Goleiro do Milan Maignan pede sanções no combate ao racismo

0
487


Foto: Reprodução/Instagram/@magicmikemaignan

Fortes sanções devem ser implementadas para combater o racismo, disse o goleiro francês do AC Milan, Mike Maignan, depois de deixar brevemente o campo em protesto durante a vitória por 3 x 2 sobre a Udinese, pela Série A, no sábado.

Antes de deixar o campo, o goleiro francês Maignan alertou o árbitro sobre os repetidos gritos racistas dos torcedores locais, segundo a imprensa italiana. Ele foi seguido por seus companheiros de time até o túnel antes de retornar ao gol após alguns minutos.

“Eu disse que não podemos jogar futebol assim. Não é a primeira vez que isso acontece desta forma”, disse Maignan à Sky Sports Itália. “Eles precisam aplicar sanções muito fortes porque falar não adianta mais nada”.

“Temos que dizer que o que eles estão fazendo é errado. Não é toda a torcida, a maioria dos torcedores quer torcer pelo seu time, mas isso não.”

O internacional francês apelou à responsabilização de “todo o sistema” numa publicação no domingo no X, antigo Twitter.

“Os autores destes atos, porque é fácil atuar em grupo no anonimato de uma plataforma, os espectadores que estavam na bancada, que viram tudo, que ouviram tudo mas optaram por permanecer calados, vocês são cúmplices”, escreveu.

O presidente da FIFA, Gianni Infantino, mostrou sua solidariedade a Maignan e pediu que sejam tomadas providências para os casos de racismo.

(Terra)