Chris Brown é processado por agressão

0
856

Chris Brown / Reprodução / Instagram /@chrisbrownofficial

Chris Brown não consegue ficar longe dos problemas. Depois da notícia de que ele vai se mudar de Los Angeles, após ser ameaçado depois uma briga com uma gangue local, agora o cantor está sendo processado pelo executivo musical Amadou “Abe” Diaw por supostamente acertá-lo com uma garrafa de tequila. O incidente aconteceu em fevereiro deste ano, em uma boate de Londres, na Inglaterra.

Segundo documentos judiciais obtidos pelo jornal “The New York Post”, Diaw afirma que o cantor “causou ferimentos graves e duradouros” a ele depois de “bater na cabeça dele” com uma garrafa de tequila Don Julio 1942. Ele acusa ainda que o rapper começou a “pisar implacavelmente” nele e chutá-lo na nuca, deixando-o inconsciente por 30 segundos.

O documento diz: “Os golpes esmagadores enviaram o demandante para o hospital com lacerações na cabeça e ligamentos rompidos na perna”.

O produtor também afirma que, após o incidente, o cantor de 34 anos, participou de “conduta difamatória ao espalhar falsos rumores” sobre ele e seus clientes, incluindo rotulá-lo como ladrão para prejudicar suas relações profissionais.

O homem alega também que seus ferimentos físicos podem ser permanentes e que ele supostamente “teve grave sofrimento emocional permanente e trauma’. O produtor está buscando indenização e solicita um julgamento com júri.

Vários desentendimentos com a lei

Chris Brown já teve vários problemas com a lei. Em 2009, ele foi condenado a cinco anos de liberdade condicional por ter agredido sua então namorada, a cantora Rihanna, e 180 dias de trabalho comunitário. Em 2013, ele foi acusado de ter roubado um iPhone de uma fã e de ter abandonado o local de um acidente de carro.

Ele também se declarou culpado de agressão por contravenção e posteriormente passou dois dias em uma prisão do Distrito de Columbia em 2014. Foi preso sob suspeita de agressão com arma mortal em 2016 e sua ex-namorada obteve uma ordem de restrição de 5 anos contra ele em 2017.

Em 2018, ele foi detido após um show na Flórida por motivos não divulgados.

Em 2023, Chris Brown ainda está sujeito à liberdade condicional por agressão à Rihanna. Ele também está enfrentando um processo por agressão sexual.

Mais recentemente, o cantor de “Forever” supostamente entrou em uma briga física com seu mentor de longa data, Usher, em sua festa de aniversário em janeiro. Uma testemunha afirmou na época que o cantor foi visto com o nariz sangrando depois de se encontrar com Brown no estacionamento de sua festa.

Os problemas legais de Chris Brown têm prejudicado sua carreira e sua imagem pública. Ele é frequentemente criticado por seu comportamento violento e por suas letras de músicas que promovem a violência contra mulheres.

(OFuxico)