Ex-Inter, Lucas Lima lamenta tragédia no Rio Grande do Sul: “O futebol pode usar influência para ajudar”

0
107

Meia do Sport, clube que já anunciou que fará doação para o estado gaúcho, Lucas Lima também celebrou união do povo brasileiro: “Unido, o Brasil junto é muito mais forte”


O meio-campista Lucas Lima lamentou, nesta terça-feira, a tragédia provocada pelas chuvas, no Rio Grande do Sul. Ex-atleta do Internacional, clube que defendeu no início da carreira, o jogador do Sport afirmou que o futebol precisa usar a influência para ajudar o estado gaúcho a se recuperar.

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Águas baixam no Vale do Taquari e revelam cenário de devastação

– Assim como o Sport, outros clubes do Brasil podem ajudar. Não sei se vai parar ou não (as competições), mas o futebol pode usar a influência que tem. O povo brasileiro tem feito coisas que dispensam comentários. Fico feliz por ver o Sport e espero que todos os clubes e atletas façam também – afirmou.

Lucas Lima, meia do Sport, em entrevista coletiva — Foto: Thiago Ribeiro/ge

– Vi alguns vídeos muito fortes, as imagens… Uma coisa que me passou pela cabeça é que a gente não tem nem noção do que está acontecendo lá. Mas tenho procurado ajudar – garantiu Lucas Lima.

Apesar do momento triste, o meia também destacou que se sentiu orgulhoso com o sentimento solidário que se espalhou pelo Brasil. E observou a união do povo brasileiro como fundamental para a reconstrução do estado gaúch

Veja imagens atualizadas do Beira-Rio atingido pela enchente, em Porto Alegre

– Me sinto muito triste pelo que aconteceu. Mas uma coisa que me deixa orgulhoso é ver o tanto de gente ajudando a todos, isso mostra o caráter do povo brasileiro. Fico orgulhoso. Muitas vezes falam ‘Ah, o Brasil está separado’, mas dá para ver que o Brasil junto é muito mais forte – disse.

Lucas Lima esteve no Internacional entre 2012 e 2013, quando foi emprestado pelo clube colorado ao Sport, para a primeira passagem pelo clube. O atleta afirmou que não é mais próximo de ninguém em Porto Alegre, mas reforçou o sentido solidário pelos gaúchos.

O avanço da cheia do Guaíba sobre Porto Alegre atingiram também os estádios de Grêmio e Inter. Imagens aéreas feitas nesta segunda-feira mostram que a água alagou completamente os gramados da Arena do Grêmio e do Beira-Rio. A CBF adiou jogos de times gaúchos por 20 dias.

As chuvas no estado desde 29 de abril deixaram 90 mortos e mais de 130 desaparecidos até a manhã desta terça-feira. O número de feridos já passa de 360. Há 203,8 mil pessoas fora de casa.

(GE)