Presidente da Juazeirense revela “bicho” de R$ 250 mil aos jogadores após eliminar Retrô no Nordestão: “Orgulho muito grande”

0
153

Roberto Carlos diz que cota extra vai ajudar na montagem do elenco 2024

Reprodução/instagram

Nenhuma classificação na pré-Copa do Nordeste chamou mais a atenção neste começo de ano do que a da Juazeirense. Embora ainda tentando se firmar e se consolidar no cenário estadual e regional, o Retrô é um dos time com mais estrutura física e financeira fora os grandes times do Nordeste. Por isso a goleada de 4 x 0 aplicada pelo Cancão foi muito comemorada pelo elenco e, principalmente, o presidente Roberto Carlos.

Em entrevista exclusica ao NE45, o dirigente, que também é deputado estadual, revelou o orgulho do seu time em ter eliminado o time pernambucano e ter chegado à fase de grupos do Nordestão.

Revelou também que a folha salarial do seu time é de apenas R$ 220 mil e que a cota de R$ 1,99 milhão que a Juazeirense receberá por ter chegado na fase principal da competição ajudará no custeio das despesas em 2024 e também na qualificação do elenco, que ainda disputará o campeonato Baiano e a Série D do Campeonato Brasileiro.

Outro ponto interessente revelado pelo presidente Roberto Carlos foi os valores pagos pelo clube em “bichos” nos últimos anos. Pela goleada aplicada no Retrô o clube dará R$ 250 mil aos elenco. Além disso, o clube pagou R$ 1,5 milhão em 2021 e R$ 800 mil em 2022 ao elenco por metas alcançadas durante o ano.

Presidente da Juazeirense, Roberto Carlos
Presidente falou sobre a premiação aos jogadores. Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação

Entrevista Roberto Carlos, presidente da Juazeirense

Como o senhor avalia a classificação diante do Retrô? Foi inesperado por se tratar de um rival com custo elevado nas contratações e ter uma estrutura melhor?

Foi uma classificação importantíssima para a Juazeirense, porque estávamos com muitas dificuldades financeiras. Essa classificação, além de dar muita visibilidade, pois são os 16 melhores times do Nordeste, também vai dar um aporte financeiro muito bom para a Juazeirense jogar e custear as despesas nos três campeonatos que teremos pela frente, que são a Copa do Nordeste, o Baiano e a Série D do Brasileirão.

Ficamos muito felizes porque a Juazeirense tem uma folha salarial de aproximadamente de R$ 220 mil, enquanto o Retrô falam que passam dos R$ 700 mil. E todo mundo sabe da estrutura que o Retrô tem no futebol brasileiro, principalmente em Pernambuco. É o vice-campeão pernambucano e tem uma equipe de qualidade. Vencer o Retrô com um placar elástico como nós conseguimos é um orgulho muito grande.

Lance do jogo Juazeirense x Retrô na Copa do Nordeste 2023
Divulgação/SDJ

É verdade que o senhor vai dar um bicho de R$ 250 mil ao elenco pode ter conseguido a vitória a vaga no Nordestão? Pode explicar melhor isso?

Sim, disponibilizamos R$ 250 mil para os jogadores. Eu tinha combinado essa premiação para eles. Só em 2021 nós liberamos para eles R$ 1,5 milhão em premiação alcançadas para eles na Copa do Brasil. E em 2022 liberamos R$ 800 mil também de objetivos alcançados na Copa do Brasil. E esse ano liberamos na pré-Copa do Nordeste 250 mil em “bicho’ com muita alegria.

Agora com o time na fase de grupos, quais as pretensões do time? Sonha ir até a final e levar o título?

Sobre o time no Nordestão, ainda não fizemos um planejamento com nossa comissão, mas certamente vamos brigar por uma classificação. Vamos contratar mais jogadores. Temos um elenco com poucos jogadores e agora chegou a hora de fazermos mais contratações para melhor o quadro de jogadores da Juazeirense para esse ano que promete muito tanto no Baiano, Copa do Nordeste e na Série D.

Cota na 1ª fase das Eliminatórias*

R$ 126 mil (aos 8 eliminados): Confiança, CSA, Ferroviário, Jacuipense, Moto Club, Sampaio Corrêa, Santa Cruz e Sousa

R$ 126 mil (aos 8 eliminados): Confiança, CSA, Ferroviário, Jacuipense, Moto Club, Sampaio Corrêa, Santa Cruz e Sousa

Cota na 2ª fase das Eliminatórias*

R$ 189 mil (aos 4 eliminados): ASA, Iguatu, Potiguar e Retrô

Cotas na fase de grupos*

R$ 3,36 milhões (Pote 1): Fortaleza (7º), Ceará (14º), Bahia (15º) e Sport (26º)
R$ 2,52 milhões (Pote 2): CRB (27º), Vitória (29º), Náutico (37º) e ABC (44º)

R$ 1,99 milhão (Pote 3): Botafogo-PB (56º), Juazeirense (57º), Altos (58º) e América-RN (62º)
R$ 1,26 milhão (Pote 4): Treze (79º), Itabaiana (106º), River (140º) e Maranhão (205º)

Cotas no mata-mata

Quartas de final (8 clubes): R$ 525 mil
Semifinal (4 clubes): R$ 735 mil
Vice: R$ 1,36 milhão
Campeão: R$ 2,10 milhões

*segundo o Blog de Cassio Zirpoli /Ne10