Lives NPC: fenômeno do TikTok viraliza e assusta pela bizarrice

0
828

Entenda por que cada vez mais tiktokers aderem às lives NPC, baseadas em gestos repetitivos e estranhos para ganhar dinheiro e seguidores

Já imaginou passar horas em frente às câmeras, repetindo gestos e barulhos bizarros em troca de presentes virtuais e dinheiro? Ou, ainda, ser a pessoa por trás da tela, que financia e engaja esse conteúdo? A situação pode ser assustadora e parecer distópica, mas virou uma verdadeira febre no TikTok nas últimas semanas. As chamadas lives NPC têm movimentado milhares de dólares diariamente, ao mesmo tempo em que levantam debates sobre os limites da exposição nas redes sociais.

O acrônimo significa non playable character e foi inspirado no universo dos games, mais precisamente em personagens não jogáveis. A ideia é emular os comportamentos limitados desses personagens por horas, retribuindo a presentes virtuais — rosas, chocolate, pirulito, milho, entre outros — até que a exposição monetize o suficiente.

Embora a origem da tendência seja incerta, especialistas acreditam que ela surgiu nos Estados Unidos, com tiktoker PinkyDoll, e rapidamente se espalhou por outros países. Em entrevista ao The New York Times, a pioneira norte-americana contou ter faturado em uma única live US$ 4 mil, o equivalente a R$ 15 mil na cotação atual.

Claro que o êxito da norte-americana chamou atenção. Dispostos a fazerem seu pé de meia, tiktokers brasileiros também entraram na onda e multiplicaram a quantidade de vídeos como esse na plataforma coreana. Um dos adeptos foi Júnior Caldeirão, que fez questão de revelar o valor conquistado em uma única live e como o sistema de recompensas funciona.

“Cada moedinha enviada pelos internautas se converte em diamante para o criador e vale 0,01 centavos de dólar. Só que o TikTok fica com medade disso. Então, líquido, cada um vale 0,005 de dólar. É preciso multiplicar o número de diamantes por esse valor”, explicou em um vídeo, mostrando o resultado do cálculo: US$ 383 em uma hora, valor que convertido ao real dá R$ quase 1900.

“Na live passada eu fiz 41 mil diamantes, nessa live de ontem foram 76 mil. Isso aqui eu me ‘lascava’ o mês todo pra ganhar, dessa vez fiz em uma hora”, comemorou.

Mas… Pra quê?

Lucas Kalango, professor e consultor para negócios e criadores, explica que as lives NPC surgiram naturalmente, a partir da própria dinâmica do TikTok. “É uma comunidade que gosta de consumir lives, assim como dar presentes. Até porque é muito barato comprar esses presentes. O usuário pode comprar um pacote com dezenas de moedas por R$ 5 e distribuí-las entre os criadores de conteúdo (…). A pessoa compra esse entretenimento porque ela quer ver do NPC as reações que ele vai fazer de acordo com o presente que ele dá”, analisa o especialista.

(Metropóles)