Índia liberta ave detida por ‘suspeita de espionagem’ para a China

0
58


Foto: Foto: istock

A polícia da Índia libertou uma pomba que foi capturada após suspeita de “atuar como uma espiã para a China”.

Segundo informações do jornal Times of India, o pássaro foi capturado em Mumbai com mensagens escritas em suas asas. A ave ficou detida oito meses, e neste período, as autoridades investigaram sua ligação com os chineses.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, não é a primeira vez que incidentes envolvendo aves suspeitas ocorrem. Em 2020, também na Índia, a polícia na Caxemira, controlada pelo país, liberou um pombo que pertencia a um pescador paquistanês.

Uma investigação concluiu que a ave, que sobrevoou a fronteira militarizada entre as duas nações com armas nucleares, não era um espião.

Já em 2016, um pombo também foi detido por carregar uma nota ameaçadora ao primeiro-ministro indiano, Narendra Modi.

A ave capturada foi a última de várias detidas pelas autoridades indianas sob suspeita de espionagem. O The Guardian procurou a polícia de Mumbai, na Índia, para comentar sobre o assunto, mas não obteve respostas.

(Terra)