Petrolina encara Juazeirense e Retrô na primeira fase da Série D; veja outros adversários

0
60

 Foto: Emerson Rocha / ge Petrolina

Os rivais são dos estados de Alagoas, Bahia, Sergipe e o Retrô, o segundo representante de Pernambuco na competição nacional


O Petrolina já sabe quais serão os adversários na primeira fase da Série D. A Fera Sertaneja está no grupo A4. Os rivais são dos estados de Alagoas, Bahia, Sergipe e o Retrô, o segundo representante de Pernambuco na competição nacional.

Time do Petrolina ficou na primeira fase do Pernambucano — Foto: Emerson Rocha / ge Petrolina

Entre os adversários do Petrolina, destaque para a Juazeirense, equipe da cidade de Juazeiro, na Bahia, cidade vizinha a Petrolina. O presidente da Fera Sertaneja, Jeferson Oliveira, falou sobre os grupos e aprovou a reunião realizada na CBF que definiu o regulamento da Série D.

– A reunião foi positiva, muito boa. A gente tinha pedido alguns pontos, o presidente acatou . O grupo é muito forte. Tem alguns times que entram como favoritos. Tem o caso do Retrô, que é um time que já vem jogando com grandes clubes. Empatou o jogo contra o Fortaleza [na Copa do Brasil] e foi para os pênaltis, é um time muito forte. A Juazeirense, que já está estruturado.

Após ser eliminado na primeira fase do Pernambucano e na segunda fase da Copa do Brasil, o Petrolina retoma os treinos visando a Série D na segunda-feira. A quarta divisão do brasileiro começa no dia 28 de abril. A estreia da Fera será em casa, no estádio Paulo Coelho, contra a Jacuipense. O jogo vai ser no dia 28 ou 29.

Veja o grupo

  • ASA-AL
  • CSE-AL
  • Jacuipense – BA
  • Juazeirense – BA
  • Petrolina – PE
  • Retrô – PE
  • Itabaiana – SE
  • Sergipe – SE

Série D do Brasileirão 2024

Composição dos grupos da Série D de 2024 — Foto: Arquivo Pessoal/ge

Composição dos grupos da Série D de 2024 — Foto: Arquivo Pessoal/ge

Em 2024, o Campeonato Brasileiro Série D mantém a fórmula de disputa dos últimos anos. Os 64 clubes foram divididos em 8 grupos, onde se enfrentam em turno e returno (14 jogos para cada time). Os quatro mais bem classificados, de cada chave, avançam para a segunda fase, quando começa o mata-mata. A partir desta fase, a competição é decidida em jogos de ida e volta. Os futuros semifinalistas garantem o acesso para a Série C do Brasileirão em 2025.

(GE)