Em busca da recuperação, Náutico terá sequência complicada no Pernambucano

0
686

Timbu fará dois jogos seguidos fora de casa contra adversários complicados: primeiro, enfrentará o líder Central, em Caruaru; depois terá clássico com o Santa Cruz


Após deixar escapar dois pontos em casa com o empate em 0 a 0 com o Maguary, o Náutico terá uma sequência complicada de dois jogos fora de casa para se recuperar no Campeonato Pernambucano. Nesta quarta-feira, o Timbu enfrenta o Central, em Caruaru, e no sábado faz o clássico com o Santa Cruz, em local ainda a definir – o Arruda segue interditado.

Melhores momentos de Náutico 0 x 0 Maguary, pelo Pernambucano

Se o técnico Allan Aal tem pedido tempo para que o time do Náutico evolua, a sequência de jogos do Estadual não deve facilitar a vida do treinador. Mesmo assim, ele vê um lado positivo nisso.

Após enfrentar jogos contra adversários que entraram em campo bastante fechados, o treinador vê a oportunidade de testar o poder da equipe em confrontos mais abertos.

“Vejo a competição muito equilibrada, sem uma equipe destoando tecnicamente. O controle maior das nossas partidas esteve nas nossas mãos e não soubemos aproveitar”, avaliou Allan Aal.

– Agora, teremos um adversário que propõe o jogo e isso pode ser benéfico. Oponentes que só se defendem geram um desgaste físico e mental muito grande – completou.

Técnico Allan Aal, após jogo do Náutico nos Aflitos — Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press

Técnico Allan Aal, após jogo do Náutico nos Aflitos — Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press

O Central é o atual líder e único time com 100% de aproveitamento no Estadual. E se por um lado é uma equipe que tem marcado muitos gols – é o melhor ataque do campeonato com dez gols – também tem sofrido bastante: cinco no total.

– Vai ser um jogo com característica diferente, contra um adversário num momento bom, que vem trabalhando há um bom tempo. Vamos analisar essa partida para colocar os jogadores em condições esportivas melhores do que terminaram o jogo passado – afirma Allan Aal.

Confira coletiva de Allan Aal após Náutico 0 x 0 Maguary

A questão física vem sendo uma tecla bastante batida pelo treinador no momento. Após o jogo com o Maguary, mais uma vez ele destacou que não vem conseguindo ter todas as opções à disposição. Na ocasião, ele não contou com o atacante Paulo Sérgio, que havia estreado na partida anterior, com o Afogados, saindo do banco. Ele sentiu um desconforto muscular e foi poupado.

– O que a gente tem de qualidade, vai procurar sempre colocar. Com o Paulo (Sérgio) aceleramos e pagamos um preço até baixo, porque foi só contratura. Tem que ter um cuidado muito grande para não queimar etapas e perder peças.

(GE)