Presidente da CBF reafirma não ter planos para aumentar a Série D

0
726

Ednaldo Rodrigues disse que medida que beneficiaria o Santa Cruz foi um pedido do presidente da FPF, mas que não poderia atender por questões contratuais

Por Redação do ge — Recife

19/11/2023 13h13  Atualizado há 17 horas


O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, reafirmou a impossibilidade de haver um aumento de participantes na Série D. O dirigente esteve no último sábado no Barradão onde acompanhou a festa do Vitória, campeão da Série B – Ednaldo já presidiu a Federação Baiana também. Antes do bola rolar para Vitória x Sport ele falou com a reportagem do ge.

Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF — Foto: Cahê Mota

Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF — Foto: Cahê Mota

Ednaldo explicou que a ideia de aumentar a Série D partiu de Evandro Carvalho, presidente da Federação Pernambucana, há cerca de dois meses, como uma forma de ajudar o Santa Cruz. A proposta chegou a ser levada à diretoria de competições, mas, argumenta, questões contratuais impediram qualquer movimentação.

-Os campeonatos estão estruturados, tanto Série D, C, B e A. O respeito a inclusão de cada clube pelo critério eminentemente técnico inclusive é uma lei no Brasil. Portanto temos que respeitar os regulamentos, as leis para que possamos fazer um futebol competitivo, um futebol sério e que respeita as leis – argumentou o presidente da CBF.

Ednaldo ainda explicou que torce pelo sucesso do futebol pernambucano e que o próprio Santa Cruz já conseguiu, num passado recente, escalar da Série D até a A. Implicitamente, indica que esse será o único caminho possível para o tricolor.

Santa Cruz encaminha acerto com técnico Itamar Schülle

– A gente lamenta o fato do Santa Cruz estar hoje ainda disputando vaga pra uma Série D mas isso não tira a força do Santa Cruz, a pujança da torcida do Santa Cruz e que nós acompanhamos muito ainda quando presidente da Federação Baiana e torcendo muito pelo clube, porque somos nordestinos. Acreditamos muito no potencial da diretoria, dos conselheiros e dos torcedores do Santa Cruz para que o clube possa voltar ao lugar de destaque que sempre teve – finalizou o dirigente.

(GE)