meses de detenção. Isabel Cristina foi condenada a 19 anos de reclusão e 1 ano de detenção. A ré Bruna Cristina, a 19 anos de reclusão e 1 ano de detenção.

Cobertura – A imprensa poderá filmar e fotografar o plenário do Júri durante o julgamento, não podendo realizar imagens dos réus. Os jurados só poderão ser filmados e fotografados de costas. O juiz Ernesto Bezerra não concederá entrevistas. A Assessoria de Comunicação Social (Ascom TJPE) fará transmissão a partir do endereçowww.twitter.com/tjpe_oficial


TCM-BA aprova contas do Prefeito de Juazeiro, Paulo Bomfim

por Gabriela Canário 14 de Dezembro de 2018 às 08:52
categoria: Regional

Em sessão plenária do Tribunal de Contas da Bahia, em Salvador, as contas do prefeito de Juazeiro Paulo Bomfim foram aprovadas para o exercício 2017. Os conselheiros fizeram recomendações à gestão, mas deixaram claro que foram cumpridos todos os índices obrigatórios, saúde e educação, bem como nas demais aplicações dos recursos e suas prestações de contas. Ainda na terça-feira (12), a Controladoria Geral da União classificou o município como ‘Cidade Transparente’.

Para o prefeito, estes resultados já estavam sendo aguardados. “A nossa equipe já tinha nos tranquilizado quanto a estes resultados. Mas fica ainda aquela apreensão, pois é a minha primeira conta. Porém, demonstramos à sociedade de Juazeiro e da Bahia que somos transparentes e zelamos pela coisa pública. Alguns apontamentos nos foram indicados, mas nada que desabonasse a nossa gestão e nenhuma indicação de comprometimento do exercício financeiro para 2019. Por isto, vamos continuar trabalhando para melhorar a vida do povo de Juazeiro”, declarou Paulo Bomfim.


Projeto de Reforma Administrativa é aprovado na Casa Plínio Amorim

por Gabriela Canário 13 de Dezembro de 2018 às 17:58
categoria: Cotidiano

O Projeto de Lei nº 76/2018 – do Poder Executivo – que altera a estrutura administrativa da Prefeitura de Petrolina, criando e extinguindo cargo e órgãos públicos, foi aprovado na sessão de ontem, na Casa Plínio Amorim.

Apenas quatro parlamentares votaram contra sendo que, dentre as alegações, estava de que existe inconstitucionalidade, tentando regulamentar irregularidades, como enfatiza a vereadora Cristina Costa, sobre modificações através de decretos, o que, para a parlamentar, não está dentro da legalidade. “Ele fala em modificar, por decreto, as metas de produtividade dos Servidores”, enfatizou a vereadora, alegando que decretos não podem gerar custos, por exemplo. Que apenas as leis têm esta autonomia.

O projeto foi aprovado por 14 votos a cinco. Os vereadores de situação negaram qualquer tipo de irregularidade no Projeto de Reforma Administrativa. Foram aprovados ainda mais quatro projetos do executivo, sendo eles de isenção de Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza; criação de um cargo na administração pública; criação de gratificações por desempenho de função para servidores efetivos e ainda a criação de um programa de crédito estudantil para alunos da Facape. Além destes, três projetos do Legislativo também foram aprovados no encontro.