Gleici Damasceno expõe relacionamento abusivo e confirma: “É quem vocês estão pensando”

0
704

A vencedora do ex-BBB falou sobre o caso de Ana Hickmann e elogiou a apresentadora por ter denunciado seu agressor.

Gleici Damasceno. (Foto: Instagram/@gleicedamasceno)

Nesta segunda-feira (13), Gleici Damasceno utilizou suas redes sociais para revelar que foi vítima de um relacionamento abusivo. A ex-BBB disse que, ao ver tudo que aconteceu com Ana Hickmann, resolveu expor o assunto. Por conta disso, os internautas começaram a sugerir um nome e ela confirmou os palpites.

A ex-BBB parabenizou Ana Hickmann por denunciar Alexandre Correa. (Foto: Instagram/@gleicedamasceno)

Através do X (Twitter), Gleici Damasceno desabafou sobre um relacionamento que viveu há alguns anos. “Lamento que Ana Hickmann tenha passado por isso. O que ocorreu com ela me fez recordar um ex-namorado abusivo/agressor. Naquela época, hesitei em chamar a polícia, principalmente para protegê-lo (me arrependo profundamente), iniciou.

“Foram anos de terapia para superar isso. Desejo todo amor para ela, esperando que consiga romper esse ciclo de violência e seguir uma vida plena. Ana é uma mulher forte e inteligente, capaz de inspirar outras a não viverem relacionamentos abusivos”, acrescentou.

Em seguida, o nome de Wagner Santiago, que se envolveu com a atriz durante o confinamento, foi citado por diversos internautas. A campeã do BBB18, então, escreveu: “É quem vocês estão pensando sim”, disse ela. Depois, ela exibiu uma mensagem que recebeu do ex. Veja!

Logo depois, Gleici Damasceno voltou a falar sobre o caso de Ana Hickmann“Hoje em dia eu estou bem, segura e feliz, mas eu sei que muitas mulheres não estão. E, sim, na época eu não tive coragem, postei hoje porque a história da Ana de certa forma me gatilhou, e ao mesmo tempo admirei a coragem dela de denunciar na hora, comentou.

“São tantas histórias horrorosas que eu vivi, com e sem testemunhas. Coisas que eu nunca vou esquecer, quem já viveu isso sabe. Meus amigos na época tentaram me alertar ao presenciar algumas situações, mas eu estava tão dependente emocionalmente que não conseguia enxergar toda violência“, desabafou ela.

(POPLINE)