Brasil x Argentina: Fifa vai abrir investigação sobre confusão no Maracanã

0
166

As confusões nas arquibancadas do Maracanã antes do clássico entre Brasil e Argentina, na última terça-feira, estão longe de estarem resolvidas. Afinal, a Fifa promete abrir uma investigação para apurar o caso. O “ge” deu a informação primeiramente.

De acordo com o artigo 17 do Código Disciplinar da Fifa, a responsabilidade é totalmente do time mandante. Ou seja, neste caso, a entidade máxima do futebol pode punir a CBF.


A Fifa não fala em punições específicas e analisa caso a caso. Dentre elas estão: multas; possibilidade de jogar sem público; proibição de mandar jogos em determinado estádio; obrigação de atuar em campo neutro; e até dedução de pontos e expulsão de competições.

Ainda não há prazo para a conclusão do caso. Como as Eliminatórias Sul-Americanas só voltam em setembro de 2024, a indefinição seguirá por algum tempo. Dessa forma, as Datas-Fifa de março e junho serão apenas para amistosos, além da Copa América 2024 no meio do ano.

Presidente da Fifa, Gianni Infantino lamentou o ocorrido no Maracanã. No Instagram, o dirigente disse que “não há lugar para a violência no futebol”.

“Não há absolutamente nenhum lugar para a violência no futebol, dentro ou fora do campo. Tais eventos, como os vistos durante a partida entre Brasil e Argentina pelas eliminatórias da Copa do Mundo da Fifa no Estádio do Maracanã, não têm lugar em nosso esporte ou sociedade. Sem exceção, todos os jogadores, torcedores, funcionários e dirigentes precisam estar seguros e protegidos para jogar e apreciar o futebol, e eu peço às autoridades competentes que garantam que isso seja respeitado em todos os níveis”, disse Infantino.

(Terra)