Campeão da Libertadores, Yony González pediu para voltar ao Fluminense em jogo contra o Ceará

0
215
  • Yony González é campeão da Conmebol Libertadores pelo Fluminense. Esta frase jamais seria pensada há alguns anos pela torcida tricolor, mas quis o destino que unisse o atacante e o clube para ir em busca do título tão esperado.

A história de Yony González inicia lá em 2019. O atacante chegou ao clube no início do ano por indicação do ex-técnico da equipe, Fernando Diniz, após chamar a atenção no Junior Barranquilla, da Colômbia, finalista da Sul-Americana 2018.

Tempo real: Fluminense x Boca Juniors: Final da Libertadores
Adriano Imperador, sobre título do Flu: ‘Argentina é o c’
Artilheiro do Fluminense em 2019 com 17 gols em 62 jogos, ele chamou a atenção de clubes do Brasil e do exterior e recebeu diversas sondagens. À época, saiu para fechar com o Benfica (POR), onde não chegou a ser aproveitado. Depois disso, teve passagem por Corinthians, LA Galaxy (EUA), Ceará, Deportivo Cali (COL) e Portimonense (POR).

Quando estava atuando pelo Ceará, Yony González teve a ideia de ir ao vestiário do Fluminense para falar com diretor de futebol, Paulo Angioni. Simplesmente, o atacante pediu para retornar ao tricolor no momento que tivesse alguma oportunidade.

— Trouxemos o Yony porque em 2021 teve um jogo com o Ceará e ele foi ao nosso vestiário e falou com o Angioni: “Seu Paulo, foi o único clube onde fui verdadeiramente feliz como homem. Se um dia tiver a oportunidade, gostaria de voltar”. E agora tivemos a oportunidade de contratá-lo – disse Mário Bittencourt ao Charla Podcast.

Depois de três anos e meio, o pedido de Yony foi atendido. O Fluminense acertou a contratação do atacante colombiano para construir sua segunda passagem pelo Tricolor. Ele assinou contrato em definitivo até o fim de 2024. O colombiano é reserva, mas foi importante para a conquista do título da equipe. Ele fez o passe para o gol de Cano, que garantiu a classificação do time à final da competição continental.


Yony ainda não fez grandes atuações nesta segunda passagem pelo Tricolor das Laranjeiras, porém ainda sim é um jogador que já sabe como funciona o estilo de Fernando Diniz e pode aparecer em momentos decisivos. Contra o Inter, é um exemplo disso, o que reforça ainda mais sua importância no time.

(Terra)