asdasdasdasd

Brasil vence a Bolívia e avança no Sul-Americano Sub-20

por Mário Souza 28 de Janeiro de 2019 às 18:08

Fonte / CBF

A Seleção Brasileira está classificada para o hexagonal do Sul-Americano Sub-20 do Chile! Nesta sexta-feira (25), a equipe comandada pelo técnico Carlos Amadeu venceu a Bolívia por 1 a 0, no Estádio El Teniente, em Rancagua, e avançou na competição. O gol do triunfo foi marcado por Lincoln, de pênalti.

Com o resultado, o Brasil chegou a sete pontos e ocupa o segundo lugar do Grupo A neste momento, garantido na próxima fase. Chile e Colômbia, ambos com quatro pontos, se enfrentam ainda nesta sexta-feira, podendo alterar a posição da Canarinho na tabela. Os primeiros jogos do hexagonal final estão marcados para a próxima terça-feira (29).

O Sul-Americano Sub-20 distribui quatro vagas para o Mundial da categoria, que será disputado na Polônia entre os meses de maio e junho deste ano. Os três primeiros colocados também garantem presença no Pan-Americano, em Lima, entre julho e agosto.

O jogo

Buscando a classificação, o Brasil dominou as ações e teve a maior posse de bola diante dos bolivianos. A primeira chegada foi logo aos quatro minutos, quando Rodrygo cruzou para Marquinhos Cipriano, que cabeceou para fora. Depois, Rodrygo cobrou falta e a bola foi com veneno ao gol de Cuéllar, que conseguiu fazer a defesa. O camisa 10 brasileiro ainda chegou perto após cobrar escanteio aos nove minutos e, depois, aos 18, quando roubou a bola na entrada da área e finalizou com perigo. Nas duas ocasiões, Cuéllar evitou o gol. Até que, aos 24, Walter Anteloc derrubou Rodrygo dentro da área. Na cobrança do pênalti, Lincoln chutou com estilo no canto esquerdo do goleiro boliviano: 1 a 0. O camisa 9 quase fez o segundo aos 43, quando ficou com a bola, entrou na área e finalizou à esquerda do gol adversário.

Na volta do intervalo, a Bolívia ensaiou uma reação, levando perigo aos dez minutos, quando Sebastián Melgar cabeceou por cima do gol brasileiro. Depois, o Brasil foi administrando a vantagem no placar e buscando alguns espaços para tentar ampliar o marcador. No entanto, os bolivianos seguiam no ataque. Aos 26, Ramiro Vaca arriscou de primeira de fora da área e obrigou Phelipe a fazer grande defesa. Depois, o Brasil encaixou o contra-ataque e quase ampliou em duas oportunidades. Primeiro, Toró partiu em jogada individual e foi cortado pela zaga. No lance seguinte, Tetê recebeu livre na entrada da área, mas o chute saiu à direita do gol boliviano. Os adversários ainda insistiram nos minutos finais, mas a Canarinho segurou o placar e garantiu a classificação para a próxima fase.

Brasil: Phelipe; Emerson, Vitão, Walce e Luan Cândido; Luan Silva, Ramires e Marcos Bahia (Gabriel Menino); Marquinhos Cipriano (Jonas Toró), Rodrygo e Lincoln (Tetê).


Brasil enfrentará o Uruguai no estádio do Arsenal

por Mário Souza 9 de Outubro de 2018 às 17:47

Fonte / CBF

O primeiro desafio da Seleção Brasileira para a próxima data Fifa está definido. Em Londres, no dia 16 de novembro, o Brasil jogará contra o Uruguai no estádio do Arsenal às 20h (17h no horário de Brasília).

A confirmação do amistoso segue a linha definida pela comissão técnica neste novo ciclo, aumentando progressivamente a dificuldade dos amistosos, como explica o coordenador de seleções, Edu Gaspar.

- Como planejamos desde o início do novo ciclo, chegamos a uma reta final no período de observações, do ciclo a curto prazo. Acredito que após enfrentar a Argentina, um amistoso com o Uruguai está dentro da nossa ideia de observação e preparação. São dois clássicos sul-americanos com um nível de enfrentamento muito alto.

O amistoso contra o Uruguai, em Londres, trará um sentimento especial a Edu Gaspar. Ele retornará ao estádio do Arsenal, clube que defendeu entre 2001 e 2005, agora como coordenador da Seleção pentacampeã mundial. 

- Lembro com muito carinho e muita alegria do meu período no Arsenal. Um clube e uma cidade que me trouxeram muitas experiências positivas e muito aprendizado. Estou ansioso por esse reencontro em uma partida de altíssimo nível.

A segunda data reservada para o período FIFA do mês de novembro ainda não foi definida. 


Tite divulga lista de jogadores convocados

por Mário Souza 21 de Setembro de 2018 às 16:10

Bocâo News

O técnico Tite convocou a lista de jogadores para os próximos amistosos da Seleção Brasileira, que acontecem no mês de outubro. Na fase de preparação para Copa América, o Brasil enfrenta a Arábia Saudita, no dia 12, e a Argetina, no dia 16. As partidas serão disputadas nas cidades de Riade e Jidá, respectivamente, ambas na Arábia Saudita.

Na lista, nomes já conhecidos e que estavam na Copa do Mundo 2018, como o goleiro Alisson, o zagueiro Miranda, o lateral Marcelo, os meias Casemiro, Coutinho e Renato Augusto, e os atacantes Neymar, Gabriel Jesus e Firmino.

Goleiros

Alisson

Ederson

Phelipe

Zagueiros

Éder Militão

Marquinhos

Pablo

Miranda

Laterais

Danilo

Fabinho

Marcelo

Alex Sandro

Meias

Casemiro

Arthur

Fred

Renato Augusto

Coutinho

Walace

Atacantes

Neymar

Roberto Firmino

Richarlison

Éverton

Gabriel Jesus

Malcom


Confira os 24 convocados

por Mário Souza 17 de Agosto de 2018 às 13:40

Fonte / CBF

O técnico Tite divulgou a lista dos 24 jogadores convocados para os amistosos da Seleção Brasileira na próxima data FIFA. Os atletas defenderão a Amarelinha nos jogos contra Estados Unidos e El Salvador, em Nova Jersey e Washington, respectivamente.

Confira a lista:

Goleiros

Alisson - Liverpool Football Club (Inglaterra)

Hugo - Clube de Regatas do Flamengo

Neto - Valencia Club de Fútbol (Espanha)

Defensores

Alex Sandro - Juventus Football Club (Itália)

Dedé - Cruzeiro Esporte Clube

Fabinho - Liverpool Football Club (Inglaterra)

Fagner - Sport Club Corinthians Paulista

Felipe - Futebol Clube do Porto (Portugal)

Filipe Luís - Club Atlético de Madrid (Espanha)

Marquinhos - Paris Saint-Germain Football Club (França)

Thiago Silva - Paris Saint-Germain Football Club (França)

Meias

Andreas Pereira - Manchester United Football Club (Inglaterra)

Arthur - Futbol Club Barcelona (Espanha)

Casemiro - Real Madrid Club de Fútbol (Espanha)

Fred - Manchester United Football Club (Inglaterra)

Lucas Paquetá - Clube de Regatas do Flamengo 

Philippe Coutinho - Futbol Club Barcelona (Espanha)

Renato Augusto - Beijing Guoan Football Club (China)

Atacantes

Douglas Costa - Juventus Football Club (Itália)

Éverton - Grêmio de Foot-Ball Porto Alegrense

Firmino - Liverpool Football Club (Inglaterra)

Neymar Jr. - Paris Saint-Germain Football Club (França)

Pedro - Fluminense Football Club

Willian - Chelsea Football Club (Inglaterra)


Seleção Brasileira treina e despede-se de sua base na Rússia

por Mário Souza 4 de Julho de 2018 às 13:55

Em tom de despedida, a Seleção Brasileira treinou na tarde desta quarta-feira (4), em Sochi. O sol forte e o céu azul, constantes nos últimos 24 dias no balneário situado ao sul da Rússia, decidiram não aparecer. O cenário da última atividade do Brasil no local escolhido como sede para esta Copa do Mundo foi cinza, como se a cidade também estivesse triste pelo clima de adeus. A partir de agora, a Seleção mudará de base a cada nova etapa em que for se classificando. 

Em campo, o técnico Tite voltou a ver todos os 23 jogadores convocados à sua disposição. Apenas Paulinho não fez nenhum trabalho no gramado. O camisa 15 seguiu em processo regenerativo e fez exercícios na academia.

Os jogadores titulares na vitória sobre o México fizeram apenas atividades leves. Ativaram os músculos com aquecimento e roda de bobinho, depois correram em volta do gramado. Gabriel Jesus, Philippe Coutinho e Neymar encerraram a sessão de treinos com um trabalho de finalizações, com o goleiro Alisson no gol.

Já o grupo reserva participou de uma atividade um pouco mais intensa. Sob os olhares do técnico Tite e os gritos de incentivo do auxiliar técnico Sylvinho, o grupo fez dois trabalhos distintos. O primeiro foi uma ação de ataque contra defesa, e o segundo um quatro contra quatro em campo reduzido, com os goleiros em ação. 

O último dia de treino em Sochi terminou com o grupo aprimorando as cobranças de pênaltis e de faltas próximas à área. Obrigado Sochi! Sentiremos sua falta!

A delegação brasileira embarca para Kazan na manhã desta quinta-feira. Às 17h30 (horário local, 11h30 de Brasília), o time faz o último treino antes do jogo contra a Bélgica, válido pelas quartas de final. Em caso de classificação na próxima sexta, a Seleção viaja logo em seguida para São Petersburgo, cidade da semifinal.


Quem diria ? Defesa é destaque!

por Mário Souza 3 de Julho de 2018 às 16:04

Fonte / CBF

Um gol sofrido em quatro jogos na Copa do Mundo Rússia 2018, e apenas seis em uma sequência de 25 jogos desde que o técnico Tite assumiu a Seleção Brasileira. Apenas uma derrota neste período. Em entrevistas, os jogadores brasileiros usam a expressão “saber sofrer” para explicar a manutenção do ótimo desempenho do sistema defensivo do Brasil. Capitão na vitória contra o México por 2 a 0, o zagueiro Thiago Silva é um dos pilares deste ótimo aproveitamento na Copa. O camisa 2 explica que o termo significa a percepção do time sobre os momentos em que são necessários os esforços coletivos durante o jogo. E elogia o papel de toda a equipe na estrutura de defesa, que começa lá no ataque.

– O número é bom (Poucos gols sofridos). Para nós defensores é muito gratificante sair de cada jogo sem sofrer gols, com a equipe fazendo lá na frente. É o trabalho que vem sendo feito no dia a dia que está sendo importante. Mas acredito que não é só o setor defensivo que tem tido êxito. Os nossos jogadores do ataque também têm tido grande parcela de compreensão (do sofrer junto). Hoje eu citei o Jesus, mas também tem o Neymar, o Coutinho, que tem corrido 11 quilômetros por jogo. Isso mostra o comprometimento de toda a equipe – elogia.

Ao lado de Miranda, Thiago Silva se consolida na defesa do time de Tite, e tem demonstrado futebol que beira à perfeição do ponto de vista técnico para a sua posição. O zagueiro, no entanto, justifica seu bom momento com a atuação da Seleção como um todo.

– Em determinados momentos você sofre, mas tem o entendimento para todo mundo sofrer junto. Felicidade grande de estar fazendo uma grande Copa, equipe está crescendo a cada jogo. Espero que para o jogo das quartas de final a gente possa estar ainda mais preparado, porque quando vão chegando as vitórias, automaticamente, a confiança aumenta , mas que isso faça com que a gente mantenha os pés no chão de continuar da mesma maneira. Continuar com esse comprometimento até o último minuto.

Agora o Brasil terá a Bélgica pela frente, equipe que possui um dos melhores ataques da Copa do Mundo. Para Thiago, um grande desafio já que o Brasil não enfrentou esta equipe durante a fase de preparação.

– A Bélgica é mais difícil de avaliar porque nós não tivemos o enfrentamento, mas sabemos que é uma equipe com qualidade técnica incrível com grandes jogadores, vai ser um jogo resolvido no detalhe e não tenho dúvida que será um jogo muito mais difícil para a gente.

Entre os números positivos da melhor defesa da Copa do Mundo estão o de finalizações sofridas. Foram apenas quatro na direção do gol de Alisson até agora. Ao todo, foram 12 bolas bloqueadas pelos defensores brasileiros.

Miranda  ressalta também a qualidade das peças de reposição do Brasil na Copa para explicar o bom desempenho atrás. O camisa 3 destaca as entradas dos dois laterais Fágner e Filipe Luís. A dupla soube aproveitar a oportunidade e manteve o nível de seus antecessores.

– Aqui na Seleção só tem jogadores de grandíssimo nível. Todos esperando uma oportunidade. Não só o Fagner e o Filipe. Todos aqueles que vêm entrando estão aproveitando a oportunidade.

Nesta Copa do Mundo, o Brasil já precisou em campo, além de Fágner e Filipe Luís, de Fernandinho, Renato Augusto, Douglas Costa, Marquinhos e Roberto Firmino. Este último, inclusive, autor do segundo gols brasileiro na vitória sobre o México. É a força do sistema coletivo do Brasil.


Douglas Costa é liberado, treina e pode voltar contra a Bélgica

por Mário Souza 3 de Julho de 2018 às 15:54

Fonte / ESPN

O técnico Tite recebeu uma ótima notícia na tarde desta terça-feira. O atacante Douglas Costa, recuperado de uma lesão na coxa, foi liberado pelos médicos e retornou normalmente aos treinos.

O camisa 7 se machucou na partida diante da Costa Rica, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa do Mundo da Rússia, quando sentiu a musculatura e, mesmo assim, ficou até o final da vitória por 2 a 0 - ele, inclusive, deu o passe para Neymar marcar o segundo gol.

Douglas Costa, portanto, poderá ser uma das novidades da seleção brasileira para as quartas de final contra a Bélgica, na sexta-feira, às 15h (de Brasília).

O retorno do jogador vem em boa hora e é, de certa forma, inesperado, uma vez que o próprio médico da CBF, Rodrigo Lasmar, afirmou que a situação era preocupante após os exames realizados no Centro de Treinamento do Brasil na Rússia.

"O caso que mais preocupa é o do Douglas Costa. A situação do Danilo não é muito diferente, mas é um músculo menos importante, então, a perspectiva é um pouco melhor”, disse, no dia 23 de junho, citando também o caso do lateral-direito.

"Estamos imaginando (o retorno) dentro de um desempenho favorável na competição", completou à oportunidade Lasmar, em tom pessimista.

Contra os belgas, porém, Tite deverá promover apenas uma mudança, já que Casemiro está suspenso. Fernandinho será seu substituto. Caso isso realmente aconteça, a seleção brasileira entrará em campo com Alisson; Fagner, Miranda, Thiago Silva e Filipe Luís; Fernandinho, Paulinho e Coutinho; Willian, Neymar e Gabriel Jesus.

Quem passar do confronto, pega o vencedor de França x Uruguai na semifinal, na próxima terça-feira.


Seleção Brasileira volta a treinar; Danilo se junta ao grupo

por Mário Souza 29 de Junho de 2018 às 15:52

Fonte / CBF

29 de junho. A data marca a conquista do primeiro Mundial do Brasil, na Suécia, em 1958. Dia especial e inspirador para a Seleção Brasileira, que, 60 anos depois, busca sua sexta estrela na Rússia. O próximo desafio é o México, adversário das oitavas de final da Copa do Mundo Rússia 2018. O técnico Tite e os jogadores deram início nesta sexta-feira à preparação para o duelo decisivo.

No campo principal do centro de treinamento da equipe brasileira em Sochi, todo o grupo esteve no gramado. Ainda em processo de recuperação, Douglas Costa fez uma atividade à parte com a fisioterapia. Já o lateral Danilo, recuperado, treinou com bola junto ao grupo de atletas que ficaram no banco ou entraram no decorrer da partida contra a Sérvia.

– Estou de volta graças ao trabalho dos fisioterapeutas, médicos e preparadores. Nós trabalhamos quase que todo o tempo nestes dias em que estive fora. Hoje já pude treinar em alta intensidade com a equipe, e o mais importante é estar à disposição e ajudar o grupo – comentou o camisa 14.

A imprensa acompanhou os primeiros 30 minutos das atividades. Tite iniciou a sessão de treinos com uma reunião com comissão e jogadores no gramado. O papo durou cerca de 10 minutos. Marcelo participou da conversa com o treinador, mas logo voltou para a fisioterapia, onde segue tratamento para o espasmo que sofreu na musculatura da coluna. 

A equipe titular contra a Sérvia fez apenas atividades regenerativas com o preparador físico Fábio Mahseredjian, alongamento e uma corrida em volta do gramado. Neymar Jr, Filipe Luís e Philippe Coutinho ainda arriscaram alguns chutes a gol em desafios propostos pelo lateral esquerdo.

Já o outro grupo fez aquecimento com o preparador Ricardo Rosa e seguiu para um trabalho técnico-tático em campo reduzido, com dois times de quatro jogadores e a participação dos goleiros. Alisson, Ederson e Cássio trabalharam como de costume com o preparador Taffarel e o assistente Rogério Maia.

O treinamento do dia terminou com cobranças de pênaltis. Como sempre acontece nos dias de treinos da Seleção em Sochi, os filhos dos jogadores assumiram os postos dos pais no final das atividades. A garotada se diverte no gramado. Hoje foi a vez dos filhos de Neymar, Fágner, Danilo, Alisson, Willian e Paulinho roubarem a cena.  

A Seleção Brasileira volta a treinar neste sábado às 15h (horário local), 9h de Brasília. No início da noite a delegação já embarca para Samara, local do jogo contra o México. As duas seleções se enfrentam na próxima segunda-feira (02) às 11h (horário de Brasília), em partida válida pelas oitavas de final da Copa do Mundo Rússia 2018.


Treino em solo russo

por Mário Souza 12 de Junho de 2018 às 17:27

Às 9h55 da manhã (madrugada no Brasil), os primeiros jogadores da Seleção Brasileira pisaram no gramado do campo 2 do Centro de Treinamento anexo ao Swissotel Resort Camélia, a casa da equipe na cidade de Sochi, na Rússia. O céu completamente azul, o sol brilhante refletindo o ouro sobre as superfícies da arquibancada e o verde vibrante do gramado deram uma aura acolhedora ao acanhado estádio. Ficou fácil perceber que, ali, treinaria a única equipe cinco estrelas do planeta. Na arquibancada, cerca de quatro mil torcedores compareceram para assistir ao primeiro treino aberto do time brasileiro em território russo, programão para o dia de feriado no país. 

A cada grupo de atletas que entrava no gramado, o público, formado em grande parte por crianças e adolescentes russos e estrangeiros, aplaudia e gritava os nomes dos jogadores. Ao redor do estádio, muita gente tentando entrar ou brigando por um espaço na grade do viaduto que passa bem ao lado do CT. Todos de olhos vidrados para o campo, onde Tite e a comissão técnica comandaram um trabalho intenso dando continuidade à preparação para a Copa do Mundo.

Enquanto de um lado do campo, os goleiros Alisson, Ederson e Cássio treinavam com o preparador Taffarel, do outro lado a comissão dividiu em dois o grupo de atletas. Aqueles que foram titulares na vitória contra a Áustria no último domingo trabalharam a parte física. Já os atletas que entraram no decorrer da partida ou ficaram no banco de reservas no amistoso participaram de atividade com bola.

O meio campo Fred foi a única ausência na atividade aberta ao público. O jogador ficou  no campo 1 aos cuidados da fisioterapia.

– A Copa começou já faz um tempo. Estamos nos preparando forte e mostrando que estamos prontos – disse Geromel.

O zagueiro, ao lado de Douglas Costa, Fagner e Renato Augusto, formou o time de colete que enfrentou Filipe Luís, Marquinhos, Taison e Roberto Firmino em treinamento para aprimorar a velocidade dos passes diante de uma marcação sob pressão. Fernandinho fez o papel de jogador coringa, podendo participar das ações nas duas equipes. Em seguida, esse grupo trabalhou jogadas de ataque contra defesa, com os goleiros se revezando na tentativa de parar os ataques construídos por Douglas Costa, Taison, Firmino, Fernandinho e Renato Augusto.  

O primeiro treino da Seleção Brasileira na Rússia foi acompanhado de perto pelo presidente da CBF, Antonio Carlos Nunes, e pelo chefe de delegação do Brasil, Rogério Caboclo. Quem também marcou presença foi o Canarinho, que, ao fim das atividades, fez a festa dos torcedores e chutou bolas para a galera. Os jogadores brasileiros foram à beira do gramado, tiraram fotos e atenderam aos fãs.

– Clima perfeito hoje. Esse sol maravilhoso. A gente está feliz com esse carinho da galera e o apoio da torcida. Está tudo dentro do previsto, perfeito – elogiou Neymar.


Brasil já esta na Russia

por Mário Souza 11 de Junho de 2018 às 15:37

Bolas em verde e amarelo, bandeirinhas nas mãos dos funcionários do hotel, música típica, trajes tradicionais da Rússia. O hall do Swissotel Resort virou uma festa para recepcionar a Seleção Brasileira em sua chegada a Sochi, onde a equipe brasileira ficará por toda a primeira fase da Copa do Mundo. O ônibus com a delegação estacionou às 3h30 da manhã (horário local-21h30 no horário de Brasilia). 

Um corredor formado por funcionários do hotel recepcionou o grupo com muito entusiasmo e alegria. Logo na entrada, um coral formado por mulheres russas deu o tom da música que ecoou alto por todo o hall, e animou os atletas. Marcelo e Neymar até arriscaram uma dancinha. A delegação correspondeu toda a empolgação com sorrisos, acenos e poses para fotos. 

A passagem foi rápida, mas suficiente para sentir a energia do povo russo e o carinho do governo local, que preparou  a festiva recepção em parceria com o hotel. Um Karavai também foi servido. O pão típico do país é oferecido pelos russos em momentos alegres e o rito pede que seja degustado apenas um pequeno pedaço, mergulhado em sal. Alguns jogadores e membros da comissão experimentaram. 

Nesta segunda-feira (11), a Seleção Brasileira terá folga. Na terça-feira (12), o grupo fará o primeiro trabalho em solo russo às 10h (horário local). O Brasil estreia na Copa no dia 17 contra a Suiça às 15h (horário de Brasília), em Rostov. Estamos em casa! Começou a Copa do Mundo!