Black Friday: dicas para evitar comprar por impulso

0
448

A Black Friday está quase aí e muitos consumidores já se preparam para aproveitar as ofertas e descontos imperdíveis da temporada. Porém, também é importante que todos estejam atentos aos excessos e evitem comprar por impulso. 


De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a compulsão por compras – ou oniomania – é um transtorno que atinge 8% da população mundial. Ela caracteriza-se pela incapacidade de resistir a um instinto ou desejo de realizar uma compra. 

A psicóloga e líder de projetos de saúde emocional na Telavita, Karina Stryjer, explica que a oniomania, ou o transtorno de compra compulsiva, é uma condição séria que pode resultar em consequências financeiras e emocionais significativas. 

“Os sintomas dessa condição incluem a obsessão constante com as compras, a busca por alívio emocional por meio do consumo, a perda da noção do tempo durante as compras e gastos financeiros excessivos”, destaca a especialista. 

Além disso, a chegada da Black Friday e do Natal podem agravar a condição. “A pessoa com compulsão de compras se engana ao fazer compras nesta época, pois é um período em que gastar dinheiro parece estar autorizado, pelo clima de festa e pelas promoções”, reforça Karina.


A compulsão por compras pode ser difícil de controlar, principalmente em datas como a Black Friday. Por isso, a psicóloga compartilhou cinco dicas para ajudar os consumidores a evitar comprar por impulso durante a temporada de compras. 

Elabore uma lista de compras específica e siga-a rigorosamente;
Defina um orçamento claro e não ultrapasse esse limite, mesmo diante de ofertas tentadoras;
Avalie se suas compras são realmente necessárias ou se são impulsionadas por emoções momentâneas;
Evite compras impulsivas, reserve um tempo para pensar antes de finalizar a compra;
Busque apoio de amigos e familiares para ajudá-lo a manter o controle.


A pessoa que tem compulsão por compras, muitas vezes, não reconhece o vício, o que dificulta a busca por ajuda. No entanto, a psicóloga enfatiza a importância de procurar ajuda profissional caso você perceba sintomas do transtorno em si mesmo ou em pessoas próximas. 

“Com a Black Friday se aproximando, é vital lembrar que o equilíbrio e a consciência são essenciais para garantir uma experiência de compra saudável e gratificante. Não é um problema comprar, mas é necessário entender se essa compra realmente faz sentido”, finaliza Karina.