Gisele Bündchen visitou a mãe doente várias vezes sem a imprensa

0
620

A notícia da morte de Vânia Nonnenmacher, aos 75 anos, já era aguardada no círculo íntimo de Gisele Bündchen. Todos sabiam do agravamento da saúde dela em consequência de um câncer. 

Morando na Flórida, nos Estados Unidos, a über model esteve algumas vezes em Porto Alegre (RS) nos últimos meses sem que ninguém da imprensa soubesse de sua presença. 

Queria total discrição para evitar a exposição da família na mídia. A visita mais recente havia sido no início de janeiro. 

Além da mais famosa top brasileira, dona Vânia deixa outras cinco filhas (Patrícia, Rafaela, Graziela, Gabriela e Raquel), além de netos e o viúvo, o sociólogo e escritor Valdir Bündchen, de 74 anos. 

Em outubro de 2018, Gisele e a mãe foram capa de uma edição especial da ‘Vogue Brasil’, fotografadas por Zee Nunes. Três anos depois, a modelo postou uma homenagem à mãe. 

“A mulher mais corajosa, forte, independente que conheço. Sou eternamente grata por tudo que tu fez e continua fazendo por nós. Obrigada por nos ensinar tanto. Te amo muito!”, escreveu em uma rede social. 

Dona Vânia era funcionária pública aposentada do Banco do Brasil. Ela acompanhou de perto o sucesso de Gisele, mas sempre evitou o assédio da imprensa. Mantinha uma vida tranquila no sul, longe do frenesi vivido pela filha celebridade.

(Terra)